Fortaleza
Atualizado em: 06/06/2011 - 4:33 pm


A prefeita Luiziane Lins (PT) visitou, na manhã desta segunda-feira (06), a obra da Praça da Juventude, na comunidade do Dendê, bairro Edson Queiroz. A praça tem orçamento de pouco mais de um milhão de reais e só deve ser concluída no segundo semestre de 2011.

Após visitar obra no Dendê, Luizianne fez pausa para o cafezinho na casa de uma moradora da região. Foto: reprodução da TV Jangadeiro.

Depois de visitar a obra, Luiziane Lins fez uma pausa para tomar um cafezinho e até provou uma fatia de queijo coalho na casa de uma moradora da região.

Praça
A Praça da Juventude do Dendê faz parte do Projeto Praças da Juventude, do Ministério do Esporte. Com um investimento de pouco mais de R$ 1 milhão, o equipamento pretende “proporcionar à população, além da prática esportiva, um espaço de convivência onde sejam desenvolvidas atividades culturais e de lazer”.

Greve professores
Durante a entrevista concedida à imprensa, a prefeita falou sobre o movimento grevista dos professores da rede municipal e disse que a gestão não dispõe de recursos financeiros para ceder as reivindicações da categoria.

Leia também: Professores e Servidores do PSF fazem reivindicação na Câmara Municipal
Professores protestam no pátio da Câmara Municipal de Fortaleza
Câmara de vereadores retoma polêmica sobre reajuste de professores

Apelo
Luiziante aproveitou o contato com os veículos de comunicação para fazer um apelo e pedir que os professores retomem as atividades.

“A gente quer fazer um apelo, até porque tem muitos jovens. Estamos em período de chuva e muitas crianças fora da escola e isso pra nós traz preocupação. Então a gente espera avançar na negociação, mas também garantindo a você (repórter) que não estamos fora da Lei e isso que tá sendo colocado na Câmara (de vereadores) no  Projeto de Lei, ele resolve definitivamente esse problema”, disse.

Veja ainda: Ranking da educação no Ceará mostra Pedra Branca em 1º e Fortaleza em 181º lugar

Novo nome p/ Educação
A prefeita também revelou que quando a greve dos professores for encerrada, a secretária Ana Maria Fontenelle , que hoje acumula as duas principais pasta da gestão municipal, vai deixar a Educação para dar prioridade à Saúde.

Luiziane Lins faz mistério sobre o nome de quem irá substituir a secretária e disse que já existem nomes. Entretanto, eles não serão revelados para não “baldear” a transição.

“Existem alguns nomes sim, mas eu acredito que vai merecer que a gente primeiro faça uma avaliação desse primeiro momento, né, pra consolidar a situação da secretária e depois a gente fala em nomes pra evitar baldiar o meio de campo, ok?!”, ressaltou Luizianne.

Fundeb
Ainda durante entrevista, a prefeita de Fortaleza falou sobre a denúncia de que a própria mãe, Luiza Lins e dois vereadores da base aliada estariam na folha de pagamento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) com salários de seis mil reais em média.

Leia Mais: Fortaleza: Professores denunciam que vereadores e mãe da prefeita recebem dinheiro do Fundeb

A prefeita disse que só tomou conhecimento do assunto através dos jornais, mas que acredita que a informação esteja incorreta. Entretanto, Luizianne afirmou que vai se “inteirar” da situação e depois voltar a discutir o fato.

“Eu, de fato, vi hoje no jornal, rapidamente, e eu acredito que isso tá equivocado até porque uma professora qualquer, independente de qualquer coisa, ela não decide como é que vai ser pago o salário dela. Isso é uma tarefa do governo, da administração. Eu vou me inteirar do assunto e volto a falar sobre ele”, prometeu Luizianne.

Acompanhe a matéria exibina no Jornal Jangadeiro desta segunda-feira (06/06):










Polêmica
Atualizado em: 06/06/2011 - 1:53 pm


Durante entrevista à imprensa, nesta segunda-feira (06), a prefeita Luizianne Lins (PT), presidente estadual do Partido dos Trabalhadores no Ceará, disse que o ministro chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, deve explicações públicas sobre a evolução patrimonial de 20 vezes em quatro anos.

