Greve
Atualizado em: 13/10/2011 - 5:21 pm


A maior parte dos trabalhadores dos Correios, que permaneceu em greve durante 28 dias, já retomou as atividades na manhã desta quarta-feira (13). Segundo o secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores de Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect), José Rivaldo da Silva, apenas alguns estados como Pernambuco, Rio Grande do Sul e Minas Gerais ainda estão realizando assembleias para determinar a volta ao trabalho.

Para o representante da Fentect, será preciso entre dez a 15 dias para regularizar a entrega das cerca de 185 milhões de correspondências e encomendas que deixaram de ser entregues desde o início da greve. “O compromisso dos trabalhadores é com a população. E, com esse compromisso de voltar ao padrão de excelência junto às comunidades, acho que é possível entre dez e 15 dias estar tudo em ordem”.

No próximo fim de semana, os funcionários que estiveram em greve vão trabalhar para começar a regularizar as entregas. Segundo os cálculos dos Correios, o prejuízo, com a greve, chegou a cerca de R$ 20 milhões por dia.

Na última terça-feira (11), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que os funcionários dos Correios voltassem ao trabalho a partir desta quinta. No julgamento do dissídio coletivo, o TST autorizou a empresa a descontar no salário dos grevistas o equivalente a sete dias de paralisação e os demais 21 dias de greve devem ser compensados com trabalho extra nos fins de semana.

Assista à matéria do Jornal Jangadeiro:

Leia mais:
Carteiros prometem Operação Tartaruga na entrega de correspondências
Fenaban chama bancários para rodada de negociações nesta quinta-feira
Sem acordo, greve dos Correios vai a dissídio coletivo
Médicos municipais recebem pagamento e cancelam reunião que aconteceria na quinta-feira

Da Redação do Jangadeiro Onlione com informações da Agência Brasil










Ceará
Atualizado em: 13/10/2011 - 5:19 pm


O Ministério Público do Estado apura possíveis irregularidades no alistamento eleitoral em municípios do Ceará. O objetivo da ação é evitar fraudes nas eleições de 2012. Foram expedidas requisições aos Cartórios Eleitorais pedindo que fiquem atentos ao número de eleitores inscritos e transferidos nas zonas.

São consideradas irregularidades o aumento maior que 10% no número de títulos transferidos em relação ao ano anterior, o número de eleitores ser maior que a soma da população entre 10 e 15 anos e maior que 70 anos, além do eleitorado da zona eleitoral ser 65% maior que a população do município.

Caso algum destes casos seja confirmado, os Promotores Eleitorais pedirão revisão do eleitorado na zona.

As investigações são organizadas pela Procuradoria Regional Eleitoral e pelo Centro de Apoio Operacional Eleitoral (CAOPEL). Elas estão acontecendo este ano, porque a legislação eleitoral proíbe revisão de eleitorado no ano das eleições.

Leia mais:
Urnas eletrônicas resistem a tentativas de fraudes depois de quatro dias de testes
Vídeo: Denúncias de fraudes na construção de kits sanitários em 5 cidades
MP garante que vai investigar denúncia de fraude em licitação envolvendo Petrobras e empresa de Eunício

Redação Jangadeiro Online, com informações do MPCE










Ceará
Atualizado em: 13/10/2011 - 5:18 pm


A presidente Dilma Rousseff nomeou o juiz Francisco Tarcísio Guedes Lima Verde Júnior como novo desembargador Federal do Trabalho do Ceará, nesta quinta-feira (13). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União e a posse do magistrado está marcada para a próxima segunda-feira (17), às 15h, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT/CE).

O juiz Francisco Tarcísio Guedes se formou em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC) em 1992. Exerceu a profissão como advogado por dois anos e como promotor de Justiça do Estado, por quatro. Foi titular das varas do Trabalho no Crato, Sobral, Fortaleza e Caucaia.

De acordo com o documento, o juiz foi nomeado pelo critério de merecimento.

