Eleições 2012
Atualizado em: 03/11/2011 - 6:57 pm


Agora, Marta abre espaço para o ministro da Educação Fernando Haddad

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) comunicou formalmente ao comando do PT, no começo da tarde desta quinta-feira (03), que acatará o pedido da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que se retire da disputa interna para concorrer à prefeitura paulistana em 2012.

A desistência já era aguardada diante das pressões lideradas pelo Planalto, mas, segundo líderes petistas, Marta até agora não havia dado uma resposta oficial ao apelo por sua retirada.

A senadora anunciou oficialmente a decisão mais tarde, em entrevista coletiva convocada na sede nacional do partido, na capital paulista.

Sem prévias
Diante da decisão, a cúpula petista considera praticamente extinta a possibilidade de uma prévia para a definição do candidato no maior colégio eleitoral do País, abrindo o caminho para a indicação do ministro da Educação, Fernando Haddad. A avaliação é de que nomes como os deputados Jilmar Tatto e Carlos Zarattini também devem se retirar da disputa.

Suplicy
A expectativa maior se refere ao caso do senador Eduardo Suplicy, que tem prometido se manter firme na corrida. Ainda assim, o plano do comando petista é chama-lo para uma conversa com a direção partidária caso ele obtenha o número de assinaturas necessárias para protocolar sua pré-candidatura junto às instâncias partidárias.

Com informações do Portal IG










Internacional
Atualizado em: 03/11/2011 - 5:43 pm


A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira (3), em Cannes, na França, que o Brasil está está disposto a contribuir com o Fundo Monetário Internacional (FMI) na busca de uma solução para a crise mundial. Durante almoço que marcou o início da reunião dos líderes do G20, grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo, Dilma voltou a cobrar ações mais rápidas dos países desenvolvidos, que, segundo ela, precisam agir com mais liderança, visão clara e rapidez.

Dilma também destacou a experiência brasileira de valorização do mercado interno para enfrentar os efeitos da crise de 2008. “A inclusão de 40 milhões de pessoas na classe média foi não somente uma imposição moral, mas também uma questão de enfrentamento econômico”, enfatizou em Cannes.

Piso Único
De acordo com o Blog do Planalto, Dilma Rousseff manifestou apoio à criação de um piso único de renda como medida de proteção mundial, tese defendida pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). “Tem efeito inequívoco contra a crise. O Brasil não irá se opor a uma taxa financeira mundial, se isso for um consenso entre os países a favor da ampliação dos investimentos sociais”, disse a presidente.

Guerra Cambial
Dilma voltou a condenar a guerra cambial praticada por alguns países e a defender a retomada da Rodada Doha, ciclo de discussões cujo principal objetivo é destravar as barreiras do comércio internacional.

“É conhecido por todos o empenho do Brasil na retomada da Rodada Doha. Mas é preciso dizer também que a atual crise econômica provocou problemas cambiais e a ampliação de liquidez que afeta muitos países, como o Brasil. A Conferência da OMC [Organização Mundial do Comércio] em dezembro deve ser oportunidade para retomar nosso compromisso de Doha, assim como discutir a questão cambial e as questões de segurança alimentar, incluindo subsídios agrícolas”, disse Dilma.

Da Agência Brasil










Ceará
Atualizado em: 03/11/2011 - 4:22 pm


Gastão Vieira, Ministro do Turismo

O ministro do Turismo Gastão Vieira estará no Ceará nesta sexta-feira (4) para visitar as obras de infraestrutura turística no Estado.

Pela manhã, o ministro será recebido em Fortaleza pelo governador Cid Gomes. Os dois visitarão o Centro de Eventos do Estado. Em seguida, Vieira visitará as obras dos aeroportos de Aracati e Jericoacoara.

Durante almoço com o governador Cid Gomes, o ministro Gastão Vieira tratará de parcerias com governos da região Nordeste para alavancar o turismo na região da ‘Rota das Emoções’, que reúne o Parque Nacional de Jericoacoara (CE), o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA) e a Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba (PI).

