Ceará
Atualizado em: 12/08/2011 - 10:26 am


Chico Passeada

Morreu aos 63 anos, vítima de câncer, o militante e ex-preso político Francisco Monteiro, mais conhecido por “Chico Passeata”. Ele faleceu na madrugada desta sexta-feira (12) no Instituto do Câncer do Ceará (ICC), onde estava internado.

O corpo do militante está sendo velado na manhã desta sexta-feira em uma funerária na Rua Padre Valdevino, no bairro Aldeota. A missa de corpo presente será às 16 horas na própria funerária. O enterro ocorre às 17 horas no Cemitério Parque da Paz.

Chico Passeata era médico sanitarista e poeta. Atuou como militante do Partido Comunista do Brasil (PcdoB) contra a Ditadura Militar, chegando inclusive a ser preso.










Ceará, Polêmica
Atualizado em: 12/08/2011 - 8:11 am


Cid Gomes, governador do Ceará. Foto: Kézya Diniz

O deputado Heitor Férrer (PDT) criticou, na sessão plenária desta quinta-feira (11/08) da Assembleia Legislativa, a mensagem de autoria do Governo do Estado que cria a área de segurança permanente e transitória do Ceará. A matéria deu entrada na Casa na última terça-feira (09/08) e encontra-se em análise na Procuradoria e Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

Na opinião do pedetista, o texto é inconstitucional.

“Se aprovarmos, estaremos sitiando áreas onde o governador está. O governador quer sitiar a cidade. Essa é uma prática de regime ditatorial. Uma democracia não permite tamanha atrocidade; tamanho isolamento do governante. O Governo está se encastelando. Bem diferente da época em que vai às praças pedir voto”, atacou.

Área
Conforme a mensagem, a área de segurança corresponde a “todo espaço físico que se faça necessário para procedimentos de segurança institucional à sede do Governo e à locomoção e segurança ao Governador e autoridades públicas”. Dessa forma, o Executivo fixa como permanente a área de segurança no entorno do Palácio da Abolição e Residência Oficial. Ao norte, o limite seria a avenida Abolição; ao sul, a rua Costa Barros; a leste, a rua Nunes Valente; e, a oeste, a avenida Rui Barbosa.

Já o perímetro de 250 metros do local onde se encontrar o governador em eventos públicos seria considerado área de segurança transitória. A proteção ao chefe de Estado será de competência da Casa Militar, que poderá requisitar o apoio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) também poderá ser convocado para apoio operacional.

Devolução
Heitor Férrer disse que solicitará a devolução da matéria ao Executivo.

“Isso é uma petulância. É querer constranger o Poder Legislativo para atender aos caprichos do governante. E esse Poder não pode ficar a mercê do humor do governante. A Assembleia não pode legitimar isso”, considerou.

Ele recebeu o apoio dos deputados Fernando Hugo (PSDB) e Roberto Mesquita (PV).

“Nem a rainha da Inglaterra tem isso. Isso é dar uma tapa na popularidade que vocês (irmãos Ferreira Gomes) adquiriram durante 20 anos”, citou o tucano.

“Área de segurança num estado sem incidência de atos terroristas? Acho um exagero. Tentam preservar a imagem do governador, mas criaram uma situação embaraçosa”, acrescentou Mesquita.

Com a Agência de notícias da AL










Dilma no Ceará
Atualizado em: 11/08/2011 - 9:42 pm


Visita de Dilma Rousseff ao Ceará. Imagem: Kamilla Ladeira

Da Redação do Jangadeiro Online.

Dilma Rousseff (PT) realizou nesta quinta-feira (11) a primeira visita ao Ceará como presidente da República. Ela desembarcou na capital cearense ainda durante a madrugada e, pela manhã, concedeu entrevista à Radio Jangadeiro FM 88,9.

A agenda da presidente ainda incluiu inauguração do Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), a instalação da Correia Transportadora no Porto do Pecém e a oficialização do início dos serviços de terraplenagem da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP).

Inauguração de equipamentos
A presidente chegou de helicóptero no Complexo Portuário do Pecém, juntamente com o governador Cid Gomes (PSB) e uma comitiva de ministros e senadores cearenses. Dilma fez questão de conhecer o maquinário usado na construção, chegando até a subir em um trator.