Leia mais:
Desembargador Cláudio Soares Pires toma posse na presidência do TRT/CE
TRT anula lista tríplice de promoção para vaga de desembargador

Redação Jangadeiro Online, com informações do TRT/CE










Tribunais
Atualizado em: 13/10/2011 - 3:20 pm


Sede do TCM

O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM) vem desenvolvendo um  Projeto de Auditoria Operacional. O objetivo é aferir, em campo, se os resultados dos programas realizados pelos municípios, em diferentes setores, podem ser considerados positivos na relação custo-benefício.

Na fase inicial as equipes do TCM colherão informações para estabelecer diagnóstico sobre o funcionamento do Programa Brasil Alfabetizado (alfabetização de jovens e adultos). Os dados que forem registrados, informa o presidente do TCM, Manoel Veras, servirão de base para ajustes no projeto, “que estabelecerá novo referencial no modelo de fiscalização que executamos”.

Ele explica que, “a partir de agora, verificaremos não somente as questões formais de contratos, legalidade e outras questões afins. Vamos avaliar, igualmente, a qualidade dos resultados das políticas públicas municipais, aspecto importante do ponto de visita do bom uso do dinheiro dos contribuintes”.

Na montagem do modelo que passa a operar, o TCM contou com a assessoria técnica do Tribunal de Contas do Estado de Bahia, que, via convênio, treinou a equipe dos profissionais cearenses que irão aos municípios.

Com informações do TCM










Ficha Limpa
Atualizado em: 13/10/2011 - 2:28 pm


O Supremo Tribunal Federal (STF) vai decidir se a norma irá valer integralmente para as eleições de 2012

Câmaras de vereadores e assembleias de quase todo o país se mobilizam para aprovar leis que proíbam prefeituras, governos estaduais e casas legislativas de contratar para cargos de confiança funcionários que tenham problemas com a Justiça.

No âmbito municipal, projetos desse tipo já estão em vigor ou em processo de votação em 22 cidades; seis estados e o Distrito Federal também estão agindo para evitar a contratação de quem não tiver a ficha limpa.

Ficha Limpa
Sancionada há mais de um ano, a Lei da Ficha Limpa federal proíbe a candidatura de quem já foi condenado em segunda instância por crimes diversos – que vão de delitos contra a economia popular à formação de quadrilha – e de políticos que renunciaram ao mandato para escapar de processo de cassação.

A expectativa é que o Supremo Tribunal Federal (STF) decida em breve se a norma vai valer integralmente para as eleições de 2012.

Modelo
Inspirados na norma federal, prefeituras e estados querem impor mais restrições a pessoas que vão assumir cargos importantes, como secretários e presidentes de empresas públicas.

E mais
Segundo a organização não governamental Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), em dez cidades a “ficha limpa municipal” já está em vigor. Entre elas, duas capitais: Belo Horizonte e Manaus.

Em pelo menos 12 municípios, propostas de ficha limpa estão em discussão no Legislativo, como Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Teresina e Salvador.

Do O Globo










Ceará
Atualizado em: 13/10/2011 - 1:22 pm


Banheiro construído em Cariús. Foto: TCE

O Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE)divulgou nesta quinta-feira (13), mais três relatórios de inspeção, referentes à construção de kits sanitários em municípios do interior do Ceará. Foram constatadas irregularidades como prorrogação indevida do convênio, prestação de contas em atraso, falta de fiscalização da Cagece, precariedade na orientação técnica da Secretaria da Cidades e plano de trabalho deficiente, com início do cronograma antes da assinatura do convênio.

Associações beneficiadas
A investigação do TCE-CE desta vez teve como alvo o convênio firmado entre a Secretaria da Cidades e três associações comunitárias do município de Cariús, denominadas União de Brava (R$ 138.000,00, para 69 kits), Sítio Felipe I (R$ 120.000,00 para 60 kits), e Associação dos Pequenos Agricultores e Agricultoras da Região de Bela Vista (R$ 100.000,00, para 50 kits).

