Itamar Franco
Atualizado em: 02/07/2011 - 11:47 am


Morreu neste sábado (2), aos 81 anos, o senador e ex-presidente da República Itamar Franco. Ele estava internado desde o dia 21 de maio no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para tratamento de leucemia. Segundo o hospital, o tratamento quimioterápico surtiu efeito, mas, posteriormente, o senador contraiu uma pneumonia, que se agravou. Itamar Franco foi também governador de Minas Gerais e prefeito de Juiz de Fora.

O ex-presidente Itamar Franco morreu em São Paulo neste sábado. Foto: José Cruz/Arquivo/ABr

O ex-presidente era divorciado, deixa duas filhas. Com a morte de Itamar, assume sua cadeira no Senado Federal o suplente José Perrella de Oliveira Costa, conhecido como Zezé Perrella, ex-presidente do clube mineiro de futebol Cruzeiro.

Leucemia
Em maio, Itamar recebeu o diagnóstico de leucemia e iniciou o tratamento em São Paulo. Em junho, o estado dele agravou-se após uma pneumonia e foi internado no Hospital Albert Einstein. Pelas informações médicas, Itamar reagiu bem ao primeiro ciclo de quimioterapia.

Trajetória
Dono de um temperamento marcado pela defesa das causas nacionalistas, explosões de humor e espontaneidade, Itamar Augusto Cautiero Franco, de 81 anos, assumiu o comando do Executivo em 1992, com a renúncia do então presidente Fernando Collor de Mello. Durante sua gestão, foi implantado o Plano Real, cujo conjunto de medidas garantiu a estabilidade econômica e o controle da inflação no país.

Na equipe de governo de Itamar estava o senador Fernando Henrique Cardoso, que assumiu, em momentos distintos, os ministério da Fazenda e das Relações Exteriores. Ao lançar-se candidato à eleição presidencial, Fernando Henrique ganhou o apoio de Itamar. No governo Fernando Henrique, eles romperam politicamente. Itamar chegou a pensar em voltar à Presidência, mas desistiu e preferiu concorrer ao governo de Minas Gerais.

Plano Real
Foi durante o mandato de pouco mais de dois anos – entre outubro de 1992 e dezembro de 1994 – à frente do Palácio do Planalto que surgiu o Plano Real, programa econômico responsável pela estabilização da moeda. O plano foi apresentado pelo então ministro Fernando Henrique Cardoso.

Personalidade
Conhecido pelas frases de efeito e opiniões objetivas, Itamar conquistou aliados e adversários ao longo de sua trajetória política. Não poupou antigos colaboradores, como os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva. Na campanha em 2010 para o Senado, ele reatou com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), depois de um período de afastamento.

Em 1998, Itamar venceu a eleição para o governo de Minas Gerais. Com o fim do mandato, apoiou a campanha de Lula à Presidência da República e, depois, foi nomeado embaixador do Brasil na Itália, posto que ocupou até 2005. Em 2009, filiou-se ao PPS, partido pelo qual foi eleito senador em 2010.

Origens
O nome Itamar, contava ele, remete ao local de seu nascimento. O ex-presidente nasceu em alto-mar, em um navio que ia de Salvador para o Rio de Janeiro, em 28 de junho de 1930. O nome da embarcação, segundo Itamar, era Ita. Ele foi registrado na capital baiana, mas a infância e juventude foram vividas em Juiz de Fora, em Minas Gerais, na companhia da mãe, pois ele não conheceu o pai.

Ex-presidentes: Itamar, Lula, FHC e Sarney

Formação
Depois de concluir o curso de engenharia civil em Juiz de Fora, o ex-presidente iniciou a carreira política, lançando-se candidato a prefeito e depois a outros postos. Na ditadura militar, ele se filiou ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), legenda pela qual foi eleito prefeito da cidade mineira por duas vezes.

Em 1975, conquistou o primeiro mandato para o Senado. Em sua carreira, foi eleito mais três vezes para o cargo – incluindo o atual mandato. Na década de 80, entrou no PMDB. Oito anos depois, ele foi candidato a vice-presidente da República na chapa de Fernando Collor pelo Partido da Reconstrução Nacional (PRN). Os dois venceram a disputa na primeira eleição direta que ocorreu no Brasil após a redemocratização.