Logo após a visita, Dilma seguiu para o Porto do Pecém, localizado no município de São Gonçalo do Amarante, onde inaugurou a correia transportadora de minério e o Terminal de Múltiplo Uso (TMUT).

Cid Gomes e Dilma Roussef em Pacajus. Foto: Kézya Diniz

Policlínica Regional e Polo 1
Após seguir para a cidade de Pacajus, na Região Metropolitana (RMF), onde inaugurou a Policlínica Regional e o Polo 1 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Dilma partiu para Brasília (DF).

Promessas
Em entrevista à Jangadeiro FM, a presidente Dilma Rousseff (PT) prometeu que o governo vai usar a experiência norte-americana dos “home cares” para financiar estruturas de atendimento a doentes em casa. O objetivo, segundo ela, é amenizar a demanda em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Dilma Rousseff também prometeu aumentar o número de vagas nas universidades para a formação de novos médicos, principalmente nas instituições nos municípios do interior do Brasil. “Assim, o médico se forma lá e continua trabalhando, não migrando para outras cidades, como acontece na maioria dos casos”,disse.

Para isso, Dilma disse que já existe uma parceria entre o Ministério da Saúde e da Educação para ampliar a oferta dos cursos de medicina, “principalmente nas universidades que nós interioramos”, completou a presidente.

Situação precárias das rodovias
A presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou, ainda durante entrevista ao radialista Paulo Costa, que o governador Cid Gomes (PSB) tinha razão em criticar o Ministério dos Transportes, por conta da situação das estradas cearenses. De acordo com a presidente, a situação das rodoviais do Ceará era “extremamente precária”.

Sobre o assunto, a presidente acrescentou que a responsabilidade de melhorar a situação é do Governo Federal e não de Cid Gomes. Segundo ela, 100% das estradas federais do Ceará vão estar cobertas por contratos de manutenção.

Confira trechos da entrevista da presidente Dilma Rousseff à FM Jangadeiro:

PARTE 1

PARTE 2

Assista às reportagens exibidas no Jornal Jangadeiro:










Ceará, Dilma no Ceará, Vídeos
Atualizado em: 11/08/2011 - 9:40 pm


A presidente Dilma Rousseff visitou o Ceará nesta quinta-feira (11). No turno da manhã, a presidente seguiu para o Porto do Pecém, no município de São Gonçalo do Amarante.

Dilma ainda participou da inauguração do Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), da instalação da Correia Transportadora no Porto do Pecém e da oficialização do início dos serviços de terraplenagem da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). Durante a visita, a presidente falou sobre a crise econômica mundial e e reconheceu o péssimo estado das BRs no Ceará.

Veja as imagens realizadas durante a visita de Dilma ao Ceará:










Ceará, Dilma no Ceará, Nacional
Atualizado em: 11/08/2011 - 9:23 pm


Dilma Rousseff em Pacajus. Foto: Kézya Diniz

Durante a tarde desta quinta feira (11), na sequência da visita ao Ceará, que começou no Complexo Portuário e Industrial do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, a presidente Dilma Roussef (PT) visitou as instalações da políclínica de Pacajus, Região Metropolitana de Fortaleza. Ela ainda cumprimentou profissionais da saúde responsáveis pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Palanque
Dilma esteve acompanhada pelo governador Cid Gomes (PSB) e os ministros da saúde, Alexandre Padilha, e das Minas e energias, Edson Lobão. No palanque, a presidente tentou transmitir uma mensagem de otimismo à nação, em meio a um cenário de instabilidade econômica internacional. Ela também reafirmou o compromisso com o Nordeste, especialmente no que diz respeito à distribuição de renda.

Sol Forte
A presidente não resistiu ao calor do nordeste e chegou a engasgar durante o discurso, no momento em que citava o deputado federal José Nobre Guimarães (PT), vice-líder do governo na Câmara Federal. Os assessores tiveram que providenciar água para que a chefe de estado retomasse o discurso. Dilma ainda brincou dizendo “engasguei com o ‘Gui’ do Guimarães”, em referência ao deputado federal.