Leia ainda:
Inspetoria do TCE responsabiliza 1º escalão da secretaria das Cidades e sugere devolução do dinheiro 
Escândalo dos Banheiros: Veja qual a participação dos servidores exonerados, segundo a Secretaria das Cidades 
Banheiros Fantasmas: Camilo nega envolvimento mas exonera três servidores após sindicância  

Obras iniciariam antes do convênio ser assinado
De acordo com o relatório, as mesmas irregularidades foram encontraras nos 3 convênios. O de número 260, por exemplo, refere-se à liberação de 100 mil reais para a construção de 50 kits sanitários para população de baixa renda, na região da Bela Vista. O período de execução seria de novembro de 2010 a maio de 2011. Ficou constatada irregularidade, já que as obras iniciariam antes do convênio estar assinado, como descrito na página 3 relatório:

“verifica-se, de imediata, a impropriedade nesse planejamento, tendo em vista que o termo do convênio foi assinado somente em 09/novembro/2010, implicando que o período inicial para execução do convênio encontra-se previsto antes mesmo de sua assinatura. Isto é, o convenente deveria iniciar a execução do objeto sem a existência jurídica do convênio”;

Atraso na liberação de verbas
Também foi verificado problema no cronograma de desembolso das verbas, previstas para serem liberadas em duas parcelas:

“o repasse da 1ª parcela efetivou-se em 3/dezembro/2010, isto é, a primeira com atraso de 1 (um) mês. Já a 2ª parcela foi liberada em 8/junho/2011, com um atraso de 5 (cinco) meses”.

Precariedade na orientação técnica
As empresas beneficiadas com os convênios são sediadas no interior do estado, e carecem de suporte técnico e orientações para o desempenho dos serviços. A inspeção constatou falha da Secretaria das cidades neste quesito:

“Restou comprovada a precariedade de orientação técnica por parte da Secretaria das Cidades quando da realização das inspeções in loco. É bom registrar que as associações convenentes, em sua grande maioria, sediadas em municípios no interior do Estado, não possuem pessoal e nem capacidade/estrutura técnica para consecução do objeto conveniado”.

Omissão da Cagece
A Cagece, segundo o relatório do TCE-CE, deveria realizar fiscalização mensal e inspeção das obras de saneamento que estão sendo realizadas pelos municípios. A partir daí deveria emitir relatórios, para posterior aprovação da COHAB, Coordenadoria de Habitação, no entanto tal atividade não foi realizada. O que também colabora para as irregularidade.

“Ressalte-se que a precariedade de orientação técnica, acompanhamento, fiscalização e inspeção é, geralmente, responsável pela culminação de uma gama de irregularidades e, em certos casos, até pela não execução do objeto conveniado, uma vez que a frouxidão e a tentação andam, infelizmente, de mãos dadas”.

Atraso na prestação de contas
O relatório questiona ainda o atraso na prestação de contas, que deveria ter sido apresentada 60 dias após a liberação de cada parcela. No caso da primeira parcela atrasou dois meses e meio, e na segunda parcela, mais de três meses.

“Considerando que a Secretaria das Cidades repassou a 1ª parcela em 3/dezembro/2010, a convenente deveria ter prestados contas até 3/fevereiro/2011. Tal fato não ocorreu, pois somente em 18/abril/2011 foi protocolada a reclamada prestação de contas parcial, conforme Processo SPU nº 11225889-1 (em anexo). Atraso maior ocorreu na prestação de contas parcial da 2ª parcela: repasse em 8/junho/2011 e até a data de inspeção in loco (28/setembro/2011), o convenente ainda estava construindo os kit’s referentes a essa parcela”.

Prorrogação indevida dos convênios
O convênio também foi prorrogado indevidamente. Assinado em novembro de 2010, deveria encerrar 6 meses depois de sua assinatura, ou seja, maio de 2011. A Secretaria das Cidades ampliou o prazo sem motivo justificado.

“A Secretaria das Cidades alterou o convênio in comento em uma oportunidade, prorrogando o seu prazo de vigência. Entretanto, não se detectou a subsistência da devida MOTIVAÇÃO, reclamada pela cláusula transcrita anteriormente – mediante proposta devidamente justificada”.

Apesar do convênio da Comunidde Bela Vista ter sido usado como exemplo, o TCE constatou os mesmos problemas nos convênios assinados com as outras duas comunidades. Em resumo, faltou fiscalização da Cagece, suporte técnico, respeito aos prazos de liberação de verbas, bem como de prestação de contas e cronograma; além da prorrogação indevida dos prazos dos convênios.