Redação Jangadeiro Online, com informações da ASCOM










Ceará
Atualizado em: 03/11/2011 - 2:28 pm


UPA MAranguape

Será inaugurada nesta sexta-feira (4), em Maranguape, a primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Estado. A inauguração contará com a presença do governador Cid Gomes e do Ministro da Saúde Alexandre Padilha.

As UPAs oferecem serviço de raio X, laboratório para exames, aparelho eletrocardiograma e atendimento pediátrico. A população poderá também resolver problemas como pressão alta, febre, cortes, queimaduras, alguns traumas e receber o primeiro atendimento para infarto ou Acidente Vascular cerebral (AVC).

As unidades são classificadas em três diferentes portes, de acordo com a população da região a ser coberta. As UPAs de porte 1 cobrem uma população de até 100 mil habitantes, com dois médicos e 5 a 8 leitos disponíveis. As UPAs de porte 2 atendem até 200 mil habitantes, com quatro médicos e disponibilidade de 9 a 12 leitos. E as de porte 3 darão cobertura a regiões de até 300 mil habitantes, com seis médicos e de 13 a 20 leitos disponíveis para população.

A UPA de Maranguape é a primeira das 32 unidades que serão implantadas no Estado. Desse total, 21 já estão com as obras em andamento.

Redação Jangadeiro Online, com informações do Governo do Estado










Ceará
Atualizado em: 03/11/2011 - 1:20 pm


Carlomano Marques é vice líder do governador Cid Gomes na Assembleia Legislativa

O debate sobre a saúde pública no Ceará ganhou destaque na sessão da desta quinta-feira (03/11) na Assembleia Legislativa. Deputados estaduais trocaram farpas no debate motivado pelo fechamento do Hospital Santo Inácio (HSI), situado em Juazeiro do Norte.

O deputado Carlomano Marques (PMDB), que é o presidente da Comissão de Seguridade Social e Saúde da Assembleia Legislativa, lamentou a ausência do prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Santana (PT), e do secretário de Saúde do Estado, Arruda Bastos, em reunião promovida pelo colegiado na manhã de hoje.

Sem explicações
Carlomano lembrou que essa foi a segunda recusa de Santana a convite da Comissão para discutir o assunto. “Mas eu sabia que ele não viria. Porque não tem como explicar. E também sabíamos que o secretário municipal não viria. Mas esperávamos que viesse o secretário estadual. Será que essa é metodologia do Governo que apoio? Precisamos saber”, ponderou sobre o HSI deixar de atender quatro meses depois de o Hospital Regional do Cariri (HRC) ser inaugurado.

Na opinião do parlamentar, é equivocada a medida de desativar os 160 leitos (dez dos quais de UTI) do HSI sob a justificativa de o tesouro municipal não ter como bancar a manutenção dos trabalhos.  “Como podemos explicar à população que o governador entrega um hospital com 300 leitos e (HRC) e o prefeito fecha um com 160? O objetivo do Hospital do Cariri é receber pacientes de alta complexidade, mas já está abarrotado de paciente com pequenas infecções”, revelou.

Faraônico e Revolucionário
O deputado Fernando Hugo (PSDB) disse que o Governo só se preocupava em fazer “obras faraônicas” e, por isso, deixaria vários “elefantes brancos”. O parlamentar tucano frisou fala do próprio Governo de não ter como custear toda a estrutura em construção. De acordo com o tucano, sequer há antibióticos no Hospital Geral de Fortaleza (HGF). “O programa merece ser aplaudido por qualquer cidadão. Mas não se põe a funcionar na sua magnitude. Sonhos, para serem realizados, precisam de objetivação. E objetivação aqui é recurso, que não tem”, citou.

Carlomano Marques rebateu. “Vossa Excelência faz de conta que quer ajudar, mas não quer. Isso é falsamente propositivo. É uma crítica azeda, que tem por finalidade dismilinguir um governo revolucionário em todas as suas direções, mas, principalmente, na saúde, educação e segurança”, contrapôs.