Ao final do dia, Dilma retornou à Fortaleza sem comentários sobre as denúncias de corrupção e desvio de verbas que atingem vários ministérios como o dos Transportes, Agricultura e Turismo. Ela também ignorou as perguntas dos jornalistas.

Confira outras notícias sobre a visita de Dilma ao Ceará clicando aqui.










Ceará, Eleição
Atualizado em: 11/08/2011 - 7:37 pm


Com a modificação, o candidato Stanley Leão perdeu a vaga

A nova totalização de votos para a eleição proporcional foi feita nesta quinta-feira (11), por determinação da Corte do TRE do Ceará. A partir do resultado ocorreu uma alteração no quatro de eleitos para o cargo de deputado estadual.

Modificações
O candidato Stanley Leão (PTC) perdeu a vaga porque foram retirados os votos de dois candidatos, Antônio Maurício Bezerra e Maria Isabel Gomes Barroso, do partido, que tiveram seus registros de candidatura impugnados pela Justiça Eleitoral. Com isso, o PTC não alcançou o coeficiente eleitoral e a vaga de deputado estadual passou a ser do candidato Francisco Pinheiro, do PT.

Decisão
A decisão da Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará aconteceu na sessão realizada no dia 15 de julho. Os juízes do TRE deram provimento à Reclamação ajuizada pela Coligação Proporcional PMDB/PT/PRB/PSB e pelo suplente a deputado estadual Francisco José Pinheiro. Na sessão de quarta-feira (10), a Corte do TRE rejeitou os Embargos de Declaração do PTC e do candidato Stanley Leão, ordenando que nova totalização fosse realizada na tarde desta quinta-feira (11).

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargador Ademar Mendes Bezerra, já tomou as providências para comunicar a decisão do TRE, em ofício enviado ao Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

Com informações do TRE










Bastidores
Atualizado em: 11/08/2011 - 5:41 pm


Em sua primeira visita ao Ceará, a presidente Dilma Roussef concedeu na manhã desta quinta-feira (11) uma entrevista exclusiva para a  Jangadeiro FM (88,9). Dilma e o radialista Paulo Costa debateram assuntos como saúde, educação e a situação das estradas cearenses.

Confira trechos da entrevista da presidente Dilma Rousseff à FM Jangadeiro: 

PARTE 1

PARTE 2










Nacional
Atualizado em: 11/08/2011 - 5:15 pm


A primeira mudança na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), alvo de denúncias de irregularidades publicadas na imprensa nas últimas semanas, foi anunciada na tarde desta quinta-feira (11) pelo Ministério da Agricultura. Rômulo Gonsalves deixa o cargo de procurador-geral e assume Rui Magalhães Piscitelli.

Na última quarta-feira (10), em audiência pública no Senado, o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, havia dito que a primeira alteração na Conab seria feita na área jurídica.

Piscitelli é procurador federal da Advocacia-Geral da União (AGU). Segundo nota divulgada pelo ministério, o novo chefe da área jurídica é mestre em direito constitucional, especialista em processo civil e professor de pós-graduação em direito. O escolhido, que terá de analisar mais de 9 mil ações judiciais contra a Conab, também é integrante da carreira e especialista do Banco Central e pós-graduado em finanças.

Mudanças

A mudança foi uma determinação da presidenta Dilma Rousseff. Segundo o ministério, Piscitelli já esteve ontem no gabinete do ministro, onde reuniu-se também com os diretores da Conab. Na ocasião, foram determinadas mudanças na gestão do contencioso jurídico da empresa. A nomeação do novo procurador foi assinada hoje pelo presidente da estatal, Evangevaldo dos Santos.

As mudanças na Conab, que devem levar a mais nomeações nos próximos dias, foram acertadas no último fim de semana entre a presidenta e o ministro.

Na audiência pública do Senado, na qual o ministro foi explicar as denúncias de irregularidades que pesam contra sua pasta, Rossi relatou que a presidenta lhe incumbiu de tomar “medidas fortes, sem qualquer limitação política, focando na experiência profissional”, na hora de substituir funcionários. Atualmente, a presidência e as diretorias da Conab estão repartidas entre o PTB, o PMDB e o PT. Rossi admitiu que a unidade entre os diretores está difícil.