Da Agência Brasil com informações do IG










Vídeos
Atualizado em: 02/07/2011 - 11:03 am











Bastidores
Atualizado em: 02/07/2011 - 8:00 am


Da Redação do Jangadeiro Online

Mapa de como o Pará será divido em três estados

Foi marcado, para o dia 11 de dezembro deste ano, o plebiscito sobre a divisão do Estado do Pará para a criação de mais dois estados. A data foi fixada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que também definiu as perguntas que serão feitas aos eleitores paraenses sobre a criação dos estados de Carajás e do Tapajós.

Leia mais:
Câmara aprova plebiscito para dividir o Pará em três estados

Também ficou definido que todos os eleitores do Pará em dia com a Justiça Eleitoral irão participar do plebiscito. Os ministros entenderam que os interessados não são só os eleitores dos territórios que pretendem se desmembrar, mas também os moradores das regiões que permaneceriam como área do Pará.

Perguntas
Eleitores que ainda não têm título de eleitor ou que precisam transferir o domicílio eleitoral para o Pará têm até o dia 11 de setembro para se habilitar. No dia do plebiscito, os votantes irão responder “sim” ou “não” a duas perguntas: “Você é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado de Carajás?” e “Você é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado do Tapajós?”.

Até o dia 2 de setembro, parlamentares interessados em formar frentes para defender posições precisarão mostrar interesse à Justiça Eleitoral. Os registros devem ser pedidos ao Tribunal Regional Eleitoral do Pará até o dia 12 de setembro.

Propaganda
A propaganda a favor ou contra as propostas pode começar a partir de 13 de setembro, inclusive na internet. As pesquisas de opinião precisam ser registradas no Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) a partir desta data. Já a propaganda no rádio e na TV, transmitida apenas para o estado, começa no dia 11 de novembro.










Nacional
Atualizado em: 01/07/2011 - 9:40 pm


Da Redação do Jangadeiro Online

O livro "Por uma vida melhor", do MEC, causou polêmica ao trazer frases com erro de concordância em uma lição que apresenta a diferença da norma culta e a falada

O Ministério Público Federal (MPF) arquivou o inquérito civil instaurado contra o Ministério da Educação (MEC), para apurar irregularidades na distribuição, para turmas de jovens e adultos, do livro didático “Por uma vida melhor”.

Leia mais:
MEC distribui livro com erros de matemática
Livros aprovados pelo MEC criticam FHC e elogiam Lula

O livro causou polêmica, porque tem frases com erro de concordância em uma lição que apresenta a diferença da norma culta e a falada. No texto, a autora da obra defende que os alunos podem falar de “jeito errado”, mas devem atentar para o uso da norma culta, cujas regras precisam ser dominadas.

Argumentos
De acordo com o procurador da República no Distrito Federal Peterson de Paula Pereira, “não há elementos plausíveis indicativos de que o livro ‘ Por uma vida melhor’ esteja a propagar o ensino errado da língua portuguesa”.

Cerca de 484 mil exemplares da obra foram distribuídos. Desde o início da polêmica, o MEC se negou a recolher o material, sob o argumento de que eles não estavam incorretos, mas apresentam o debate sobre as variações linguísticas.

Críticas
A Academia Brasileira de Letras (ABL) condenou a posição da autora e criticou o MEC por defender o livro. Por conta da polêmica, o ministro Fernando Haddad foi convocado ao Senado Federal, para explicar a questão, onde foi criticado pela oposição.

Defesa
No pedido de arquivamento do caso, ele defende que a discussão sobre a obra na mídia transmitiu “a ideia de que o livro pudesse ensinar a Língua Portuguesa de modo errado aos estudantes, quando, na verdade, o MEC propôs à sociedade a introdução e reflexão acerca da linguística”.

O procurador argumentou que “o estudo do comportamento da língua, pelo contrário, reafirma o papel social do Estado em fomentar o respeito à dignidade da pessoa humana e afastar preconceitos, entre os quais o linguístico, que, como comprovado pelas recentes publicações jornalísticas, infelizmente ainda existe no nosso meio”.