Faraônico do bem?
A deputada Dra. Silvana (PMDB) afirmou que as “obras faraônicas” do Executivo melhoraram o sistema de saúde cearense. “Então é faraônico no bom sentido. Se não estão funcionando bem agora, vão melhorar”, profetizou.

Com informações da AL










Ceará
Atualizado em: 03/11/2011 - 10:41 am


O advogado Irlando Linhares, acusado pelo assassinato do vereador Amarílio Pequeno da Silva e do ex-policial civil José Alves Bezerra, em Juazeiro do Norte, Região do Cariri, no dia 20 de setembro, acusou um juiz como principal suspeito pelo crime, em depoimento prestado na última segunda-feira (31), na Delegacia de Capturas, em Fortaleza.

Irlando disse que Amarílio teria negócios e dívidas com o juiz da Comarca de Barbalha, Demétrius de Sousa Pereira, e eles tiveram uma discussão, na qual o magistrado expulsou o vereador de sua casa.

Em sua defesa, o advogado alegou que foi vítima de “boatos e notícias plantadas” que levaram a Polícia a cometer erros nas investigações.

Advogado denunciou irregularidades
No depoimento, Irlando Linhares disse que nunca manteve sociedade com Amarílio Pequeno da Silva ou José Alves Bezerra.

De acordo com o advogado uma série de transações milionárias de compra e venda de imóveis, como prédios e terrenos, além de dívidas e negociações de um empréstimo de R$ 11 milhões ao Banco do Nordeste teriam motivado uma rede de intrigas que culminou com o planejamento do crime.

Citados
Foram citados no depoimento, políticos da região do Cariri, empresas ligadas aos setores da construção civil e máquinas pesada, uma corretora de imóveis e a esposa do juiz Demétrius de Sousa Pereira, conhecida como Dulce, como responsáveis por um esquema de irregularidades e troca de benefícios.

O advogado também acusou o magistrado de proferir decisões judiciais a favor das vítimas, além de alguns políticos de Juazeiro do Norte.

Demora na acusação
Irlando Linhares, que está preso há quase um mês, afirmou que não citou o juiz no primeiro depoimento devido à relação de amizade com ele e por ainda não confirmar a participação do magistrado no assassinato.

Ele disse que chegou a se comunicar por e-mail com Demétrius, quando viajava após a ocorrência dos crimes. Nas correspondências, o juiz usaria o pseudônimo de Antonio Feijó. Essas mensagens eletrônicas foram impressas e apresentadas durante o depoimento.

Leia mais:
Comoção no sepultamento dos policiais Amarílio Pequeno e José Alves
Vereador e policial aposentado são assassinados

Da Redação do Jangadeiro Online










Presidência
Atualizado em: 03/11/2011 - 9:39 am


A presidente Dilma Rousseff é a 22ª pessoa mais poderosa do mundo. É o que diz em sua última edição, a revista norte-americana Forbes. Todos os anos, a publicação faz esse ranking. E, no ano passado, Dilma estava em posição ligeiramente melhor. Ela aparecia em 16º lugar.

Para a Forbes, uma das razões que fazem Dilma merecer a posição foi a “faxina” que ela fez, demitindo cinco ministros de seu governo por suspeita de corrupção.

A revista comenta ainda o fato de que é sob a administração de Dilma que o Brasil vem se preparando para sediar a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, que estão com as obras atrasadas e orçamento acima do previsto. A presidente é a única brasileira na lista. Ela aparece na relação abaixo do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, e acima do empresário mexicano Carlos Slim.

Terceira mulher
Num ranking apenas de mulheres, publicado em agosto, Dilma aparecia em terceiro lugar, atrás apenas da chanceler alemã, Angela Merkel, e da secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton. Nesse ranking, há outra brasileira: a modelo Giselle Bündchen, na 60ª posição.

