Ceará
Atualizado em: 29/06/2011 - 4:06 pm


Prefeito de Ibaretama, Francisco Edson de Moraes

A Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP) do Ministério Público Estadual denunciou, perante as Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, o prefeito do município de  Ibaretama, Francisco Edson de Moraes (PSB), e mais 20 pessoas.

Leia mais:
Prefeito de Ibaretama será ouvido pela PGJ
Operação Caça-fantasma prende ex-prefeito de Tianguá
OAB abre processo contra prefeito de Senador Pompeu
STJ nega habeas corpus ao prefeito de Senador Pompeu. Gestor continua foragido

Segundo a denúncia, todos estariam envolvidos em um grande esquema de corrupção e fraudes em licitações no município. Foi requerida a decretação da prisão preventiva e o afastamento do prefeito e dos denunciados.

Pedido de prisão
Raimundo Rodrigues Filho,Francisco Júnior de Queiroz da Silva, Armando Gomes de Oliveira (tesoureiro), Roberto Roque Pires (engenheiro fiscal), respectivamente secretários de governo e engenheiros municipais; e somente a prisão preventiva dos empresários: Amália Lopes de Sousa, Almir Pereira de Sousa, Almir Pereira de Sousa Júnior e José Adécio Bezerra.










Congresso
Atualizado em: 29/06/2011 - 12:04 pm


Bancada do Ceará no Senado: Eunício, Pimentel e Inácio Foto: Agência Brasil

Os senadores Eunício Oliveira (PMDB), Inácio Arruda (PCdoB) e José Pimentel (PT), serão os entrevistados do programa Assunto de Estado, da TV Senado, que discutirá temas relacionados ao desenvolvimento do Ceará.

Em sua segunda edição o programa abordará os desafios que o estado precisa enfrentar para crescer e melhorar a qualidade de vida dos cearenses. O programa será exibido ao vivo no dia 04 de julho, às 21h30min, com transmissão simultânea pela Rádio Senado e cobertura pela Agência Senado.

Participação
Os telespectadores poderão participar por meio do Twitter (@tvsenado), pelo telefone Alô Senado (0800-612211) e pelo formulário de mensagens disponível na página do Senado Federal (http://www.senado.gov.br/alosenado).

Em Fortaleza a TV Senado pode ser sintonizada no canal 43 UHFe no canal 7 da NET.










Polêmica
Atualizado em: 29/06/2011 - 10:58 am


Cid Gomes é acusado de injúria e difamação por classificar o ministério dos Transportes de “laia” e o Dnit de “quadrilha”.

Foi lido durante o expediente da sessão desta quarta-feira (29) projeto de resolução da Comissão de Constituição Justiça e Redação que resolve não autorizar o pedido de instauração de processo contra o governador Cid Gomes, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Também foi feita a leitura do parecer da CCJR referente ao pedido.

Leia mais
Comissão indefere pedido do STJ para processar governador Cid Gomes

De acordo com o Departamento Legislativo da Assembleia, após a leitura do projeto de resolução da CCJR, a matéria deve ser apreciada no plenário na próxima sessão plenária, prevista para quinta-feira (30).

Votação
A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia aprovou, em reunião na tarde desta terça-feira (28), o indeferimento do pedido encaminhado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) para processar o governador Cid Gomes, por injúria e difamação ao Ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

Na CCJR
O relatório propondo a rejeição do pedido, apresentado pelo deputado Antonio Granja (PSB), foi aprovado com oito votos contra e uma abstenção, em votação secreta.










Presidência
Atualizado em: 29/06/2011 - 10:13 am


Da Redação do Jangadeiro Online

Foto: Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff participa, nesta quarta-feira (29) em Luque, no Paraguai, da Cúpula de Presidentes do Mercosul e de Países Associados. As discussões vão girar em torno de aspectos econômicos, parcerias comerciais e na defesa dos programas de políticas sociais voltadas para a questão da inclusão. Ao final do encontro, o Paraguai passará o comando temporário do Mercosul para o Uruguai.

Agenda
Durante a visita, Dilma terá uma agenda separada para conversas com o presidente do Paraguai, Fernando Lugo. No encontro, será discutida a questão das mudanças no pagamento da energia de Itaipu cedida ao Brasil e da implantação de um sistema de transmissão – considerado fundamental para garantir o suprimento de energia elétrica no país.