Com informações da Agência Brasil










Ceará
Atualizado em: 01/07/2011 - 8:55 pm


Da Redação do Jangadeiro Online

Fernando Neves Pereira da Luz (PMDB) foi afastado do cargo de prefeito de Jardim

O prefeito do município de Jardim, Fernando Neves Pereira da Luz, e o vice, Etelvino Leite Bringel, foram afastados dos cargos nesta sexta-feira (1º). A decisão de manter a cassação dos mandatos foi do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), confirmando decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE).

Leia mais:
Prefeito interino de Senador Pompeu veicula nota oficial
Câmaras Criminais do TJCE mantêm denúncia contra prefeito de Independência
MP pede a prisão do prefeito de Ibaretama
Prefeitos cobram “explicações” do Ministério Público sobre “corrupção generalizada” no Ceará

O prefeito e o vice são acusados de abuso do poder econômico. Com a decisão, o presidente da Câmara Municipal de Jardim, João Cláudio Brito Coutinho, assume interinamente o cargo de prefeito, até que sejam realizadas novas eleições no município, que fica na região do Cariri.

Vice-prefeito afastado, Etelvino Leite Bringel

Eleições para suplentes
Na próxima semana, a Corte do TRE do Ceará vai se reunir, para definir a data das eleições suplementares, para escolha do novo prefeito e vice da cidade de Jardim. Os novos gestores municipais vão cumprir o restante do mandato até o dia 31 de dezembro de 2012.

Com informações do TRE










Ficha Limpa, Tribunais
Atualizado em: 01/07/2011 - 7:00 pm


Jader Barbalho não vai poder assumir antes do recesso do STF de julho

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski negou novo recurso de Jader Barbalho (PMDB/PA), para ter seu registro de candidatura a senador pelo Pará aprovado. Como o STF entra em recesso a partir desta sexta-feira (1º), o candidato, que foi o segundo mais votado no Estado, provavelmente não vai tomar posse antes do recesso de julho.

O recurso deveria ter sido encaminhado ao relator do registro, Joaquim Barbosa. No entanto, por o ministro estar de licença médica, o pedido foi encaminhado para Lewandowski. Os advogados de Jader Barbalho alegam que o mandato do candidato estava sendo encurtado, devido à demora do julgamento. Apesar disso, Lewandowski entendeu que não poderia antecipar a decisão, uma vez que a palavra final sobre o caso é do plenário.

Ficha suja
Jader Barbalho não pôde assumir o cargo de senador, porque teve o registro negado pelo STF no ano passado. Ele foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa, por ter renunciado ao cargo para escapar de um possível processo de cassação. O STF, entretanto, mudou de posição e estabeleceu que a Lei da Ficha Limpa não pode ser aplicada em 2010, o que favoreceu Barbalho.

Leia mais:
OAB entra com ação para garantir Ficha Limpa em 2012










Nacional
Atualizado em: 01/07/2011 - 6:28 pm


Itamar Franco segue internado em estado grave

O senador e ex-presidente da República Itamar Franco (PPS-MG) segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, com quadro de pneumonia aguda. O estado do político é considerado grave.

Segundo nota divulgada pelo hospital, o senador não consegue respirar sozinho e, por isso, tem recebido a ajuda de ventilação mecânica. Itamar Franco também sofre de leucemia, que vinha tratando desde o último dia 21 de maio, quando se internou no hospital, para iniciar o tratamento quimioterápico.

Diagnóstico

De acordo com os médicos, o tratamento surtiu efeito. A “remissão completa” da leucemia foi observada após exame da medula óssea do senador, para avaliar os resultados. Itamar Franco tem 81 anos e recebeu o diagnóstico de leucemia após procurar o hospital para tratar uma sinusite crônica e forte gripe em maio.

Com informações da Agência Brasil










Congresso
Atualizado em: 01/07/2011 - 6:10 pm


Logo após o anúncio oficial, o dep. Mendes Ribeiro Filho falou à imprensa, como o novo líder do governo no Congresso Nacional. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Em operação para acalmar os ânimos da base aliada, a presidente Dilma Rousseff (PT) acabou escolhendo o deputado Mendes Ribeiro (PMDB-RS) para líder do governo no Congresso. A informação foi confirmada no final da tarde desta sexta-feira (01/07) pela Secretaria de Relações Institucionais da presidência da República.

