Copa 2014
Atualizado em: 24/12/2011 - 8:28 am


Segundo Romário, acordo com a CBF garante os ingressos para os deficientes nos jogos da Copa do Mundo. Foto: José Cruz/ABr

Pessoas com deficiência e de baixa renda terão direito a 32 mil ingressos grátis durante os jogos da Copa do Mundo de 2014. Serão 500 entradas por partida, segundo anunciaram na sexta-feira (23) o membro do Comitê Organizador Local (COL) do Mundial Ronaldo Nazário, o deputado e ex-jogador Romário (PSB-RJ). A decisão é fruto de um acordo firmado na semana passada entre o presidente do COL, Ricardo Teixeira, e o deputado Romário (PSB-RJ), conforme informou a assessoria do deputado ao Congresso em Foco.

Pelo trato, os 32 mil ingressos serão doados ao governo, que definirá critérios para distribuição às pessoas de baixa renda. Na discussão do projeto da Lei Geral da Copa, os deputados criticavam o fato de a proposta não dizer como atender as pessoas com deficiência, jogando o problema para um convênio futuro. A assessoria de Romário disse que ele chegou a pedir que o relator da matéria, Vicente Cândido (PT-SP), incluísse a obrigação de a Fifa, uma entidade privada, doar os ingressos, mas isso seria inconstitucional.

Leia ainda:
Primeiro Plano especial – A Copa do Mundo Também é nossa – estreia nesta terça
Ricardo Teixeira diz que se aposenta após a Copa de 2014
Presidente da CBF grava para Primeiro Plano especial sobre a Copa 2014

Com a negociação à parte, o problema fica resolvido. “O Ricardo Teixeira informou que, independentemente da Lei Geral da Copa, a CBF, como entidade privada, doaria para essa classe 32 mil ingressos para os jogos da Copa do Mundo. É uma vitória muito grande”, disse Romário hoje, no Hotel Sheraton, no Rio de Janeiro.

Hoje, existem 45 milhões de deficientes no Brasil, de acordo com a deputada Rosinha da Adefal (PTdoB-AL), militante dos direitos das pessoas com deficiência e uma das presentes ao anúncio do COL.

Próximos Passos
A assessoria de Romário afirmou ao Congresso em Foco que o próximo passo da Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas com Deficiência é se reunir com membros do governo federal, como a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais). A ideia de políticos como Romário, Rosinha e Mara Gabrili (PSDB-SP) é pedir que o governo receba os ingressos dos organizadores da Copa e estabeleça critérios para definir quem é de baixa renda ou não, o que certamente vai incluir pessoas beneficiárias do programa Bolsa Família.

O governo poderá fazer a distribuição direta ou repassá-la a entidades que representam os deficientes. A medida evitaria a comercialização ilegal de sobras de ingressos ou mesmo a entrega a pessoas não autorizadas. Para garantir o acordo, Romário ainda pretende tentar uma conversa com o presidente da Fifa, Joseph Blatter, e tratar dos 32 mil ingressos gratuitos.

Postura
Durante o evento, o ex-jogador negou que vá mudar sua postura crítica perante os cartolas do futebol. A suspeita se deu após uma reunião com Ricardo Teixeira, que tem recebido reprimendas por parte de Romário. “Não mudo de lado, não mudo de bandeira. Sou deputado federal e vou continuar fiscalizando. Não apenas a CBF, o Ricardo Teixeira ou o Ronaldo, que é um grande amigo e um ex-companheiro”, disse o deputado.

Estudantes sem meia
O projeto de lei da Copa não dá direito a meia-entrada para estudantes e idosos, ao contrário d que prevêem leis federais e estaduais. Em vez disso, a proposta reserva uma cota de 300 mil ingressos a preços populares, de cerca de R$ 50, para estudantes, pessoas com mais de 65 anos, índios, beneficiários do Bolsa Família e aqueles que aceitarem trocar armas por entradas.