“É um cargo muito delicado, é um cargo estratégico pro Governo e que pro próprio governo a estabilidade ela é importante, que haja uma estabilidade e não um questionamento permanente sobre uma pessoa com a dimensão tão importante”, disse Luizianne.

Pede pra sair
Luizianne evitou “condenar” o ministro afirmando que ainda “é muito cedo” para uma decisão final e sugeriu que o próprio Palocci avalie se ainda existe clima para permanecer no governo Dilma.

“Eu acho que ele mesmo deve ter o dicernimento de deixar o cargo se ele achar que não conseguirá explicar esse enriquencimento, supostamente, na proporção que foi”, afirmou a prefeita.

“É cedo pra gente condenar. Eu acho que é importante saber a origem dos recursos, o que que de fato gerou, se há irregularidades”, ressaltou.

Acompanhe a entrevista de Luziane Lins sobre Palocci:

Praça
As declarações de Luizianne Lins foram dadas durante visita da prefeita à Praça da Juventude que está sendo construída na comunidade do Dendê, no bairro Edson Queiroz.

Leia mais:
Luizianne Lins no Dendê










Ceará, Eleição
Atualizado em: 05/06/2011 - 7:26 pm


Francisco Eliésio (PSB/PMDB) é o novo prefeito de Alcântaras

Por uma diferença de apenas 60 votos Francisco Eliésio Fonteles, candidato pela coligação Justiça e Liberdade (PMDB/PSB) se elegeu prefeito de Alcântaras, região norte do Ceará. A votação aconteceu neste domingo (5) e transcorreu de forma tranquila.

Os pouco mais de 8 mil eleitores tiveram que voltar às urnas depois que o prefeito reeleito em 2008, Raimundo Gomes Sobrinho, teve o mandato cassado em novembro de 2009 e foi definitivamente afastado do cargo em agosto de 2010 por decisão da Justiça Eleitoral que entendeu que o gestor cometeu abuso de poder econômico e político.

Leia mais
Tranquilidade marca votação em Alcântaras
Domingo de eleição para escolha de novo prefeito em Alcântaras

Outros cinco municípios brasileiros tiveram eleições suplementares: Cordeiros, na Bahia; Aveiro, Brasil Novo e Bujaru, no Pará e Rio Novo do Sul, no Espírito Santo.

Com informações do repórter Ricardo Lima










Ceará, Eleição
Atualizado em: 05/06/2011 - 6:36 pm


Eleições tranquilas em Alcântaras, região norte do Ceará. Os 8.343 eleitores do município voltaram às urnas neste domingo (5) para escolher os novos prefeitos e vice. De acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral – TRE/CE, nenhum problema foi registrado na cidade. A polícia também não teve muito trabalho. Apenas duas ocorrências de crime eleitoral foram registradas. As duas foram de transporte irregular de eleitores. Os acusados foram presos e transferidos para Sobral. O TRE espera que o resultado seja conhecido ainda na noite deste domingo.

Três candidatos disputaram a eleição. Francisco Eliésio Fonteles, do PSB, é candidato pela coligação Justiça e Liberdade (PMDB/PSB). Outros duas candidaturas estão sub-judice: Francisco Charlys Moreira de Menezes é postulante pelo PSOL. Já Antônio Marcos Ximenes Carvalho, do PRP, concorre na Coligação Por um Alcântaras Melhor para Todos (PRP/PCdoB). O mandato dos eleitos será encerrado no dia 31 de dezembro de 2012.

Registro cassado
Antônio Marcos Ximenes Carvalho teve o registro de candidatura cassado pela Corte do TRE-CE, que o condenou por não ter prestado contas do exercício de 2005. Na época, ele era presidente da Câmara Municipal de Alcântaras. Além disso, a Corte do TRE considerou que o candidato tem parentesco por afinidade com o ex-prefeito do município, Raimundo Gomes Sobrinho, cassado, em novembro de 2009, por crimes eleitorais.

O candidato pode ainda recorrer ao TSE ou a coligação pode substituí-lo na chapa que disputará o pleito no próximo domingo.

Prefeito Cassado
O prefeito reeleito em 2008, Raimundo Gomes Sobrinho, teve o mandato cassado em novembro de 2009e foi definitivamente afastado do cargo em agosto de 2010 por decisão da Justiça Eleitoral que entendeu que o gestor cometeu abuso de poder econômico e político.