Acordos
Dilma e Lugo deverão assinar seis acordos nas áreas de tecnologia, televisão digital e pesca. O comércio bilateral chegou a US$ 3,16 bilhões em 2010, o que representa aumento de 39% em relação a 2009. De janeiro a maio deste ano, o comércio entre os dois países atingiu US$ 1,3 bilhão, sendo que US$ 1,1 bilhão corresponde a exportações brasileiras.

Ausência
A agenda de Dilma começa com a reunião com Lugo, no Centro de Convenções da Conmebol, depois eles participam da cúpula. A previsão é que as discussões acabem no começo da tarde, quando haverá uma foto oficial de todos os presentes. Dilma deverá deixar o Paraguai no fim da tarde. As discussões não contarão com a presença dos presidentes da Venezuela, Hugo Chávez, e da Argentina, Cristina Kirchner.

Chávez está, desde o dia 10, em Cuba, recuperando-se de uma cirurgia para a retirada de um abcesso na pélvis. Opositores do presidente venezuelano levantam dúvidas sobre o estado de saúde dele. Mas os aliados negam a possibilidade de câncer. Cristina Kirchner foi aconselhada pelos médicos a não viajar, depois que esbarrou, bateu a cabeça e sofreu um corte.

Com informações da Agência Brasil










Partidos
Atualizado em: 29/06/2011 - 9:54 am


Luizianne Lins se emocionou e se disse "vingada" pelas apoiadoras

A Secretaria de Mulheres do Partido dos Trabalhadores (PT) realizou, na tarde desta terça-feira (28), uma caminhada em defesa da gestão da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins. Cerca de 600 mulheres percorreram, durante aproximadamente meia hora, as ruas Floriano Peixoto e Castro e Silva, terminando no Paço Municipal.

Luizianne recebeu as “apoiadoras” do movimento Onda Lilás com muita emoção. Entre elas, estavam mulheres filiadas ao PT, funcionárias municipais, além de líderes comunitárias. Durante discurso improvisado, a prefeita lamentou o que, segundo ela, são “golpes baixos da oposição”. A gestora acrescentou ainda que não vai abrir mão do mandato e que vai reeleger um sucessor.

Lágrimas e promessas
A prefeita de Fortaleza ficou tão emocionada que até chorou. As lágrimas, ela disse ter se sentido “vingada” pelas apoiadoras e que o movimento só trará energia para continuar a gestão. Durante a fala, Luizianne destacou também que as obras do Hospital da Mulher, promessa de campanha, serão concluídas até o fim de seu mandato.

Crítica
A petista criticou ainda manifestações contra a sua gestão. “Movimento de verdade é o nosso e não uma meia dúzia de patricinhas e mauricinhos que vem aqui para querer destruir nosso governo”, disse ela ao se referir ao movimento #ForaLuizianne, organizado pelo empresário Tarsísio Rocha, pelo Facebook, que protestou contra a prefeita no dia do aniversário da Capital.

Com informações do O Povo










Polêmica
Atualizado em: 29/06/2011 - 9:41 am


Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG) Foto: sintrajufe-ce.org.br)

O relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2012, deputado Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG), promoveu alterações no projeto que abrem brechas para superfaturamento em obras públicas e para destinação de recursos para entidades privadas, proibida desde 2000 devido a fraudes. O texto também restringe o poder do Tribunal de Contas da União (TCU) de indicar a suspensão de repasse e paralisação de obras suspeitas de irregularidade.

A abertura para repassar mais dinheiro a entidades privadas que atuam nas áreas de educação, saúde e assistência social visa a atender a demandas de parlamentares, que usam suas emendas para atender este público. Desde 2000, devido a suspeitas de irregularidades, essas instituições não podem receber dinheiro do Orçamento para realizar construções, ampliações e conclusões de obras.

Verbas para eventos
O relatório em análise também atinge outra área sensível a emendas parlamentares, a destinação de verbas para eventos. Motivado pelas constantes denúncias, o governo tinha decidido proibir o repasse para eventos turísticos e culturais. O relatório permite repasse desde que os eventos sejam “tradicionais” e tenham acontecido nos últimos cinco anos sem interrupção.