O fato de a revista ser americana não deve ser encarado como a explicação para que Barak Obama encabece a lista. No ano passado, ele não aparecia como a pessoa mais poderosa do planeta. Tal posição tinha sido conferida ao presidente da China, Hu Jintao, que agora aparece em terceiro lugar. O segundo posto na lista é do primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin.

Leia mais:
Confira a cobertura da visita de Dilma Rousseff ao Ceará
Confira um trecho da entrevista de Dilma Rousseff à Jangadeiro FM

Com informações do site Congresso em Foco










Nacional
Atualizado em: 03/11/2011 - 8:17 am


O presidente do ITV diz que é preciso mostrar que há espaço para a discussão de políticas públicas.

O Instituto Teotônio Vilela, órgão de estudos e formação política ligado ao PSDB,  promove na próxima segunda-feira (7), o seminário “Nova Agenda – Desafios e oportunidades para o Brasil”. O evento pretende ampliar o debate sobre os rumos do país.

Afinal, para onde vai o Brasil? Que Estado pretendemos, que futuro vislumbramos? Estes questionamentos surgem como ponto de partida para o encontro que será realizado no Rio de Janeiro.

Senadores, deputados federais e estaduais, governadores e lideranças do PSDB de todo o país vão participam do evento. Os debates serão divididos em duas mesas, formadas por economistas e cientistas sociais, muitos dos quais integraram a equipe que criou o Plano Real. 

Economia e Social
A primeira mesa, de economia, terá a participação de Pérsio Arida, Gustavo Franco, Armando Castelar e Armínio Fraga. A mediação será da economista Monica Baumgarten de Bolle.

O debate sobre os temas da área social será conduzido pelo economista Edmar Bacha, na mesa formada por Simon Schwartzman, Claudio Beato, Marcelo Abi-Ramia Caetano e Andre de Medici.

Agenda
Segundo o presidente do Instituto, o ex-governador cearense Tasso Jereissati, o evento desta segunda-feira (7) será o primeiro de uma série de debates com que o Instituto Teotônio Vilela pretende contribuir de forma mais efetiva para a condução dos rumos do país.

“Este primeiro seminário se concentrará em dois temas: economia e assuntos sociais. Nosso plano é promover outros encontros deste tipo debatendo temas igualmente relevantes. O meio-ambiente, por exemplo, merece um encontro exclusivo. Esse seminário não é o fim de um processo de discussão, mas o início”, afirma Jereissati.

O tucano afirma ainda que “conseguindo atravessar os principais temas, teremos condições de, com a ajuda de representantes de toda a sociedade brasileira, preparar um conjunto de ideias a serem entregues ao PSDB. Com elas, teremos condições de construir o conjunto de bandeiras que vai nortear nosso trabalho político daqui em diante. É essa a função do ITV. Discutir e entregar ao partido o resultado desta discussão”.

Encerramento
O evento será encerrado com as palestras do presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, e do presidente de Honra do PSDB, Fernando Henrique Cardoso.










Nacional
Atualizado em: 02/11/2011 - 6:50 pm


Agnelo e Orlando Silva

Gravações da Polícia Civil mostram que o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), prometeu ajudar o policial militar João Dias Ferreira, pivô da queda do ex-ministro Orlando Silva (PCdoB), a preparar a defesa no processo em que é acusado de desviar dinheiro do Ministério do Esporte. A informação está no Jornal O Globo.

Os diálogos, divulgados nesta terça-feira pelo “DF TV”, da TV Globo, mostram intimidade entre o governador e João Dias. Numa das conversas, gravadas com autorização judicial, Agnelo chama o policial de “meu mestre!”.

Em outro trecho, Ana Paula, mulher de João Dias, pede a Agnelo que contrate advogados para defender o policial, que acabara de ser preso por conta das acusações de desvios de dinheiro do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte.

Os diálogos foram gravados entre fevereiro e março de 2010. Ex-ministro do Esporte, Agnelo era na época diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Acossado pelas investigações, o policial recorreu a Agnelo, que, meses depois, seria eleito governador do Distrito Federal.