Do Congresso em Foco










Ceará
Atualizado em: 24/12/2011 - 4:17 am


Foi publicada no Diário Oficial do Estado da última terça-feira (23) a nomeação de 420 profissionais de nível superior aprovados no concurso da Secretaria de Saúde do Ceará. As provas foram realizadas em 2006 e esta foi a última chamada dos aprovados na seleção que ofereceu 4.273 vagas.

Todos os profissionais de nível médio, no total de 2.027 concursados,  e os médicos, 1.164 concursados, já foram nomeados e estão trabalhando em hospitais e unidades da rede estadual. Dos 1.082 concursados de diferentes categorias profissionais de nível superior, 600 enfermeiros já haviam sido nomeados e já trabalham na rede de assistência da Sesa.

Faltavam ser chamados os fonoaudiólogos, psicólogos, fisioterapeutas, odontólogos, terapeutas ocupacionais, farmacêuticos, veterinários, nutricionistas, assistentes sociais e biólogos agora nomeados. Desses profissionais, 62 não atenderam à convocação da Sesa para apresentação de documentação.

Os concursados deverão se apresentar na sede da Sesa, na Avenida Almirante Barroso, na Praia de Iracema, em até 30 dias, das 8h às 12h e das 13 às 17h.

Leia mais:
Ação de enfrentamento ao crack capacita 112 profissionais
Cursos capacitam profissionais que atuam no enfrentamento ao crack no Ceará

SBT Repórter mostra a vida frenética dos profissionais da saúde

Redação Jangadeiro Online, com informações da SESA










Ceará
Atualizado em: 23/12/2011 - 7:06 pm


Ricardo Machado é o novo procurador geral do Estado do Ceará

O promotor de Justiça Ricardo Machado foi escolhidos, nesta quinta-feira (22), como novo procurador-geral de Justiça do Estado do Ceará. Ele vai ocupar o cargo na sucessão de Socorro França. 

A escolha feita pelo governador Cid Gomes (PSB), não obedeceu, desta vez, o critério de indicar o nome mais votado da lista tríplice encaminhada ao Executivo. 

Ricardo Machado ficou em segundo lugar com 149 votos, atrás do promotor João de Deus Duarte que obteve 156 votos, enquanto a procuradora de Justiça Maria Neves Feitosa Campos somou 139 votos.

Na eleição, dos 378 membros do Ministério Público aptos a votar, 357 votaram. A posse ainda não tem data marcada.

Ricardo Machado é natural de Quixeramobim, no Sertão Central

Com informações do MP










Presidência
Atualizado em: 23/12/2011 - 3:53 pm


Imagem ilustrativa

A presidente Dilma Rousseff assinou nesta sexta-feira (23) o decreto que determina o valor de R$ 622,00 para o salário mínimo a partir de janeiro de 2012.

O reajuste representa aumento de 14,13% em relação ao valor atual, de R$ 545,00. O decreto será publicado no Diário Oficial da União de segunda-feira (26).

O método de reajuste do salário mínimo foi definido no início de 2010 por meio de uma medida provisória aprovada pelo Congresso. O valor é calculado com base na inflação dos dois anos anteriores, acrescido do percentual de crescimento da economia do ano anterior de sua validade. Pela primeira vez, o valor do reajuste obedece a esses critérios.

A MP também determina que até 2015 todas as definições sobre o valor do mínimo serão feitas por meio de decreto presidencial.

Leia mais:
Salário mínimo deveria ser de R$ 2.349,26, diz Dieese
Justiça determina que Município de Piquet Carneiro pague salário a servidores

Vídeo: 41% das famílias cearenses vivem com no máximo um salário mínimo

Com informações da Agência Brasil










Tribunais
Atualizado em: 23/12/2011 - 3:23 pm


Desembargador José Arísio disse que corte prejudica Judiciário (Foto: Divulgação)

O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), José Arísio Lopes da Costa, enviou dois ofícios ao governador Cid Gomes e ao presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cláudio (PSB), por conta do corte de R$ 129 milhões no orçamento da Corte da Justiça para 2012. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, o desembargador comunicou sua “irresignação” perante a não aprovação da proposta.