O coordenador da bancada do governo na Comissão Mista de Orçamento, Gilmar Machado (PT-MG), disse que haverá muita discussão.

“Estamos fazendo a análise do relatório, que inovou em algumas questões e resgatou situações que antes eram proibidas. Queremos discutir essas mudanças.” A LDO tem de ser votada até o dia 15 de julho, para que o Congresso possa entrar em recesso.

Com informações da Agência Estado










Partidos
Atualizado em: 29/06/2011 - 9:03 am


Ex-senadora Marina Silva

Em reunião com militantes do “Movimento Marina Silva”, na tarde desta terça-feira (28), em São Paulo, a ex-senadora Marina Silva começou a comunicar a apoiadores e simpatizantes que deve deixar mesmo o PV na semana que vem.

Ela ficará à margem de siglas partidárias até 2013, quando será articulada uma nova legenda – destinada a dar sustentação à sua provável candidatura presidencial em 2014.

Estratégia
O rompimento teria efeito político e ajudaria a preservar o patrimônio político da ex-senadora, que saiu da eleição presidencial de 2010 em terceiro lugar, com quase 20 milhões de votos.

Prática
Na prática, porém, não deve causar danos imediatos à atual estrutura do PV: já está acertado que todos os parlamentares eleitos que apoiam Marina devem permanecer ligados à sigla pelo menos até as eleições de 2012. Aqueles que tiverem cacife para disputar cargos de prefeito ou de vereador terão o apoio dela.

Verdes e Cidadania
Até a articulação do novo partido, em 2013, Marina ficará sob o guarda-chuva de um movimento que deverá se chamar Verdes e Cidadania. Ele também abrigará a maior parte do grupo que se filiou com ela ao PV em agosto de 2009. Dele fazem parte os empresários Guilherme Leal, que concorreu ao cargo de vice-presidente, e Ricardo Young. Este último, mesmo disputando um cargo político pela primeira vez, saiu do pleito para o Senado em São Paulo com 4,1 milhões de votos, ficando na quarta posição.

E mais
Marina viaja para a Alemanha nesta quarta (29), onde manterá contatos com representantes de partidos verdes europeus. A volta está programada para quarta-feira da semana que vem. A data do evento público no qual será anunciada a saída do PV deve acontecer na quinta ou sexta-feira.

Com informações da Agência Estado










Corrupção
Atualizado em: 29/06/2011 - 8:39 am


Da Redação do Jangadeiro Online

Foi preso, na noite desta terça-feira (28) em Fortaleza, mais um dos envolvidos nos esquemas de corrupção no município de Senador Pompeu, no Sertão Central cearense. Dessa vez, foi o secretário de comunicação da cidade, José Felismino Souza Neto. Ele foi encontrado por policial da PMTur em um restaurante no bairro Mucuripe.

Leia mais:
Polícia prende primeiro suspeito de integrar quadrilha de Senador Pompeu
STJ nega habeas corpus ao prefeito de Senador Pompeu
PT adota cautela e não fala em expulsão do prefeito foragido da justiça

De acordo com a Polícia, José Felismino foi encontrado por meio de uma denúncia anônima. No momento da abordagem, o acusado não apresentou resistência. Após a prisão, o secretário afastado foi encaminhado para a Perícia Forense, para realização de exames de Corpo de Delito. Em seguida, foi levado para a Delegacia de Capturas, na Capital.

José Felismino Souza Neto é o segundo preso acusado de fraudes na prefeitura de Senador Pompeu dentre os 31 que já tiveram mandado de prisão preventiva expedido pelo desembargador Darival Beserra, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). Restam ainda 29 foragidos. Dentre eles está o prefeito afastado, Antônio Teixeira de Oliveira (PT). Eles são acusados de crimes como lavagem de dinheiro, ocultação de bens, falsidade ideológica e formação de quadrilha.

Com informações da Polícia de Turismo










Reforma Política
Atualizado em: 29/06/2011 - 8:30 am


Comissão da Câmara volta a debater reforma política nesta quarta (29)

A reforma política voltará a ser tema da reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos deputados nesta quarta-feira (29).

Infidelidade
Os integrantes da comissão devem votar o PLS 266/11, que prevê a perda de mandato para deputados e vereadores que, sem causa justa, se desfiliarem do partido pelo qual se elegeram.