Os relatórios vão servir para apoiar os pareceres da conselheira Soraia Victor, no processo que envolve o “escândalo dos banheiros”, para posterior avaliação do pleno do Tribunal.










Charge
Atualizado em: 13/10/2011 - 12:55 pm


A reunião do MAPP vai até sexta-feira (14)

O governador Cid Gomes (PSB) definiu, para o dia 11 de novembro deste ano, a data de inauguração da primeira etapa da reforma do Estádio Castelão, em Fortaleza, que será usado durante a Copa do Mundo de 2014. A decisão foi anunciada durante reunião, nesta quinta-feira (13), com secretários e diretores de órgãos vinculados do Estado, para avaliação do Monitoramento de Ações e Programas Prioritários (MAPP).

Com a entrega da primeira etapa da reforma, há a perspectiva de que Fortaleza seja também uma das sede da Copa das Confederações, em 2013. De acordo com informações da Secretaria Especial da Copa, após toda a reforma, o Estádio vai comportar 67 mil torcedores, 8 mil a mais do que antes. Além da ampliação da capacidade interna, também estão previstas mudanças no entorno do Castelão. Uma delas será a construção de um estacionamento para 3.900 vagas.

O encontro
O encontro em que o governador está reunido com secretários e diretores de órgãos do Estado é o terceiro deste ano de avaliação do MAPP . Na reunião, que ocorre até esta sexta-feira (14) no Palácio da Abolição, sede do Governo Estadual, são feitas as avaliações sobre o andamento de cada projeto em todas as secretarias e órgãos, sendo definido também o calendário de conclusão de projetos para até o fim de 2011.

Leia mais:
Fifa cobra mudanças na Lei Geral da Copa de 2014
Reforma do Castelão é obra mais avançada da Copa
Visitas às obras do Castelão serão sorteadas

Da Redação do Jangadeiro Online, com informações do Governo do Estado










Fortaleza
Atualizado em: 13/10/2011 - 11:58 am


(Foto retirada do twitter @rodrigoalmei)

A Ordem dos Advogados do Brasil avalia qua a Marcha Contra a Corrupção, realizada em Fortaleza no feriado de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro), reflete o amadurecimento político da população brasileira. Para o presidente da entidade, Valdetário Monteiro, a população está entendendo que há problemas sérios na atividade política e que as pessoas estão ficando à margem disso”.

Ele cita o emprenho da OAB nacional, que recentemente colocou 200 mil advogados nas ruas, a favor do Conselho Nacional de Justiça, CNJ, que é considerada uma ferramenta de cidadania”.

Para Valdetário, um dos fatores importantes para essa atuação da população é a discussão permanente das entidades de classe sobre a corrupção no meio político, o que colabora para o amadurecimento do país, democracia plena, defesa da bandeira da justiça e, consequentemente faz com que os jovens se motivem para a causa”.

Protesto em Fortaleza
Milhares de pessoas das principais capitais do País se reuniram nesta quarta-feira (12), feriado de Nossa Senhora de Aparecida, para uma “Marcha em Combate a Corrupção e a Impunidade”. Em Fortaleza, centenas de manifestantes se concentraram por volta das 16 horas, na Praça da Imprensa, bairro Dionísio Torres. O perscurso seguiu por toda a avenida Antônio Sales, dobrando na avenida Engenheiro Santana Júnior, terminando no anfiteatro do Parque do Cocó.

Leia mais:
Centenas de pessoas participam de Marcha contra a Corrupção em Fortaleza










Nacional
Atualizado em: 13/10/2011 - 11:35 am


O Senado enviará nos próximos dias para a Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 570/09, do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que prevê a destinação de 2% da arrecadação das loterias da Caixa Econômica Federal ao Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem), com o objetivo de integrar os adolescentes à escola e qualificá-los profissionalmente.