José Arísio avaliou que a redução “tornará inviável a implementação de iniciativas, outrora previstas, imprescindíveis à melhoria do quadro desta Justiça, dentre as quais se destacam a implantação das 40 horas semanais para os servidores, a realização de concurso público para o ingresso de magistrados e servidores, bem assim a instalação das novas unidades jurisdicionais no Fórum Clóvis Beviláqua”.

Segundo o presidente do TJCE, a matéria elaborada toma como base a Constituição Federal que assegura ao Judiciário autonomia administrativa e financeira.

“A proposta encaminhada ao Poder Executivo, além de representar o desejo de nossos servidores e magistrados, tendo em vista haver sido resultado de deliberações da Comissão Participativa do Orçamento e do Planejamento Estratégico do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, foi construída com vistas a permitir a instituição de melhorias significativas ao Judiciário cearense, buscando garantir, inclusive, direitos básicos e constitucionais, como o acesso à Justiça e a prestação de serviço jurisdicional satisfatório”, assegurou o desembargador.

Respostas
A produção do Jangadeiro Online tentou entrar em contato com o gabinete do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Roberto Cláudio (PSB), mas ninguém atendeu. Já a assessoria de imprensa do governador disse que Cid Gomes está em Sobral e não tem informações sobre o recebimento dos ofícios.

Leia mais:
Assembleia Legislativa aprova orçamento de 2012
Câmara aprova Orçamento de Fortaleza para 2012, em redação final

Assembleia vota Orçamento do estado e PPA na quinta. Deputados iniciam recesso na sexta

Redação Jangadeiro Online, com informações do Tribunal de Justiça do Ceará










Pesquisa
Atualizado em: 23/12/2011 - 2:18 pm


Cid Gomes durante entrevista coletiva na AL. Foto: Kézya Diniz

A pesquisa do Ibope, encomendada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação revelou como está a avaliação dos governadores, no final deste primeiro ano de mandato. Eduardo Campos, de Pernambuco, é o que tem a maior aprovação. O governador do Ceará, Cid Gomes, aparece em quarto lugar no ranking. 

O cearense é aprovado por 69% dos entrevistados, reprovado por 24% e tem a administração avaliada como ótima ou boa por 55% da população.

A pesquisa foi realizada em 10 estados. O Ibope realizou 10 mil 878 entrevistas, entre os dias 3 e 6 de dezembro.

Lista de Aprovação
O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), lidera o ranking positivo e é aprovado por 89% dos entrevistados. Em seguida aparecem Beto Richa (PSDB), do Paraná, com 74% de aprovação ; e Sérgio Cabral PMDB), do Rio de Janeiro, que ficou com 71%.

Já o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), aparece empatado com Antonio Anastasia (PSDB), de Minas Gerais. Eles são aprovados por 69% da população.  Em seguida aparecem os governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e Raimundo Colombo (PSD), de Santa Catarina, ambos aprovados por 67 % dos consultados pelo Ibope. 

Jacques Wagner (PT), da Bahia, e Tarso Genro (PT), do Rio Grande do Sul, garantiram aprovação de 66% dos entrevistados. Já o governador do Distrito Federal (PT), Agnelo Queiroz, ficou na lanterna com apenas 23% de aprovação.

Desaprovam
Quando a pesquisa mostra os percentuais de desaprovação dos governadores, a lista é invertida. Da lanterna, Agnelo Queiroz, do DF, vai para a liderança e figura com a maior avaliação negativa. Segundo a pesquisa, 70% desaprovam o governador.

Apenas 9% da população desaprova o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Em seguida aparecem Beto Richa, do Paraná, com 18%. Já o governador do Ceará, Cid Gomes, é desaprovado por 23% da população.

Os governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin; Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro; Raimundo Colombo, de Santa Catarina; e Antonio Anastasia, de Minas Gerais, aparecem com 24% de desaprovação. Jacques Wagner, da Bahia, e Tarso Genro, do Rio Grande do Sul, aparecem com 25% de desaprovação.

Avaliação do Governo
O Ibope também ouviu a opinião dos entrevistados sobre a avaliação das administrações. Mais uma vez Eduardo Campos está na liderança da avaliação positiva. A gestão do governador de Pernambuco tem 79% de aprovação (34% ótimo; 45% bom).