Numa das conversas, João Dias pede a Agnelo que oriente o professor Roldão Lima a ajudá-lo. Professor de uma escola em Sobradinho, Roldão poderia fornecer fichas de alunos para João Dias preencher o cadastro de crianças matriculadas no Segundo Tempo.

Vou estar encontrando agora, daqui a uns cinco minutos, o professor Roldão, e aquele assunto que a gente tratou, não sei se o senhor se lembra, ano passado… – diz João Dias.
Lembro – responde Agnelo.

O policial vai direto ao assunto:
Eu queria o seguinte: colocar o senhor na linha com ele. Falar só um “bom dia” mesmo.

O governador aceita a sugestão:
Vou dar um toque nele só para reforçar ele (sic) – diz.

Em outra conversa, já na companhia de Roldão, João Dias liga novamente para Agnelo.
Meu mestre! – responde Agnelo, referindo-se a João Dias.

Na investigação, a Polícia Civil documentou um encontro em que Roldão entrega uma pasta a João Dias. Semanas depois, João Dias e mais quatro pessoas, todas acusadas de desviar dinheiro do Segundo Tempo, foram presas na Operação Shaolin, da Polícia Civil. Após a prisão, Ana Paula pediu ajuda a Agnelo:

A Polícia Civil está fazendo mandado de busca e apreensão aqui em casa e tá levando o João Dias preso. Então ele pediu que eu fizesse um contato com o senhor para que o senhor, se possível, já viabilizasse os advogados para poder ajudar – diz Ana Paula, em mensagem deixada no telefone do governador.

Em outra gravação, após uma troca informal de cumprimentos, João Dias passa o telefone para que Agnelo fale com o professor:
Tô almoçando com um grande amigo aqui. Deixa eu passar pra ele aqui – diz o policial.

Agnelo fala então com Roldão:
Vou combinar, falar com o João, para ir tomar um café contigo. Viu?
Será uma satisfação. E vamos conversar, porque tem muita coisa aí que a gente precisa conversar – responde Roldão.

Agnelo disse nesta terça-feira que a fita não é suficiente para incriminá-lo:
Mostre alguma coisa de eu pedindo alguma ilegalidade!

A deputada distrital Celina Leão (PSD) disse que o teor dos diálogos reforçará o movimento pela criação da CPI do Segundo Tempo, na Câmara Legislativa. Ela informou que já tem cinco das oito assinaturas necessárias para pedir a CPI. Ao longo da tarde, porém, 19 dos 25 deputados distritais assinaram nota de apoio a Agnelo.

Do O Globo










Jogo Rápido
Atualizado em: 02/11/2011 - 4:42 pm


O ex-ministro-chefe da Casa Civil e deputado cassado, José Dirceu (PT), lança nesta quinta-feira (3), em Fortaleza, o livro “Tempos de Planície” (Alameda, 382 páginas). O evento está marcado para começar às 18h30, na Livraria Cultura do Shopping Varanda Mall (Av. Dom Luís, 1010 – Meireles).

A obra reúne 73 artigos publicados de 2006 a 2010 nos principais veículos de comunicação do país. Os textos estão organizados em oito capítulos temáticos e revelam discussões sobre os desafios que o Brasil tem em sua trajetória de desenvolvimento na visão do petista. 

O conteúdo organizado em “Tempos de Planície” resume a visão do ex-ministro sobre os assuntos mais relevantes ao país, debatendo da reforma política à comunicação e mídia; da conjuntura internacional às políticas sociais e econômicas; da infraestrutura à importância dos movimentos sociais.

“Os artigos reunidos nessa coletânea representam parte do que têm sido minhas atividades e reflexões desde que saí do governo e tive cassado meu mandato parlamentar. Um de meus desafios, perante gerações presentes e futuras, é demonstrar que um militante não precisa de cargos e postos para travar o bom combate”, afirma Dirceu na introdução do livro.