Outros cinco municípios tiveram eleições suplementares: Cordeiros, na Bahia; Aveiro, Brasil Novo e Bujaru, no Pará e Rio Novo do Sul, no Espírito Santo.

Com informações do Tribunal Regional Eleitoral e do repórter Ricardo Lima










Articulação
Atualizado em: 05/06/2011 - 4:22 pm


O secretário da Fezenda do Ceará, Mauro Filho (PSB/CE) abre o encontro, às 9h. O documento elaborado nesta segunda (06) será avaliado na reunião dos governadores do Nordeste na próxima sexta (10).

Os secretários da Fazenda dos estados do Nordeste têm encontro marcado aqui em Fortaleza, na segunda-feira (06),  para uma reunião técnica promovida pelo Governo do Ceará. Durante o evento, os gestores vão tentar formatar uma proposta prévia de Reforma Tributária. O encontro será aberto às 9 horas, no Hotel Gran Marquise, pelo Secretário Mauro Filho.

Governadores
O documento elaborado aqui será discutido na reunião de governadores da Região Nordeste que acontece na próxima sexta-feira (10) no Palácio da Abolição.

Proposta
O governador Cid Gomes defende que: “Em vez de reduzir a 2% o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas Operações Interestaduais (quando uma mercadoria é produzida em um estado e vendida em outro), a reforma tributária deveria estabelecer alíquotas diferenciadas conforme o grau de desenvolvimento do estado”.

A proposta foi apresentada por Cid Gomes no último dia 24 de maio, durante reunião de governadores da Região Nordeste com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Acordo
No encontro ficou acertado que os estados do Nordeste elaborariam uma proposta conjunta de reforma tributária. Atualmente, o governo federal propõe a redução da alíquota interestadual do ICMS para 2% até 2014. Pela proposta sugerida na reunião, a alíquota cairia para 7% nos estados com menor renda per capita e para 2% nos estados mais desenvolvidos. A medida, na prática, beneficiaria os estados menos ricos, que ficariam com maior parcela da receita do imposto.

“É como se estivéssemos pondo um preço para o estado se desenvolver. Quem elevar a renda per capita, vai ter de arcar com menos recursos do ICMS”, disse Cid Gomes durante a reunião com o Ministro.

Sem divisão
Segundo o Governador do Ceará, a proposta ainda tem a vantagem de não dividir os estados por regiões.

“Mesmo dentro do Nordeste, existem estados com renda per capita maior que outros”, explicou.

Com informações da Assessoria de Imprensa da secretaria da Fazenda do Ceará.










Fortaleza
Atualizado em: 05/06/2011 - 2:59 pm


Luizianne Lins (PT) prefeita de Fortaleza/ Foto: Kézya Diniz

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), vai visitar nesta segunda-feira (06), a partir das 10h, a construção da Praça da Juventude da comunidade do Dendê, no bairro Edson Queiroz.

Visita
Segundo a assessoria de imprensa, a obra, localizada na área da regional VI, está com 90% dos serviços concluídos. O objetivo da visita de Luizianne seria acompanhar de perto o andamento da construção da praça que está entre as demanda da comunidade local, por meio do Orçamento Participativo (OP).

Endereço
A Praça da Juventude do Dendê está localizada na rua Tenente Coronel Ésio Lima Verde, Praça Genésio Queiroz, no bairro Edson Queiroz.

Praça
A Praça da Juventude do Dendê faz parte do Projeto Praças da Juventude, do Ministério do Esporte. Com um investimento de pouco mais de R$ 1 milhão, o equipamento pretende “proporcionar à população, além da prática esportiva, um espaço de convivência onde sejam desenvolvidas atividades culturais e de lazer”.

Recursos
Segundo a prefeitura da capital, outra duas Praças da Juventude, uma no Bonsucesso e outra na Serrinha, aqui em Fortaleza,  já estão com recursos garantidos para a construção.










Primeiro Plano
Atualizado em: 05/06/2011 - 10:36 am


O programa Primeiro Plano recebeu o psiquiatra Alexandre Lima, que conversou com a jornalista Kézya Diniz sobre um mal que tem avançado nos últimos anos: a Síndrome do Pânico e a ansiedade. Confira a entrevista completa.