Leia mais:
CGU apreende computadores no Ministério da Agricultura para apurar suspeita de irregularidades
Dilma declara confiar em ministro da Agricultura
Após denúncia, secretário executivo do Ministério da Agricultura pede demissão
Ministro da Agricultura presta esclarecimentos sobre denúncias nesta quarta

Com informação da Agência Brasil










Serviço
Atualizado em: 11/08/2011 - 2:35 pm


Da Redação do Jangadeiro Online

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) irá assinar na próxima terça-feira(16) um convênio com a Fundação Nacional do índio (Funai) para instalação de seções eleitorais especiais em comunidades indígenas. A medida está regulamentada na Resolução nº 434/2011, aprovada pela Corte do TRE-CE, em abril deste ano.

As seções eleitorais serão instaladas nas comunidades indígenas com, no mínimo, 20 eleitores aptos a votar. Segundo dados repassados pela FUNAI, existem hoje no Ceará 89 comunidades indígenas, em 17 municípios, onde residem cerca de 22.500 pessoas, das quais 14 mil estariam aptas a votar.

Nessas condições, de acordo com levantamento preliminar, deverão ser instaladas, em todo o estado do Ceará, 21 seções eleitorais, em 14 municípios (Aquiraz, Aratuba, Canindé, Caucaia, Crateús, Itapipoca, Itarema, Monsenhor Tabosa, Novo Oriente, Pacatuba, Poranga, Quiterianópolis, São Benedito e Tamboril).

O que diz a lei?
O convênio a ser assinado entre o TRE-CE e a FUNAI também se baseia na Lei nº 6001, de 19.12.1973 (Estatuto do Índio), que determina ser dever do Estado a proteção das comunidades indígenas e a preservação dos seus direitos, com a garantia aos seus povos do pleno exercício dos direitos civis e
políticos. Além disso, de acordo com a Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas, de 13.09.2007, é garantido aos povos
indígenas o direito a participar plenamente na vida política, econômica, social e cultural do Estado.

Leia mais:
TRE firma convênio com Funai para instalar seções eleitorais em comunidades indígenas

Com informações do TRE










Dilma no Ceará
Atualizado em: 11/08/2011 - 2:33 pm


Trabalhadores de sete categorias paralisaram as atividades no Porto do Pecém nesta quinta-feira (11). A paralisação coincide com a passagem da presidente Dilma Rousseff pela unidade portuária. Os trabalhadores reivindicam mais segurança nas instalações e procedimentos do porto.

Leia mais:
Uma prévia da agenda de Dilma no Ceará
Tudo pronto para chegada de Dilma ao Pecém

Dilma reconhece situação precária das estradas cearenses

Início da terraplanagem na Siderúrgica do Pecém é o primeiro compromisso de Dilma no Ceará

A presidente inaugurou o Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT) e a instalação da Correia Transportadora no Porto do Pecém e oficializou o início dos serviços de terraplenagem da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP).

De acordo com o MOVA-SE, os acidentes continuam acontecendo. Nos últimos meses, dois acidentes por pouco não se transformaram em tragédia. Num deles, uma empilhadeira de contêiner tombou e, em outro, um cabo de aço partiu-se e atingiu a o capacete de um trabalhador. Os manifestantes querem chamar atenção para o problema no porto já que, segundo eles, todas as tentativas de serem ouvidos pelo governo e gestores da Cearaportos foram em vão.

A paralisação do início de maio deixou um prejuízo de R$250 mil à Cearaportos em apenas um dia. Se o cenário atual não mudar, a possibilidade de uma greve geral não está descartada. Dessa vez o prejuízo seria ainda maior pela proximidade das safras de frutas, um dos principais produtos escoados pelo porto.


Redação Jangadeiro Online, com informações do MOVA-SE










Bastidores
Atualizado em: 11/08/2011 - 1:05 pm


Da Redação do Jangadeiro Online

Foto: Kamilla Ladeira

A presidente Dilma Rousseff (PT) prometeu, nesta quinta-feira (11), em entrevista à Jangadeiro FM durante sua visita ao Ceará, que o governo vai usar a experiência norte-americana dos “home cares” para financiar estruturas de atendimento a doentes em casa. O objetivo, segundo ela, é amenizar a demanda em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS).