O projeto foi aprovado na última terça-feira (11) pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado e agora segue para apreciação dos deputados, que devem discutir de onde tirar os 2% propostos, uma vez que a arrecadação das nove modalidades de jogos está toda rateada e sobram apenas 32,2% para o prêmio líquido da Mega-Sena, por exemplo, ou 45,5% no caso da Loteria Federal.

Do todo, 20% são separados para despesas de custeio e para a manutenção dos serviços e percentual aproximado é descontado de Imposto de Renda, variando de acordo com a modalidade. Do que sobra, a Seguridade Social fica com boa parte, seguida por destinações para o crédito educativo, para os esportes, para o Fundo Nacional da Cultura e para o Fundo Penitenciário Nacional. Além disso, 22% da Timemania são destinados à recuperação das dívidas dos clubes de futebol com a União.

De onde tirar?
O problema vai ser de onde tirar os 2% sugeridos pelo projeto, mas o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE), relator da proposta, está otimista quanto à aprovação da matéria também pelos deputados. Segundo ele, a Caixa Econômica Federal arrecadou R$ 8,8 bilhões no ano passado com as loterias e 2% disso resultariam em uma injeção de R$ 176 milhões, equivalentes a 14% do orçamento do ProJovem neste ano.

Com informações da Agência Brasil










Ceará, Greve
Atualizado em: 13/10/2011 - 10:55 am


Carteiros prometem Operação Tartaruga na entrega de correspondências

Funcionários dos Correios decidiram em assembleia geral nesta manhã (13) suspender a greve, depois de 28 dias de paralisação, na sequência das decisões da categoria em outros estados do país. A suspensão tinha sido ordenada pelo Tribunal Superior do Trabalho na última terça-feira, quando foi julgado o dissídio coletivo dos trabalhadores.

Como manobra para continuar a pressionar os dirigentes da empresa, os funcionários do Ceará decidiram adotar a partir de hoje a “operação tartaruga”.

“Nós sabemos trabalhar mais rápido e mais devagar.. e agora a gente não vai fazer nenhum esforço para colocar as entregas em dia” explica a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos e Similares do Estado do Ceará (Sintect-CE), Lourdinha Félix.

Segundo um balanço divulgado pela assessoria de comunicação dos Correios no Ceará o número de correspondências atrasadas no estado, do início da greve até o início da semana, é superior a 1 milhão e 730 mil. “A gente fez a greve justamente por que era impossível atender a demanda antes.. a tendência agora é piorar” completa o carteiro Miguel Dias.

Dissídio
No julgamento do dissídio coletivo, os ministros do TST também autorizaram a empresa a descontar no salário dos grevistas o equivalente a sete dias de greve e os demais 21 dias de paralisação devem ser compensados com trabalho extra nos fins de semana. No caso de descumprimento da determinação, a multa diária estabelecida foi R$ 50 mil.

O Tribunal garantiu o cumprimento de pontos decididos na última reunião de conciliação entre a diretoria dos Correios e os funcionários, que incluem aumento real de R$ 80 a partir de outubro e reajuste de salários e benefícios de 6,87% retroativo a agosto.

Leia mais:
Fenaban chama bancários para rodada de negociações nesta quinta-feira

Sem acordo, greve dos Correios vai a dissídio coletivo
Médicos municipais recebem pagamento e cancelam reunião que aconteceria na quinta-feira

Da Redação do Jangadeiro Online, com informações do repórter Omar Jacob










Articulação, Nacional
Atualizado em: 13/10/2011 - 10:26 am


Fifa quer a liberação de bebidas alcoólicas nos estádios brasileiros

O impasse envolvendo pontos da Lei Geral da Copa do Mundo de 2014 é tema de uma reunião nesta quinta-feira (13) em Brasília. O ministro do Esporte, Orlando Silva, reúne-se com dirigentes da Federação Internacional de Futebol (Fifa), que divergem sobre vários aspectos da legislação. Para a Fifa, o Brasil precisa rever a questão da meia-entrada, da venda de bebidas alcoólicas nos estádios e da punição para os responsáveis por pirataria.