ALEC
Atualizado em: 05/06/2011 - 9:10 am


Plenário 13 de maio/ Assembleia Legislativa do Ceará

A Assembleia Legislativa promove, nesta segunda-feira (06/06), a patir das 9horas, no Plenário 13 de maio, a 3ª edição da Jornada Municipalista em homenagem as cidades cearenses que comemoraram sua emancipação política no mês de maio.

Objetivo
A ideia da Jornada Municipalista é promover uma maior interação entre as instâncias municipais e o poder legislativo estadual, fortalecendo a democracia e o desenvolvimento do Ceará.

Homenageados
Nesta edição, o Instituto de Estudos e Pesquisas para o Desenvolvimento do Estado do Ceará (Inesp) da AL, organizador do evento, vai homenagear 15 municípios: Guaraciaba do Norte, Tauá, Pacajus, Irauçuba, Groaíras, Catarina, Antonina do Norte, Palhano, Barroquinha, Potiretama, Pires Ferreira, Ibaretama, Ibicuitinga, Miraíma e Croatá.

Inesp
O evento, que será realizado no Plenário 13 de Maio, é uma iniciativa da Mesa Diretora da Casa. A oganização da Jornada é do Instituto de Estudos e Pesquisas para o Desenvolvimento do Estado do Ceará (Inesp) da Assembleia Legislativa.

Com informações da Agência de Noticias da Assembleia Legislativa










Charge
Atualizado em: 05/06/2011 - 8:38 am


Charge de Newton Silva para o Jangadeiro Online. É o caso Palocci dominando o noticiário e aumentando a pressão sobre o ministro da Casa Civil.










Denúncia
Atualizado em: 05/06/2011 - 6:27 am


Ministro Antonio Palocci. Foto: Agência Brasil.

A reportagem da revista “Veja” que chegou as bancas neste final de semana revela que o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, aluga um apartamento em São Paulo que está registrado em nome de uma empresa cujo principal sócio seria um “laranja”.

Segundo a revista, ele é um ex-funcionário da Prefeitura de Mauá que atualmente vive na periferia da cidade e que chegou a declarar não ter bens em seu nome.

Polêmica
Palocci está envolvido na polêmica e evita justificar a evolução do patrimônio pessoal, que, segundo reportagem do último dia 15 de maio do jornal “Folha de S.Paulo”, aumentou 20 vezes entre 2006 e 2010.

A Folha revelou que Palocci multiplicou seu patrimônio por 20 nos últimos quatro anos, enquanto foi deputado federal, e que usou rendimento da sua empresa, a Projeto, para comprar um apartamento de luxo e um escritório em São Paulo.

Apartamento
A matéria da “Veja” afirma que o imóvel de 650 metros quadrados localizado em Moema, perto do Parque do Ibirapuera, está avaliado em R$ 4 milhões, e o aluguel médio no prédio é de R$ 15 mil. Segundo a revista, no 14º Ofício de Registro de Imóveis de São Paulo, o apartamento pertence à empresa Lion Franquia e Participações Ltda, registrada em nome de dois sócios.

Laranja
De acordo com a publicação, o ex-funcionário da Prefeitura de Mauá Dayvini Costa Nunes aparece com 99,5% das cotas da empresa. A revista afirma ter conversado em duas oportunidades com Nunes, que tem 23 anos e é representante comercial. Na primeira, ele teria dito que nunca teve “bem algum” e desconhecia que seu nome constasse da relação de sócios da empresa. Em um segundo contato, teria admitido ter mentido na primeira entrevista e afirmou, segundo a reportagem de “Veja” que aceitou participar da empresa Lion para ajudar parentes.

Casa Civil
Em nota, a Casa Civil informou que o aluguel do imóvel foi contratado em setembro de 2007 por indicação de uma imobiliária. Na época, de acordo com a Casa Civil, o contrato foi assinado entre Palocci, uma administradora de bens e os proprietários, que segundo a revista, são tios de Nunes. A Casa Civil informou que o ministro paga aluguel regularmente e que tem os comprovantes. Para ler a nota, na íntegra, clique aqui.

Eunício
O senador cearense, Eunício Oliveira (PMDB/CE) avalia que Palocci colocaria fim em toda a polêmica se revelasse lista de clientes. Em entrevista ao Portal Terra Magazine, o cearense deixou claro que supõe que Palocci “deve ter reservado as explicações mais detalhadas ao Ministério Público”.