Greve
Atualizado em: 02/11/2011 - 3:40 pm


Imagem da primeira reunião com o Governo, após suspensão da greve

Os professores da rede pública estadual de ensino se reuniram com o Governo do Estado, nesta terça-feira (1º), na Secretaria Estadual de Educação (Seduc).

De acordo com Penha Alencar, diretora do Sindicato dos Professores e Servidores do Ceará (APEOC), o Governo apresentou tabela de readequação do Plano de Cargos e Carreiras.

A categoria vai se reunir na sexta-feira (4) para discutir a proposta apresentada. Segundo a diretora, os professores reivindicam ganho real no plano. Na sexta-feira (11), os professores vão se reunir em Assembleia, para decidir os próximos passos das negociações.

Suspensão da greve
O professores decidiram suspender a greve por trinta dias, no dia 7 de outubro. A votação foi acirrada e houve princípio de tumulto no Ginásio Paulo Sarasate, local da assembleia.

Apesar da decisão, muitos professores foram contra à suspensão da greve e acusaram o presidente do Sindicato dos Professores e Servidores do Ceará (APEOC), Anízio Melo, de “traidor”, “vendido” e “pelego”.

Reivindicações
Os professores reivindicavam a implantação da Lei do Piso Nacional do Magistério com repercussão no Plano de Cargos Carreiras e Salários em todas as faixas da categoria.

Leia mais:
Professores da rede estadual protestam pedindo greve imediata
Professores do Estado se reúnem para avaliar negociações
Professores realizam plenária para discutir negociações
Professores voltam as aulas após 63 dias de greve

Redação Jangadeiro Online, com informações do Sindicato APEOC










Agenda
Atualizado em: 02/11/2011 - 2:27 pm


Coronel Robson Rodrigues da Silva cumpre agenda de trabalho em Fortaleza nesta quinta.

O coronel Robson Rodrigues da Silva, chefe do Estado-Maior Administrativo da Polícia Militar do Rio de Janeiro e ex-coordenador geral das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP’s) estará em Fortaleza, na quinta-feira (03/11), para ministrar palestras dentro do projeto que visa contruir uma agenda propositiva para a Segurança Pública cearense.

Os eventos são promovidos em parceria pela  Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP) e o Instituto de Estudos e Pesquisas para o Desenvolvimento do Estado do Ceará (Inesp) da Assembleia Legislativa.

Agenda
O conferencista participa de reunião com o corpo de gestores da AESP e, às 10h falará para alunos e visitantes da Academia sobre “As representações da violência no Estado do Rio de Janeiro”. O evento, que acontece no auditório da AESP, integra o ciclo de conferências Segurança Cidadã: construindo confiança.

Às 15h, Robson Rodrigues segue para o Complexo das Comissões da Assembleia Legislativa, onde participa do projeto Ponto de Vista, a fim de abordar “A Experiência das Unidades de Polícia Pacificadora – UPPs – do Rio de Janeiro”. Também compõe a mesa de debate o sociólogo e diretor geral da AESP, César Barreira.

Debate
O projeto tem como objetivo criar um ambiente de reflexão sobre as temáticas públicas atuais e é promovido pelo Inesp, em parceria com a Comissão de Defesa Social e a Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP).

Antes das palestras, gratuitas e abertas ao público, coronel Robson falará com a imprensa.

Programação
Data: 03 de novembro

10h: Palestra “As representações da violência no Estado do Rio de Janeiro” no auditório da AESP – Avenida Presidente Costa e Silva, 1251 – Mondubim

15h: Palestra “A Experiência das Unidades de Polícia Pacificadora – UPPs – do Rio de Janeiro”, no Complexo das Comissões da Assembleia Legislativa – Av. Desembargador Moreira, 2807, no bairro Dionísio Torres.










Greve
Atualizado em: 02/11/2011 - 1:21 pm


Professores e servidores técnico-administrativos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), suspenderam paralisação que já durava três meses. A categoria se reuniu em assembleia na terça-feira (1º) e aprovou a suspensão da greve até março de 2012.