A administração de Beto Richa, do Paraná, é aprovada por 64% (11% ótimo; 53% bom).  Antonio Anastasia, de Minas Gerais, 55%  (7% ótimo; 48% bom). O governador do Ceará, Cid Gomes, também tem a administração aprovada por 55% dos entrevistados (13% ótimo; 42% bom).

 Geraldo Alckmin, de São Paulo, tem 54% (11% ótimo; 43% bom). Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro, 51%  (10% ótimo; 41% bom). Jacques Wagner, da Bahia, 49%  (12% ótimo; 37% bom). Raimundo Colombo, de Santa Catarina, 46%  (8% ótimo; 38% bom). Tarso Genro, do Rio Grande do Sul, 44%  (5% ótimo; 39% bom).

Já o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, soma apenas 10% das avaliações positivas  (1% ótimo; 9% bom).










Ceará
Atualizado em: 23/12/2011 - 1:37 pm


A Polícia Militar do Ceará realiza solenidade de promoção de 88 oficiais de 414 praças a partir das 16h desta sexta-feira (23), no Quartel do Comando Geral, em Fortaleza. Segundo o órgão, diversas autoridades vão participar do evento.

Dentre os oficiais, dois tenentes-coronéis serão promovidos ao posto de coronel, dez majores a tenente-coronel, 12 capitães ao posto de major, 25 tenentes a capitão e 39 subtenentes serão promovidos a 1º tenente. Já entre os praças, 58 sargentos assumem o posto de subtenente, 168 cabos serão promovidos a 1º sargento e 188 soldados a cabo.

Medalha Senador Alencar
Um total de 25 policiais que se destacaram em suas atividades durante o ano de 2011 vão receber a Medalha Senador Alencar. A premiação foi estabelecida por meio de um Decreto Lei de 2007 e é voltada para os oficiais e praças que prestaram serviços relevantes à corporação e à sociedade.

Leia mais:
PM realiza solenidade de promoção de 802 policiais
Exposição de arte comemora 176 anos da PM-CE

Redação Jangadeiro Online, com informações da Polícia Militar










Vídeos
Atualizado em: 23/12/2011 - 12:04 pm


Quem necessita do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Fortaleza tem vivido momentos de muita tensão. Nem sempre o socorro pode ser realizado pelos profissionais. O problema pode estar no número de macas disponíveis para as ambulâncias.

Como faltam leitos nos hospitais, os pacientes acabam ficando nas macas do Samu, impossibilitando que novos chamados sejam solucionados.

Veja ainda:
Em mais uma visita ao Ceará, Ministro da Saúde lança programa enquanto obras inauguradas por ele seguem sem funcionar
Deputados visitam UPA de Maranguape que segue fechada mesmo após inauguração 
 
Deputados fazem nova visita ao HGF, reafirmam denúncias e dizem que cirurgias estão suspensas 
Deputados confirmam irregularidades durante visita surpresa ao HGF  

Acompanhe a reportagem do Jornal Jangadeiro:










Ceará
Atualizado em: 23/12/2011 - 11:40 am


A Ouvidoria Geral do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) registrou, de janeiro a novembro deste ano, 3.473 manifestações. Desse total, 3.254 se deram por correio eletrônico, 116 por telefone e 74 foram feitas pessoalmente.

Por tipo, foram 1.206 reclamações, 1.158 pedidos de informações sobre processos judiciais, 85 agradecimentos e 46 denúncias. Além disso, recebeu 55 elogios e três críticas.

O ouvidor geral, desembargador Francisco Auricélio Pontes, afirma que todas as ocorrências tiveram encaminhamento aos respectivos setores e órgãos. “É relevante destacar a importância da Ouvidoria como canal de comunicação entre a sociedade e o Judiciário estadual”.

Horário de funcionamento
O serviço funciona de segunda à sexta, das 8h às 18h, na sede do TJCE, em Fortaleza. O desembargador recebe as partes, pessoalmente, às segundas, terças e sextas-feiras, a partir das 14h. Os números para contato são: (85) 3207.7428 (telefone) e 3207.7430 (fax). O e-mail é ouvidoriageral@tjce.jus.br.