No último dia 3, em Bruxelas, na Bélgica, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, apelou, à presidenta Dilma Rousseff e a Orlando Silva, para que o governo modifique a legislação, atendendo às solicitações da federação. Apesar disso, na reunião, foi sinalizado que podem ser revistos apenas a venda de bebida alcoólica e a meia-entrada para estudantes, temas contidos em legislações que não estão em âmbito federal.

Punição para pirataria
O ministro ressaltou que a venda de meia-entrada para idosos não deve ser negociada. Também disse que o Brasil já dispõe de uma rígida legislação para punir os responsáveis por pirataria. Para a Fifa, é importante que o governo aumente a pena de prisão para os responsáveis por falsificar produtos durante a Copa de 2014. No Brasil, o crime por pirataria é de um a três meses de prisão. Para a federação, o ideal é elevar a prisão para, no mínimo, três meses e, no máximo, um ano.

Lei Geral da Copa
A Lei Geral da Copa foi enviada há cerca de 20 dias ao Congresso. O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), criou uma comissão especial para analisá-la e encaminhá-la o mais rápido o possível ao plenário da Casa. Uma vez aprovada na Câmara, a lei deve ser encaminhada ao Senado. A previsão é que os senadores votem a proposta no próximo ano.

Saúde na Copa
Paralelamente, a Câmara Temática da Saúde para a Copa 2014 tem reuniões nesta quinta (13) e sexta-feira (14) para elaborar o plano de ação em Assistência e Vigilância em Saúde para o evento esportivo mundial. O grupo é formado por representantes de vários setores do Governo Federal. O coordenador da Câmara Temática de Saúde é o secretário executivo adjunto do Ministério da Saúde, Adriano Massuda.

Leia também:
Estados e cidades discutem elaboração de leis para a Copa do Mundo de 2014
Nos jornais: meia-entrada da Copa alcançará R$ 180 milhões
Alteração na Lei Geral da Copa será proposta pelo governo

Do Blog de Esportes, com informações da Agência Brasil










Greve
Atualizado em: 12/10/2011 - 6:56 pm


A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) rompeu o silêncio e convidou nesta quarta-feira (12) o coordenador do Comando Nacional dos Bancários, Carlos Cordeiro, para uma reunião de negociação às 16 horas desta quinta-feira, para tentar acabar com a greve da categoria, iniciada em 27 de setembro e que mantém mais de 9 mil agências bancárias fechadas em todo o país.

A informação foi divulgada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) logo depois da manifestação da Fenaban. Como afirma Carlos Cordeiro, que também preside a Contraf, “foi a força da greve que reabriu finalmente o diálogo e agora esperamos que os bancos venham para a mesa de negociações com uma proposta decente, que atenda as justas reivindicações da categoria”.

A greve, que já é a maior da categoria nos últimos 20 anos, foi deflagrada depois que as assembleias dos sindicatos rejeitaram a proposta de reajuste de 8% feita pela Fenaban, que significa apenas 0,56% de aumento real. Os bancários reivindicam reajuste de 12,8% (aumento real de 5% mais a inflação do período), valorização do piso, maior participação nos lucros e resultados, mais contratações, extinção da rotatividade, fim das metas abusivas e combate ao assédio moral, entre outros pleitos.

“Os bancos brasileiros são os que mais lucram na América Latina, no entanto, pagam um piso salarial menor do que o recebido por argentinos e uruguaios, mas pagam bônus milionários para seus altos executivos, os maiores do continente”, aponta Cordeiro.

Conforme pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e da Contraf-CUT, o salário inicial pago pelos bancos brasileiros em agosto de 2010 era equivalente a US$ 735, mais baixo que o dos uruguaios (US$ 1.039) e quase a metade do valor recebido pelos argentinos (US$ 1.432).

“Um país onde os altos executivos dos bancos chegam a ganhar até 400 vezes mais que o piso salarial da categoria não pode ser chamado de justo”, sustenta o dirigente sindical. “Além disso, os bancos utilizam a alta rotatividade do mercado de trabalho, muito maior que em outros países, para reduzir a massa salarial dos bancários.”