De acordo com o membro da diretoria colegiada do sindicato da categoria, professor Venício Soares de Oliveira, a greve já havia sido suspensa em âmbito nacional no último dia 22 de outubro. Alguns estados continuaram parados para deliberarem pautas específicas.

Os servidores do IFCE aceitaram as propostas da reitoria para dois pontos considerados mais importantes da pauta de reivindicação: A votação da progressão funcional da categoria e a fixação das 30 horas semanais para os servidores técnico-administrativos.

Reposição de aulas
A partir desta quinta-feira (3), professores, servidores, alunos e demais integrantes da comunidade acadêmica se reúnem para definir o calendário de reposição de aulas. As aulas já devem começar na próxima segunda-feira (7) e a conclusão do segundo semestre letivo de 2011 deve acontecer até março do próximo ano, quando está prevista uma nova paralisação da categoria.

Leia mais:

IFCE e servidores avançam nas negociações sobre o fim da greve

Servidores do IFCE em Acaraú paralisam atividades
Prejuízos em quase 2 meses de greve dos servidores do IFCE










Jogo Rápido
Atualizado em: 02/11/2011 - 10:12 am


Rivônio Morais Pinho é o novo Superintendente do Banco do Nordeste no Ceará. Ele foi nomeado oficialmente na terça-feira (01/11) pelo presidente da instituição, Jurandir Santiago. O servidor assume a Superintendência substituindo Isidro Moraes de Siqueira, nomeado para a diretoria de Controle e Risco do Banco.

Perfil
Rivônio Morais Pinho ingressou no Banco do Nordeste em 1985, como escriturário. Foi caixa, agente de desenvolvimento durante nove anos e em 2004 assumiu a gerência da Agência de Boa Viagem (CE). Posteriormente, assumiu a gerência da Agência de Sobral (CE). Desde março deste ano até hoje, Rivônio estava à frente da Agência de Itapipoca (CE).

Posse
A posse de Rivônio Morais Pinho acontecerá na próxima segunda-feira (7/11), às 18horas,  na sede da Superintendência do BNB no Ceará.

O novo Superintendente diz que, ao assumir o cargo, pretende atuar na pulverização do crédito. “Procurarei trabalhar na busca pelo reconhecimento do Banco do Nordeste, como instituição importante para a região, que beneficia, principalmente, os pequenos empreendedores”, afirma.

 










Ceará
Atualizado em: 02/11/2011 - 8:39 am


Agricultores podem ser prejudicados caso as prefeituras não efetuem os pagamentos

Sete municípios estão inadimplentes no pagamento das parcelas do Programa Garantia Safra. A dívida é referente a safra 2010/2011 e deve ser quitada até esta sexta-feira (4). Todos os municípios devem contribuir anualmente com 3% do valor dos benefícios previstos, ou seja, R$ 20,40 por agricultor, para formar o seguro.

Municípios
Os sete municípios inadimplentes são: Abaiara, Ipaporanga, Poranga, Reriutaba, Tejuçuoca, Trairi e Umari. Sendo que as prefeituras de Ipaporanga e Poranga não pagaram nenhuma parcela, enquanto as demais estão devendo de uma a quatro parcelas.

Recursos
O Garantia Safra é formado pela contribuição dos municípios, mais os recursos do Governo Federal com aporte mínimo de 20% da previsão anual, e do Estado com 6% e do agricultor familiar com R$ 6,80 anuais.

Prejuízos
Segundo do secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, se a prefeitura ficar inadimplente, o município não entrará no Garantia Safra próximo ano. “Por isso é importante o pagamento de todas as parcelas”, enfatizou.

Liberação
Somente serão beneficiados os agricultores de municípios que fizerem a Comunicação de Ocorrência de Perda (COP), dentro do prazo de 180 dias e a partir do início do plantio noestado (01/01/2012), para envio dos laudos de verificação de plantio e colheita.

É fundamental a adesão das Prefeituras Municipais ao programa, por meio do termo de adesão, firmado com o Governo do Estado do Ceará.

 Com informações da Assessoria da SDA.