“O governo vai financiar, com seus recursos, o tratamento do doente em sua casa, como se fosse no hospital”, declarou Dilma. De acordo com a presidente, o foco do programa são pacientes em recuperação. “Em certos casos, a pessoa não precisa ficar uma semana no hospital. Ela pode ficar em casa se tiver alguém para cuidar”, completou.

As portarias que reorganizam o atendimento de urgência no SUS e que preveem o tratamento domiciliar já foram publicadas pelo Ministério da Saúde. Para 2011, o investimento deve ser de R$ 36,5 milhões. Apesar disso, a presidente não deu detalhes de quando o sistema estará, de fato, funcionando.

Vagas para Medicina
Durante a entrevista, Dilma Rousseff prometeu ainda aumentar o número de vagas nas universidades para a formação de novos médicos, principalmente nas instituições nos municípios do interior do Brasil. “Assim, o médico se forma lá e continua trabalhando, não migrando para outras cidades, como acontece na maioria dos casos”,disse.

Para isso, Dilma afirmou que já existe uma parceria entre o Ministério da Saúde e da Educação para ampliar a oferta dos cursos de medicina, “principalmente nas universidades que nós interioramos”, completou a presidente.

Leia mais:
Dilma reconhece situação precária das estradas cearenses
Dilma já está no Pecém onde inaugura equipamentos
Início da terraplanagem na Siderúrgica do Pecém é o primeiro compromisso de Dilma no Ceará

Com informações da Jangadeiro FM










Nacional
Atualizado em: 11/08/2011 - 12:52 pm


O Ministério Público Federal estuda pedir o depoimento da presidenta Dilma Rousseff em ação contra quatro ex-agentes da ditadura militar acusados de torturar presos políticos na Operação Bandeirantes.

O jornal Folha de São Paulo publicou, nesta quinta-feira (11), a notícia de que Dilma poderá ser testemunha de acusação contra o capitão reformado do Exército Maurício Lopes Lima, que atuou como oficial na época da ditadura.

O capitão foi apontado pela presidente como um dos torturadores. A revelação teria sido feita em audiência na Justiça Militar quando ela estava presa pelo regime, em 1970.

Para a procuradora Eugênia Gonzaga, “O testemunho de Dilma pode ser relevante, porque ela é uma das vítimas que reconheceram os réus como torturadores”.










Ceará
Atualizado em: 11/08/2011 - 12:13 pm


Dilma e sua comitiva de ministros e senadores no Complexo Portuário do Pecém (Foto: Governo do Estado)

A presidente Dilma Rousseff já está no Complexo Portuário do Pecém, onde deu início a terraplanagem da Companhia Siderúrgica. Ela chegou de helicóptero, juntamente com o governador Cid Gomes (PSB) e uma comitiva de ministros e senadores cearenses, e está visitando as obras. Dilma fez questão de conhecer o maquinário usado na construção, chegando até a subir em um trator.

Leia mais:
Dilma reconhece situação precária das estradas cearenses
Início da terraplanagem na Siderúrgica do Pecém é o primeiro compromisso de Dilma no Ceará

Seguindo a agenda, a presidente segue para o Porto do Pecém, onde inaugura a correia transportadora de minério e o Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) ainda na manhã desta quinta-feira (11). De tarde, Dilma segue para a cidade de Pacajus, também na Região Metropolitana (RMF), onde deve inaugurar a Policlínica Regional e o Polo 1 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Correia Transportadora de Minério no Porto do Pecém (Foto: Governo do Estado)

Correia Transportadora
Com seis quilômetros de extensão e capacidade para movimentar 2.400 toneladas por hora, o sistema de correias transportadoras do Complexo Industrial do Porto do Pecém (CIPP) equivale a 200 caminhões/hora (12 toneladas cada) carregados com minérios.

O sistema é composto por três tramos, sendo um transportador convencional (interligado no píer 1 aos descarregadores de navios GSU e CSU), dois transportadores tubulares, com tecnologia alemã e fabricação totalmente nacional.