Leia mais:
Bancários promovem manifestação na próxima sexta-feira
Bancários realizam assembleia geral para avaliar a greve

Greve dos bancários completa 11 dias e população reclama
Bancários decidem entrar em greve a partir da próxima terça

Com informações da Agência Brasil










Ceará
Atualizado em: 12/10/2011 - 6:50 pm


A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) realiza, nas próximas segunda (17) e terça-feira (18), o I Seminário Estadual de Educação Médica Permanente do Ceará, que ocorre na Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE).

O evento vai reunir gestores da saúde, instituições de ensino superior, coordenadores e supervisores de programas de residência médica e organizações representativas da categoria.

“O Seminário vai discutir os problemas de carência do profissional médico, além das questões acerca da ampliação do número de vagas de Residência Médica no Ceará”, afirmou a superintendente da ESP-CE, Ivana Barreto.

Leia mais:
Sesc realiza VI Seminário de Educação Popular em Saúde   
Seminário Internacional de Planejamento Urbano e Serviços Ambientais começa nesta terça

 Da Redação do Jangadeiro Online










Corrupção
Atualizado em: 12/10/2011 - 5:59 pm


Foto retirada do twitter @rodrigoalmei

Milhares de pessoas das principais capitais do País se reuniram nesta quarta-feira (12), feriado de Nossa Senhora de Aparecida, para uma “Marcha em Combate a Corrupção e a Impunidade”. Em Fortaleza, centenas de manifestantes se concentraram por volta das 16 horas, na Praça da Imprensa, bairro Dionísio Torres. O perscurso seguiu por toda a avenida Antônio Sales, dobrando na avenida Engenheiro Santana Júnior, terminando no anfiteatro do Parque do Cocó.

Antes de iniciar a caminhada, o Hino Nacional foi cantado por todos. Os manifestantes levaram muitas placas e cartazes com palavras de protestos, além de narizes de palhaço. Gritos de “Adeus, político ladrão! Adeus, corrupção”, altos falantes e até um trio elétrico embalado com a canção “Que País é Esse?”, clássico da banda Legião Urbana, mobilizaram a passeata.

Banheiros Fantasmas
O “escândalo dos banheiros” também foi lembrado, com cobranças do dinheiro que deveria ser destinado a construção de kits sanitários em municípios do interior do Ceará.

O objetivo dos organizadores do movimento, articulao através de uma rede social na internet, foi sensibilizar a população sobre a importância da lei da Ficha Limpa, do voto aberto no Congresso Nacional, Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais e também o combate irrestrito a qualquer tipo de corrupção.

Da Redação do Jangadeiro Online










Bastidores
Atualizado em: 12/10/2011 - 3:37 pm


Marcha contra a corrupção em Brasília. Foto: Congresso em Foco

Cerca de 7.000 manifestantes participam nesta quarta-feira (12) da marcha contra a corrupção em Brasília, de acordo com estimativas da Polícia Militar.

Organizados pela rede social Facebook, o grupo já havia feito o mesmo protesto no feriado de 7 de Setembro, quando aproximadamente 10 mil pessoas foram à Esplanada do Ministérios. A organização da marcha afirma que há cerca de 25 mil manifestantes no momento.

Pressão
Formalmente, a marcha pressiona pelo fim do voto secreto e em favor da Lei da Ficha Limpa, mas as faixas dos manifestantes mostram desde críticas ao governo e ao Judiciário até reivindicações por melhores salários no funcionalismo público.

Parte do grupo carrega uma pizza gigante, desenhada em um painel de 15 m. Outros carregam faixas com a mensagem como “País rico é país sem corrupção”, fazendo alusão ao slogan do governo Dilma Rousseff, “País rico é país sem miséria”.

Crítica aos Josés
Nominalmente, os manifestantes criticaram o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) e o deputado cassado José Dirceu, que saiu do governo Lula após o escândalo do mensalão. Ambos foram chamados de “ladrões” e “corruptos”.

Vestidos de preto, os manifestantes acompanham um carro de som que toca músicas como “Que país é esse”, do grupo Legião Urbana, e “Apesar de você”, de Chico Buarque.

Eles saíram às 11h da Museu da República e devem percorrer toda a Esplanada dos Ministérios até o Palácio do Planalto, onde planejam cantar o hino nacional.

Da Folha.com