Coligações e Referendo
Os deputados devem analisar ainda três propostas de emenda à Constituição. A PEC 42/11 exige referendo popular para que qualquer mudança no sistema eleitoral entre em vigor. Já a PEC 40/11 proíbe coligações partidárias nas eleições proporcionais










Ceará, Fortaleza
Atualizado em: 28/06/2011 - 11:23 pm


O Ministério da Saúde (MS) suspendeu a transferência de verbas a 337 cidades brasileiras após detectar irregularidades nos registros de profissionais que atuam nos programas Saúde da Família, Saúde Bucal e Agentes de Saúde.

No Ceará, 13 cidades foram incluídas na medida, inclusive a capital, Fortaleza. As outras são, por ordem alfabética, Barbalha, Catunda, Chaval, Iguatu, Jardim, Jucás, Missão Velha, Morada Nova, Santa Quitéria, São Benedito, Sobral e Tauá.

A decisão exposta na portaria nº 1.465 foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) na segunda-feira (27). No documento, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirma que a medida foi tomada pela “existência de irregularidades no cadastramento de profissionais da Saúde da Família no SCNES [Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde].

Segundo o Ministério, o problema mais comum é a duplicidade de agentes na folha de pagamento dos programas. Ainda de acordo com o MS, a suspensão é proporcional à quantidade de equipes e agentes que apresentaram problemas.










Câmara Municipal
Atualizado em: 28/06/2011 - 11:13 pm


Protesto no plenário da Câmara contra o RDC. Foto: Agência Brasil

A oposição não conseguiu alterar o texto que institui o Regime Diferenciado de Contratações (RDC) para as obras da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016 em votação na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (28). Os deputados seguiram a orientação governista e rejeitaram os destaques da oposição por 264 votos a 88 .

Sigilo
A criação do regime especial gerou polêmica, principalmente por conta de um artigo que torna secreto o orçamento estimado para a contratação até que a licitação seja concluída. Durante o processo, apenas os órgãos de controle terão acesso ao valor máximo que o governo se dispõe a pagar naquele contrato.

O novo regime de contratações é considerado uma prioridade pelo governo para evitar atrasos nos preparativos para os eventos esportivos. Já a oposição considera que a medida institui critérios subjetivos para as contratações e pode facilitar a corrupção do processo.

Leia mais:
Câmara deve aprovar amanhã MP para obras da Copa de 2014. Sigilo ainda causa polêmica 
Oposição diz que sigilo sobre orçamentos da Copa abre brecha para a corrupção

Atraso nas obras
A cerca de três anos do Mundial e a dois da Copa das Confederações, evento preparatório para a Copa do Mundo, as obras da maioria dos estádios estão atrasadas e projetos de infraestrutura, como ampliação de aeroportos, ainda não saíram do papel.

Deputado José Guimarães (PT-CE)
Na tentativa de atender a algumas críticas de oposicionistas, o relator da proposta, deputado José Guimarães (PT-CE), apresentou mudanças na redação do texto principal para deixar claro que os valores das obras serão divulgados “imediatamente” após o término das licitações e que os órgãos de controle, que passam a estar especificados na nova versão do texto, terão acesso “permanente” aos números.

Guimarães também propôs uma emenda que mudou o mérito da matéria e limita os poderes da Fifa e do Comitê Olímpico Internacional (COI) a fim de realizar aditamentos às obras.

Os deputados devem ainda analisar na terça-feira as emendas sugeridas por Guimarães. Após a votação destas emendas, a matéria segue para o Senado e, caso não seja alterada, será enviada ao Planalto para sanção presidencial.

Com informações do Estadão e da Agência Câmara










Greve
Atualizado em: 28/06/2011 - 10:13 pm


Policiais Civis vão deflagrar greve no dia 2 de julho

Os Policiais Civis do Ceará vão paralisar suas atividades a partir do dia 2 de julho (sábado). A decisão foi anunciada após assembleia realizada na noite da segunda-feira (27) . Na ocasião, a categoria decidiu por unanimidade deflagrar greve geral por tempo indeterminado.

PM
Segundo a presidente do sindicato dos Policiais Civis, Inês Romero, a Polícia Militar também vai apoiar o movimento grevista mas, neste caso, com uma manifestação entitulada “tolerância zero”.