Da Redação Jangadeiro Online com informações do TJCE










Polêmica
Atualizado em: 23/12/2011 - 10:29 am


Eliana Calmon, Corregedora Nacional de Justiça, diz que as investigações tem gerado uma onde de "inconformismo".

Nove dos 33 ministros do Superior Tribunal de Justiça receberam de uma vez só neste ano pagamentos de auxílio-moradia atrasados dos anos 90. Os valores, somados, superam R$ 2 milhões. É o mesmo benefício recebido pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cezar Peluso, e pelo ministro Ricardo Lewandowski. A informação é da Folha.com

O direito foi reconhecido em 2000, quando o STF decidiu que todos os magistrados do país deveriam ter ganho aquilo que, durante alguns anos da década de 90, foi pago apenas aos congressistas.

Leia também:
Nos jornais: CNJ inspeciona 217 mil e abre guerra no Judiciário

A transferência destes recursos aos magistrados está no centro da polêmica que envolve a corregedoria do CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Não pelo pagamento em si, que é legal, mas pela forma como ele foi feito. Segundo informações da corregedoria, não há padronização nos pagamentos feitos, e o STF, quando analisou a questão, afirmou que tudo deveria ser feito observando-se a “legalidade e igualdade”.

Juízes pedem investigação sobre ação de corregedora
As três principais associações de juízes do país pediram ontem uma investigação sobre a conduta da corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, personagem central da crise que nesta semana abalou a cúpula do Poder Judiciário. As associações pediram que a Procuradoria-Geral da República e o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) apurem se Calmon cometeu crime ao determinar uma varredura na movimentação financeira de juízes e servidores de tribunais de todo o país.

O pedido foi apresentado por três entidades, a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), a Ajufe (Associação de Juízes Federais) e a Anamatra (Associação dos Magistrados do Trabalho).

“As associações entendem que a quebra do sigilo de dados de apenas um cidadão brasileiro, sem autorização judicial, já constitui violação ao texto constitucional”, afirma nota das entidades. Horas depois, Calmon atacou as três associações numa entrevista, afirmando que elas agem de forma “maledicente e irresponsável” ao tentar esvaziar os poderes de investigação do CNJ.

Leia ainda:
Corregedora Nacional de Justiça, Eliana Calmon, reafirma que há ‘bandidos de toga’  
CNJ: 35 desembargadores são acusados de cometer crimes  
Nos jornais: Para Peluso, CNJ precisa investigar corregedorias  
Primeiro Plano com Jorge Hélio: “Somos campeões de corrupção” 
Cearense assume Corregedoria Nacional de Justiça

Comento
É só alguém aparecer contrariando os interesses de quem se “beneficia” as custas do nosso dinheiro que surgem acusações como esta. É sempre assim, seja no Judiciário ou no Congresso, nas Câmaras municipais e Assembleias Legislativas Brasil a fora. A reação dos denunciados, via de regra, tenta desmoralizar o denunciante. Mudando o foco do debate, deixando de lado a denúncia e partindo para o ataque que descredencie quem critica os mal feitos. 

No caso da CNJ, o “crime” supostamente cometido por Eliana Calmon atinge em cheio os verdadeiros “bandidos atrás da toga”. Coisas de Brasil, Calmon faz a denúncia e para os juízes quem deve ser investigada é ela. Parece brincadeira, mas o assunto é sério. A Corregedora teve coragem suficiente para mexer em um vespeiro que incomoda e deveria receber amplo apoio da sociedade.

Calmon falou primeiro nos bandidos atrás da toga, disse o que todo mundo imaginava e queria gritar, mas que ninguém tinha como provar. Na época, recebeu uma avalanche de críticas dos magistrados. Agora fala em  “falta de padronização” no pagamento dos ministros. O benefício, neste caso, é legal, mas não teria observado a “ilegalidade e igualdade”. Mais um erro apontado. E os “errados” não perdoam.