Senador Eunício Oliveira (PMDB/CE)

O peemedebista afirmou ainda que é preciso aguardar o posicionamento do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, mas fez uma ressalva à estratégia do ministro.

“Se ele tivesse vindo a público e tivesse colocado (a lista dos clientes), acabava o assunto. Encerrava isso. Podia dizer: ‘Eu tenho uma empresa, faturei tanto, o órgão é tal’ e acabou. Não é crime ter empresa. ‘Faturei tanto, foi tanto de cada empresa, aqui os impostos recolhidos… E aqui a pastinha pra cada um de vocês (jornalistas)'”, sugeriu Eunício.

Suficiente para Padilha
Em entrevista ao jornal “Folha de são Paulo”, o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que declarações de Palocci, durante entrevista ao “Jornal Nacional”, para tentar justificar a evolução patrimonial, foram suficientes

“O ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, tem que continuar, como homem público, a dar esclarecimentos necessários para instituições como o Ministério Público e Comissão de Ética da Presidência”, disse à Folha, o ministro Alexandre Padilha.

Com informações do Portal Terra Magazine, da Folha de S.Paulo e do G1.










Nacional
Atualizado em: 04/06/2011 - 2:33 pm


Depois da polêmica sobre a distribuição de livros com erros de concordância verbal, o Ministério da Educação volta a ter problema com livros didáticos, desta vez de matemática.

Cerca de 37 mil escolas receberam livros ensinando que 10-7 = 4 e que 16-8 = 6. O material custou ao MEC gastou R$ 14 milhões com o projeto.

Suspenso
Os erros foram detectados no início do ano, e um grupo de especialistas contratados pelo ministério julgou que, devido à gravidade e à quantidade de dos erros,  a divulgação de uma errata não resolveria o problema. Por isso o material terá o uso suspenso imediatamente, segundo comunicado do MEC.

Sindicância
A Controladoria-Geral da União (CGU) abriu uma sindicância para apurar as eventuais responsabilidades pelos erros e pela falta de revisão.

Com agências.










Primeiro Plano
Atualizado em: 04/06/2011 - 12:50 pm


O programa Primeiro Plano deste sábado recebe o psiquiatra Alexandre Lima, para falar sobre um mal que tem avançado nos últimos anos: a Síndrome do Pânico e a ansiedade.

Como distinguir os primeiros sinais? A partir de que momento o medo natural pode se transformar numa doença? Confira a entrevista concedida à jornalista Kézya Diniz.

O programa vai ao ar depois do seriado Sobrenatural.










Denúncia, Nacional
Atualizado em: 04/06/2011 - 10:27 am


Antônio Palocci, ministro da Casa Civil - Foto: Agência-Brasil

Um dia após as entrevistas que Antonio Palocci concedeu à Folha de São Paulo e ao Jornal Nacional, as dúvidas que fizeram novamente do  ministro da Casa Civil o centro de uma crise política, permanecem vivas. Afinal, quais foram as empresas que contrataram a consultoria de Palocci? Segundo o ministro, nem a presidente Dilma sabe.

De acordo com nova reportagem da Folha, a repercussão diante das explicações dadas pelo ministro será avaliada e uma possível substituição já começa a ser planejada.

Confira trechos da matéria, assinada por Valdo Cruz:

Diante do agravamento da situação do ministro Antonio Palocci (Casa Civil), a presidente Dilma Rousseff passou a analisar não só nomes para substituí-lo como a estudar mudanças no perfil dos titulares do cargos núcleo-duro do Palácio do Planalto.

Os nomes citados são o da ministra Miriam Belchior (Planejamento) e de Maria das Graças Foster, diretora da Petrobras. Foster, no início do ano, durante a montagem do governo, constou da lista de ministeriáveis. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, também é cotado entre assessores presidenciais como possível substituto de Palocci.

Apesar de considerar o momento delicado e grave, Dilma mantém seu apoio ao ministro, mas avalia que o futuro dele vai depender da repercussão das entrevistas dadas à Folha e à TV Globo.

Caso a repercussão seja negativa e a crise se agrave, Dilma, segundo assessores, espera que Palocci peça demissão, principalmente se a Procuradoria-Geral da República decidir abrir inquérito para investigá-lo.

Para ler a íntegra, clique aqui (assinantes).