Além da elevada capacidade de transporte, as correias transportadoras instaladas no CIPP realizam o transporte de forma totalmente fechada evitando, assim, a geração de pós de minérios durante o trajeto, um ganho ao meio ambiente da região.

Terminal de Múltiplo Uso
O Terminal de Múltiplas Utilidades do Porto do Pecém (TMUT) vai quintuplicar a capacidade na movimentação de contêineres, passando, das atuais 150 mil contêineres/ano, para uma projeção de movimentação estimada em 750 mil unidades por ano. Ao todo, foram investidos R$ 414 milhões, sendo gerados 800 empregos diretos.

Terminal de Múltiplas Utilidades do Porto do Pecém (TMUT) (Foto: Governo do Estado)

As obras do Terminal incluíram serviços de ampliação da ponte em 348 metros e do quebra-mar em mais mil metros. Na obra, entrarão ainda em operação dois berços de 350 metros cada, que fazem parte do cais do TMUT. Esses dois berços contarão com 87 mil metros quadrados de retro área para estoque de contêineres e plugagem de contêineres refrigerados.

Nessa ampliação, o porto, localizado no município de São Gonçalo do Amarante, vai disponibilizar mais 420 tomadas para os contêineres, destinados à movimentação de frutas e alimentos perecíveis, totalizando 1.300 tomadas no somatório com as atuais.

 Com informações da repórter Kamilla Ladeira










Bastidores
Atualizado em: 11/08/2011 - 10:40 am


Da Redação do Jangadeiro Online

Visita de Dilma ao Ceará. Foto: repórter Kamilla Ladeira

A presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta quinta-feira (11), durante entrevista ao radialista Paulo Costa, da Jangadeiro FM, em Fortaleza, que o governador Cid Gomes (PSB) tinha razão em criticar o Ministério dos Transportes, por conta da situação das estradas cearenses.

De acordo com a presidente, a situação das rodoviais do Ceará era “extremamente precária”. Dilma citou como exemplo a BR-222, que liga Fortaleza a Sobral e onde o governador realizou o “Rally dos Buracos”, em protesto as condições da estrada.

Sobre o assunto, Dilma Rousseff acrescentou que a responsabilidade de melhorar a situação é do Governo Federal e não de Cid Gomes. Segundo ela, 100% das estradas federais do Ceará vão estar cobertas por contratos de manutenção.

Desentendimentos

A respeito do desentendimento entre Cid e Alfredo Nascimento, a presidente evitou tocar no assunto de corrupção e disse apenas que essas são questões absolutamente acessórias. “O governador fez a crítica correta. As outras coisas são acessórias e irrelevantes”, declarou.

Leia mais:
Cid lança “Rally dos buracos”, classifica ministério dos Transportes de “laia” e Dnit de “quadrilha”

Queda da popularidade

Sobre queda de popularidade, a presidente Dilma Rousseff afirmou, ainda na entrevista à Jangadeiro FM, que respeita as pesquisas, mas não pauta suas ações por elas. Além disso, ela afirmou que vê as oscilações “com muita tranquilidade.”

De acordo com a pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (10), houve uma queda na avaliação do governo Dilma. Segundo o levantamento, a aprovação caiu de 56% para 48% em julho deste ano.

A sondagem foi feita entre os dias 28 e 31 de julho, após a crise no Ministério dos Transportes e no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A pesquisa entrevistou 2.002 pessoas de 141 municípios brasileiros.

Leia mais:
Confira a agenda da visita de Dilma Rousseff ao Ceará

Com informações da Jangadeiro FM










Ceará, Entrevista, Nacional, Presidência
Atualizado em: 11/08/2011 - 9:04 am


Acompanhe os principais pontos da entrevista via Twitter

new TWTR.Widget({
version: 2,
type: ‘profile’,
rpp: 7,
interval: 6000,
width: 540,
height: 300,
theme: {
shell: {
background: ‘#26969e’,
color: ‘#faf7fa’
},
tweets: {
background: ‘#fcf9fc’,
color: ‘#000000’,
links: ‘#eb7207’
}
},
features: {
scrollbar: false,
loop: false,
live: false,
hashtags: true,
timestamp: true,
avatars: false,
behavior: ‘all’
}
}).render().setUser(‘kdiniz’).start();