O cargo estava vago desde o início do governo.

Base
Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o parlamentar é próximo a presidente Dilma e sua indicação contemplaria a porção da base que se sentia preterida no xadrez do loteamento desencadeado pelo Planalto desde a crise que derrubou o ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci.

A ideia seria agradar o grupo formado por “deputados” uma vez que na “remontagem da articulação política”, Dilma Rousseff optou por dois nomes que representariam o Senado: Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e a ex-senadora Ideli Salvatti (Relações Institucionais).

A escolha do novo líder, um quadro do PMDB e representante da Câmara, foi o passo seguinte à prorrogação do decreto que dá mais três meses de prazo para a liberação do dinheiro dos restos a pagar de 2009.

Perfil
O novo líder do governo no Congresso é formado em direito. Ele iniciou sua vida política em 1982, quando foi eleito vereador em Porto Alegre, aos 28 anos. Também foi deputado estadual, secretário de Justiça, de Obras Públicas e chefe da Casa Civil do Rio Grande do Sul. Mendes Ribeiro está em seu quarto mandato como deputado federal e ocupa o cargo de primeiro vice-líder do PMDB. É titular da Comissão de Constituição e Justiça.

Com informações do Estadão.com e da Agência Brasil










Greve
Atualizado em: 01/07/2011 - 5:39 pm


Capitão da Polícia Militar, Wagner Souza, fala sobre o apoio ao movimento grevista. Foto: reprodução da TV Jangadeiro

Policiais Civis do Ceará confirmam: vão paralisar as atividades a partir deste sábado (02/07). A decisão foi tomada nesta semana, durante assembleia realizada com os servidores. Uma das principais reivindicações da categoria é solução para o problema do baixo efetivo da Polícia Civil do Ceará, sobretudo de inspetores e escrivães.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, Inês Romero, o efetivo é formado por cerca de 1.800 profissionais, número que, segundo ela, é insuficiente para que a categoria realize um bom trabalho.

Salários
Além disso, os policiais apresentam reivindicações de ordem financeira. A primeira delas é o pagamento de subsídio equivalente a cerca de 60% do ganho por delegados que, conforme o sindicato, é da ordem de R$ 7.037,54.

A argumentação é de que, atualmente, inspetores e escrivães de primeira classe tem subsídios correspondentes a 26,66% ao dos delegados, valor que corresponde a R$ 2.125,00.

Dentro da Lei
De acordo com o sindicato da categoria, somente 30% das delegacias de Polícia, entre unidades distritais, metropolitanas e especializadas de Fortaleza e do Interior, deverão funcionar durante a greve dos policiais civis.

Tolerância Zero
De acordo com o presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Ceará, subtentente Pedro Queiroz, está previsto para acontecer no sábado, o movimento ‘Tolerância Zero’, dos policiais militares do Ceará.

Leia ainda: Militares apoiam greve dos Policiais Civis com operação “Tolerância Zero”

Peritos
Outra greve está marcada para acontecer a partir de segunda-feira, dia 4. Segundo o coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará, João Batista Silva, os peritos cearenses vão paralisar suas atividades. O sindicalista afirma que há dois anos a categoria negocia com o governo, mas as demandas ainda não foram atendidas.

Caminhada
Segundo a presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, Inês Romero, os policiais civis (inspetores e escrivães) também devem participar da “Caminhada da Insatisfação”, em Fortaleza, numa crítica aberta ao governador Cid Gomes.

Veja também: Servidores do Estado fazem “Caminhada da Insatisfação” em crítica ao governo Cid

Entrevista
Acompanhe a entrevista do Capitão da Polícia Militar, Wagner Souza, sobre o movimento grevista da Polícia Civil. Ele reafirmou, no Giro das Ruas, o apoio dos PMs que vão deflagrar a operação “Tolerância Zero”.










Ceará
Atualizado em: 01/07/2011 - 5:11 pm


Mobilização dos policiais começa no sábado (02/07)

Policiais Militares do Ceará deflagram a partir deste sábado (02/07) a operação “Tolerância Zero”. Além de ser uma manifestação de apoio à greve dos cerca de 2.500 escrivães e peritos da Polícia Civil, que entram em greve no mesmo dia, o movimento é um protesto dos PM’s conta a política salarial do governo do Estado.