Tolerância Zero
A ideia dos PM’s, com a “operação tolerância zero”, é realizar o maior número possível de prisões, superlotando delegacias que não vão dispor de efetivo suficiente para atender a demanda de ocorrências. A consequência será o estrangulamento do Sistema.

Polícia Forense
Os peritos do Instituto de criminalística (Polícia Forense) também decidiram cruzar os braços a partir da próxima segunda-feira (04).

Unidos
As categorias reinvindicam, entre outros pontos, melhoria das condições de trabalho, reajuste salarial e aumento de efetivo.

“Estamos todos juntos”, afirmou por telefone a presidente do Sindicado, Inês Romero.

Acompanhe a matéria exibida no Jornal Jangadeiro desta terça-feira (28):










Polêmica
Atualizado em: 28/06/2011 - 6:55 pm


Comissão reunida na Assembleia Legislativa

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia aprovou, em reunião na tarde desta terça-feira (28/06), o indeferimento do pedido encaminhado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) para processar o governador Cid Gomes, por injúria e difamação ao Ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

O relatório propondo a rejeição do pedido, apresentado pelo deputado Antonio Granja (PSB), foi aprovado com oito votos contra e uma abstenção, em votação secreta.

Relatório
De acordo com o relatório de Granja, a crítica feita pelo governador foi “exclusivamente ao Ministério dos Transportes e ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), e não de apelo pessoal”. Segundo o documento, a queixa não apresenta “embasamento probatório, carecendo de justa causa”.

Crítica
Após análise da defesa apresentada pelo governador, entregue na Assembleia na última sexta-feira, Granja destacou que as palavras de Cid “não tiveram intenção de injuriar o ministro, e sim tecer uma forte crítica à atuação do Ministério no Estado, refletindo a opinião da população”. Segundo ele, “foi uma crítica calorosa típica do ambiente político”.

Plenário
Na ocasião, Antônio Granja apresentou o Projeto de Resolução, de autoria da Mesa Diretora, que rejeita o pedido de instalação do processo contra o governador Cid Gomes, feito pelo STJ. A matéria será votada em plenário nesta quarta-feira.

Participaram ainda da reunião, que foi conduzida pelo presidente da comissão, deputado Sérgio Aguiar (PSB), os deputados Welington Landim (PSB), Mirian Sobreira (PSB), Fernanda Pessoa (PR), Ronaldo Martins (PRB), Roberto Mesquita (PV) e Antonio Carlos (PT).

Pra relembrar:
No dia 7 de maio, durante  passagem do “Governo do Ceará na Minha Cidade” por em Sobral, região norte do Ceará, Cid Gomes usou palavras duras e ao reclamar de “discriminação” com o Ceará, dirigiu abertamente críticas ao Ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

“É um ministro inepto, incompetente e desonesto, que a frente desse ministério já há vários anos tem discriminado o estado do Ceará e feito com que as nossas BR’s tenham características absolutamente diferente”, disparou Cid Gomes.

“Antro de Roubalheira”
E não foi só isso. O governador cobrou empenho da Bancada Federal, propôs um boicote a temas de interesse do Ministério e fez acusações graves a órgãos Federais.

“Então nós precisamos denunciar esse descaso do ministro dos Transportes e da sua laia do Dnit. Aquilo alí é uma laia é um antro de roubalheira, aquele ministério dos Tranportes e o Dnit, pra que a gente possa ter os investimento aqui necessários para que a população enfim possa transitar em segurança”, afirmou.

Queixa-Crime
O Ministro reagiu e ingressou com uma queixa-crime contra Cid Gomes. O STJ precisaria da autorização da Assembleia para abrir processo contra o governador, que tem foro preivilegiado.

Com informações da Agência de Noticias da Assembleia Legislativa










Ceará
Atualizado em: 28/06/2011 - 6:47 pm


Deputado Dedé Teixeira (PT) no plenário da Assembleia Legislativa.

Ex-prefeito do município de Icapuí, no Ceará, o deputado estadual Dedé Teixeira (PT) teve os bens tornados indisponíveis pela Justiça Federal em dois diferentes processos em tramitação.