Mas o que fazem os que se sentem atingidos por esse olhar mais atento? Mostram que a Corregedora está errada? Não. Tratam de acusá-la de “violação ao texto constitucional”. Mais uma vez tentam desviar o debate, intimidando os que pensam em denunciar condutas ilícitas e abrindo espaço para práticas absolutamente inaceitáveis. Lamentável.

 










Nacional
Atualizado em: 23/12/2011 - 9:01 am


O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, agradeceu, em sua mensagem de final de ano, divulgada nesta quinta-feira (22), “a solidariedade de tantos amigos do Brasil e de outros países” que o tem ajudado bastante neste momento de tratamento contra um câncer na laringe.

Na mensagem, postada no site do Instituto Lula, o ex-presidente diz ainda: “Desejo que todos tenham muita saúde, paz e prosperidade neste ano que vai começar. Vamos continuar juntos em 2012 com a presidente Dilma, construindo um Brasil e um mundo cada vez melhor, mais justo e mais solidário”.

Encontro com Dilma
Nesta quinta, o ex-presidente Lula teve um encontro reservado com a presidente Dilma Rousseff em um hotel da zona sul da capital paulista. A presidente entregou para Lula um presente dos catadores de materiais recicláveis, após participar do almoço de celebração de Natal dos catadores, no Sindicato dos Bancários, no centro da capital paulista.

Leia mais:
Lula recebe alta e deixa hospital em São Paulo

Da Redação Jangadeiro Online, com informações do Instituto Cidadania e do Estadão










Ceará
Atualizado em: 23/12/2011 - 7:40 am


Policiais vestem camisas vermelhas em protesto (Foto: Marlos Araújo/TV Jangadeiro)

O policiamento será reforçado nas festas de fim de ano em Fortaleza. Segundo Orleando Lima, vice-presidente do Sindiguardas, 235 homens intensificam suas ações nos pontos considerados mais perigosos como a Via Expressa e a avenida Raul Barbosa durante o Natal.

Para a festa de Réveillon, o número de homens nas ruas sobe para 780. Eles estarão divididos por diversos pontos da cidade, principalmente no Aterro da Praia de Iracema, onde o efetivo deve chegar a 319 policiais.

Greve
Apesar da iniciativa, o reforço policial não está garantido por conta da ameaça de greve da polícia Militar. Segundo Flávio Sabino, presidente da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará, será dada uma trégua no Natal, mas, no próximo dia 29 de dezembro, acontece uma assembleia geral.

Caso as negociações com o Governo não avancem, os policiais e bombeiros militares podem estar de braços cruzados durante a virada.

Reivindicações
Os militares estão uniformizados com camisetas vermelhas, com frases de protesto estampadas, sobre a reivindicação salarial. Eles reclamam da falta de efetivo para fazer a segurança em todo o Estado.

Segundo Pedro Queiroz, presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar e dos Bombeiros Militares do Ceará (Aspramece), são mais de 14 mil policiais na folha, mas aproximadamente 7.400 estariam licenciados. O ideal, conforme a Associação, seriam 33.700 policiais; os dados seriam da ONU.

A categoria pede ainda promoção e assistência médica. A reivindicação principal, no entanto, é por melhores condições de trabalho, especialmente reajuste de salários.

Leia mais:
Militares são barrados na Assembleia Legislativa
Princípio de tumulto durante protesto de militares na Assembleia

Protesto de policiais e bombeiros militares termina em confusão

Redação Jangadeiro Online, com informações da repórter Caroline Ribeiro










Congresso
Atualizado em: 23/12/2011 - 4:12 am


Congresso Nacional

Depois de um dia de impasse, o Congresso aprovou o Orçamento da União para 2012. O texto foi aprovado por deputados e senadores às 23h50 da quinta-feira, a dez minutos do prazo final, que acabava à meia-noite.

Em números
A proposta prevê crescimento dos investimentos públicos em 13,2% em relação ao projeto original do Poder Executivo – passando de R$ 164,7 bilhões para R$ 186,5 bilhões. A matéria será enviada à sanção presidencial. Já as ações sociais e os pequenos municípios brasileiros, com até 50 mil habitantes, foram beneficiados com emendas para saúde e saneamento.