Denúncia
Atualizado em: 03/06/2011 - 8:50 pm


Comando de greve dos professores em reunião com representantes da Câmara Municipal. Foto: Kézya Diniz

Diante do impasse entre a prefeitura de Fortaleza e professores municipais, em greve há mais de um mês, representantes da categoria denunciam supostas distorções na aplicação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

De acordo com cópias do demonstrativo da folha de pagamento do Fundeb para a prefeitura de Fortaleza, professora Luiza Maria de Oliveira Lins, que é suplente de deputada estadual pelo PT e atualmente é preside o Instituto de Pesquisa Américo Barreira, órgão vinculado à Câmara Municipal de Fortaleza, recebe R$ 6.673,82 (valor bruto) da folha de pagamento do Fundeb. O demonstrativo mostra Luiza Lins lotada no “distrito de educação”.

No mesmo documento, constam os nomes de dois vereadores. Luciram Giram Sales, do PSL, também aparece no cago de professor, lotado no “distrito de educação B”, com proventos R$ 7.828,84. Já Gerôncio de Souza Coelho, do PT do B, que consta como agente administrativo, tem remuneração de R$ 3.665,12.

Os professores, reivindicam a implantação do Piso Nacional do Magistério. A prefeitura afirma que não tem como arcar com o reajuste. Os denunciantes informam que a documentação será enviada para o Ministério Público Federal com pedido de investigação sobre os valores repassados e eventuais desvios de finalidade dos recursos do Fundeb.










Ceará
Atualizado em: 03/06/2011 - 8:16 pm


Promotora de Saúde quer que Estado assuma obrigações que a Prefeitura da capital não consegue cumprir. Foto: reprodução TV Jangadeiro.

Termina este mês o prazo dado, pelo Governo do Estado, para que a prefeitura de Fortaleza reassuma o fornecimento de leite especial para crianças com distúrbios alimentares.  Quem procura o município para receber o produto, diz que não consegue obter qualquer resposta.

Responsabilidade
Por telefone, a Secretaria de Saúde do Município disse à produção do Jornal Jangadeiro que o fornecimento não é de responsabilidade da prefeitura da capital.

Já a promotora de Saúde, Izabel Porto, entrevistada pela reportagem, afirmou que a responsabilidade é sim da prefeitura de Fortaleza, mas vai tentar garantir na Justiça que o Estado continue a fornecer o leite.

O caso já foi parar no Ministério Público Estadual. E enquanto a situação não é resolvida, as famílias temem pela saúde das crianças que deveriam ser beneficiadas. 

Acompanhe a reportagem de Omar Jacob exibida no Jornal Jangadeiro :

Comento
Mais uma vez a história se repete: a população precisa de um serviço, procura a prefeitura de Fortaleza e, no município, recebe a informação de que a responsabilidade é do Governo do Estado. Aí o cidadão se desloca até uma secretaria estadual e lá descobre que o caso é de competência da prefeitura.

Jogo do Empurra
Ou seja, começa o jogo do empurra: o Estado diz que a responsabilidade é da prefeitutra de Fortaleza, a prefeitura diz que é do Estado. Na prática, ninguém resolve o problema e quem arca com o prejuízo é a população.

Absurdo!
No caso da reportagem exibida nesta sexta-feira (03) no Jornal Jangadeiro o “prejuízo” pode ser pago com a vida de uma criança.  Sem saber a quem recorrer, a população procura o Ministério Público Estadual. Este, por sua vez, ingressa com ações para fazer com que os agentes públicos cumpram suas obrigações. Repito, OBRIGAÇÕES.

Obrigação
No caso específico, a promotora de saúde Izabel Porto ainda atesta a falência administrativa e financeira da gestão da prefeita Luizianne Lins (PT).

“Nós sabemos que o município de Fortaleza está passando por dificuldades tanto, a meu ponto de ver, gerenciais como financeiras, e vai ser mais uma expectativa que a gente vai gerar para o Poder judiciário, e aí nós vamos levar que o Estado promova esse programa dentro da secretaria de Saúde. Porque de nada adianta o Estado estar repassando recursos para o município de Fortaleza e o município não vir cumprindo a sua obrigação”, disse Izabel Porto.  

Parceria
Na campanha eleitoral governo e prefeitura venderam um mundo de parcerias que agilizariam os serviços beneficiando toda a população. Na prática, fica o jogo de empurra que penaliza até crianças. Vá dormir com um barulho desses.