Improbidade
As decisões liminares atendem pedidos apresentados pelo Ministério Público Federal em Limoeiro do Norte, que ajuizou ações de ressarcimento contra o ex-prefeito pela prática de irregularidades e improbidade na gestão de recursos públicos federais da área da saúde.

Ressarcimento aos cofres públicos
Somando os valores estabelecidos em cada processo, Teixeira teve a quantia de R$ 397.082,08 em bens indisponibilizados, ou seja, que não podem ser comercializados, transferidos ou doados. Com isso, ficam assegurados os recursos necessários para o ressarcimento aos cofres públicos dos prejuízos causados pelas irregularidades e improbidades do ex-gestor.

Irregularidades
Nos anos de 2003 e 2004, durante a administração de Dedé Texeira, a prefeitura de Icapuí firmou dois convênios com a Fundo Nacional de Saúde (FNS). Um dos convênios objetivava a obtenção de equipamentos e material permanente para unidades básicas de saúde no município. Houve aquisição de material, mas os valores pagos por eles ficaram acima do estimado no contrato. Além disso, foram adquiridos bens sem anuência do FNS e houve equipamentos que constavam na proposta e não foram adquiridos.

O outro convênio tinha como finalidade garantir apoio técnico e financeiro para a reforma, ampliação e aquisição de equipamentos e materiais permanentes. Fiscais do FNS constataram, entre outros problemas, a ausência de documentos nos processos licitatórios, equipamentos adquiridos sem tombamento e plaquetas de identificação, contrato com empreiteira vencido, aquisição de equipamentos que não estavam previstos, equipamentos que deveriam ter sido adquiridos e que não foram.

Bens alienados
Para fazer valer a indisponibilidade dos bens, o juiz federal Francisco Luís Rios Alves determinou que cartórios e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) fossem comunicados para que não emitam documentos que alienem bens do ex-prefeito. As duas ações civis públicas em que Teixeira aparece como réu tramitam na 15ª Vara da Justiça Federal em Limoeiro do Norte (Processos nº 0000134-12.2011.405.8101 e 0000132-42.2011.4.05.8101) e são de autoria do procurador da República Luiz Carlos Oliveira Júnior.

Resposta
Segundo a Assessoria de Imprensa do ex-prefeito e deputado estadual Dedé Teixeira, o parlamentar só vai se pronunciar sobre a decisão da Justiça após ser notificado.

Assessoria de Comunicação Social Ministério Público Federal no Ceará










Vídeos
Atualizado em: 28/06/2011 - 6:27 pm


Uma leitora da coluna PolitiKa escreveu comentário em um dos posts sobre o fim da greve dos professores da rede pública de Fortaleza para denunciar a falta de merenda escolar em uma das unidades mantidas pela prefeitura de Fortaleza

No texto, um pedido para que a TV Jangadeiro fosse até a comunidade “mostrando a realidade das escolas de Fortaleza”. Acompanhe o que disse nossa leitora que assina como “Jussara – Mãe de Aluno”

“Hoje (segunda-feira, 27/06) no EMEIF Papa João XXIII da Regional 4 a aula terminou as 10 horas pois as crianças estavam com muita fome e não tinha merenda na escola. (…) Ela [Luizianne Lins] queria que a greve acabasse porque as crianças estavam sem a merenda e agora as aulas voltam sem merenda.Que absurdo! Mande uma equipe as 9 horas(hora da merenda) e verão a verdade.”

Reportagem
Nossa equipe foi até o local e constatou a veracidade da informação. Mas não parou por aí. A reportagem seguiu por outras escolas e acabou registrando alguns flagrantes. Os pais reclamam que tem que se desdobrar para levar o lanche para os filhos na escola ou para conseguir dinheiro para que eles comam. Um aluno afirma ter questionado o diretor da escola se a merenda estaria sendo desviada.

A produção da TV Jangadeiro também ouviu as explicações da prefeitura da capital. Acompanhe a matéria de Omar Jacob para o Jornal Jangadeiro.

Resumo
Um dos argumentos utilizados pela prefeitura Luizinne Lins contra a greve dos professores foi justamente o de que o movimento impedia as crianças de ter acesso à merenda escolar. No entanto, mesmo com o fim da paralisação, o problema continua. Uma das equipes da TV Jangadeiro visitou escolas do município e constatou que, em algumas unidades, falta o lanche para as crianças.