Sem reajuste
Antes da votação da matéria, por volta de 23h20, os parlamentares criaram as condições políticas para que o presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), desistisse de derrubar a sessão e de impedir a votação do Orçamento.

Acordo
O acordo foi de que a presidente deverá divulgar carta se comprometendo a abrir negociações com os aposentados sobre uma política de valorização permanente dos benefícios. Mas, de concreto, o Orçamento da União não prevê reajustes para os servidores do Poder Judiciário e nem aumento real (acima da inflação) para os aposentados que ganham acima do salário mínimo.

“Não é fácil o que vou dizer aqui, nem todos os líderes dos aposentados concordaram. A retirada do pedido de verificação de quorum, desde que fique claro que a presidente vai responder à carta da Cobap (associação dos aposentados)”, disse Paulinho, sendo aplaudido pelos colegas.

Recesso
Em seguida, a sessão foi encerrada. O Congresso entra em recesso nesta sexta-feira. O projeto da lei orçamentária vai à sanção da presidente Dilma Rousseff.

Com informações da Agência Câmara e do O Globo










Greve
Atualizado em: 22/12/2011 - 8:23 pm


Os aeroviários de Fortaleza decidiram entrar em greve por tempo indeterminado nesta quinta-feira (22). As reivindicações são reajuste de 10% do salário e piso salarial de R$ 1.200 para operadores.

De acordo com o representante do Sindicato dos Aeroviários em Fortaleza, Roberto Barbosa, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) recomendou que 80% dos aeronautas (funcionários de empresas áereas que trabalham embarcados) e aeroviários (que trabalham em terra) estejam em seus postos de trabalho nos dias que antecedem os feriados de Natal e Ano Novo.

Reajuste dos trabalhadores
As companhias aéreas aceitaram, nesta quarta-feira (21), conceder um pequeno aumento de ganho real, acima da inflação, para os trabalhadores do setor, que ameaçam deflagrar greve na quinta-feira (22) nos aeroportos do País.

O Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea) concordou em dar um aumento de 6,5% aos funcionários, além de manter o que já havia sido acordado, de ganho de 10% nos pisos salariais, nos tíquetes-alimentação e nas cestas básicas, além da criação de um novo piso salarial para operadores de transporte. Até terça-feira (20), o índice proposto era o de reposição da inflação, de 6,17.

Leia mais:
Justiça determina que greve nos aeroportos não pode ter mais de 20% de funcionários parados
Companhias aéreas aceitam aumentar índice de reajuste dos trabalhadores
Aeronautas e aeroviários decidem entrar em greve por tempo indeterminado

Redação Jangadeiro Online, com informações do representante do Sindicato dos Aeroviários










ALEC
Atualizado em: 22/12/2011 - 7:09 pm


Com a decisão, o deputado Neném Coelho (PSD) permanece no cargo ocupando a vaga que, segundo a justiça, é do PSDB.

Um oficial de justiça protocolou na Assembleia Legislativa, na última quarta-feira (21), a decisão do desembargador Rômulo Moreira de Deus que determina a posse de Thiago Campelo (PSDB), primeiro suplente tucano, para a vaga do deputado estadual João Jaime, licenciado do cargo por 120 dias. A ordem, porém, não foi cumprida.

A cadeira já está ocupada por “Neném Coelho” que é suplente do deputado, mas que há dois meses trocou o “PSDB”, que é de oposição ao governo, pelo “PSD”,aliado do governador Cid Gomes. A multa pelo descumprimento da determinação judicial é de mil reais por dia à Assembleia.

Leia mais:
Dirigente do PSD no Ceará admite que criação da sigla foi orientada por Cid Gomes
 
PSD acolhe aliados do governo e já nasce com bancada na Assembleia do Ceará
 

A mesa diretora ainda não emitiu um pronunciamento oficial sobre o caso. Thiago Campelo disse que vai cobrar uma posição da justiça e que a decisão da Assembleia Legislativa de descumprir a determinação do desembargador é contrária a democracia.

Leia mais:
AL-CE tem 24h para empossar Thiago Campelo

Da Redação Jangadeiro Online