Em entrevista ao Revista Jangadeiro, da Rádio Jangadeiro FM, o presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Pedro Queiroz, explicou como funcionará a operação Tolerância Zero.

Como Funciona
A ideia dos PM’s, com a “operação tolerância zero”, é realizar o maior número possível de prisões, superlotando delegacias que não vão dispor de efetivo suficiente para atender a demanda de ocorrências. A consequência será o estrangulamento do Sistema.

Acompanhe trechos da entrevista de Pedro Queiroz clicando no link abaixo:

Entrevista com Pedro Queiroz – parte 1

O presidente da Associação ainda afirma que os policiais estão cansados de esperar pelo silêncio do governo em relação às reivindicações da categoria.

“Infelizmente isso é necessário, a gente pede até a compreensão da sociedade cearense, porque nós estamos há  quatro anos e meio e esse governador [Cid Gomes] passou esses anos sem dar o devido respeito que os servidores merecem no tocante a valorização  remuneratória e de jornada de trabalho”, disse Pedro Queiroz.

Acompanhe outros trechos da entrevista de Pedro Queiroz, clicando no link abaixo:

Entrevista com Pedro Queiroz – parte 2

Com informações da jornalista Dina Sampaio da Rádio Jangadeiro FM.










Greve
Atualizado em: 01/07/2011 - 4:00 pm


Mesmo fora da greve, os professores combram a implantação imedidata da Lei do Piso Nacional do Magistério. Foto: Caroline Ribeiro

O juíz titular da 8ªVara da Fazenda Pública, Francisco Luciano Lima Rodrigues, decidiu nesta sexta-feira (1º), manter a portaria da Prefeitura de Fortaleza que dispõe sobre o cumprimento do calendário escolar de 2011 – e que ordena a compensação dos dias parados com o movimento grevista.

Leia mais:
Professores do município decidem suspender greve, mas mantêm mobilização
Vídeo: Professores de Fortaleza decidem continuar greve
Professores municipais decidem manter greve

Negativa
A decisão do Tribunal de Justiça do Ceará, nega o pedido de Tutela Antecipada impetrado pelo Sindicato Único dos Trabalhadores da Educação (Sindiute), que foi à justiça para pedir o direito de não repor as aulas nos dias 1 a 15 de julho de 2011, e durante os três sábados por mês.

Prejuízo
De acordo com a Justiça, o pedido de antecipação da tutela “não merece acolhimento”. Ainda de acordo com a decisão, os professores praticaram uma “greve irregular”, nos termos da decisão judicial. A decisão preza que os os professores grevistas têm que repor os dias que passaram paralisados, de modo que “os alunos não tenham um maior prejuízo” que possa resultar na perda do ano letivo.

Redação do Jangadeiro Online, com informações do Tribunal de Justiça do Ceará










Ceará
Atualizado em: 01/07/2011 - 3:55 pm


Servidores reclamam de "descaso" do governador Cid Gomes. Foto: MOVA-SE/CE

“Caminhada da Insatisfação”. Este é o nome do movimento que será realizado pelo Fórum Unificado das Associações e Sindicatos de Servidores Públicos Estaduais do Ceará (FUASPEC) neste sábado (02/07). O objetivo da mobilização é fazer um protesto contra a administração estadual.

“O objetivo é denunciar à sociedade a falta de seriedade com que o governador Cid Gomes vem tratando os servidores e o serviço público por extensão”,diz o manifesto enviado à redação do Jangadeiro Online.

Os manifestantes vão se concentrar na Reitoria da UFC, na Avenida 13 de Maio, a partir das 8 horas. A marcha seguirá pela Avenida da Universidade rumo à Praça do Ferreira onde acontecerá um ato público.

“Descaso”
Segundo o Forum, as mais de 40 entidades com representantes no (FUASPEC), entre eles o Sindicato dos Servidores Públicos Estaduais (MOVA-SE), a Associação dos Servidores da SEDUC (ASSEEC) e o Sindicato dos Servidores do Detran (SINDETRAN), afirmam que o “descaso do governo para com os servidores é um retrato de como esse mesmo governo trata a população”

Apoio
O Fórum afirma que o governador Cid Gomes “se esquivou” de todas as tentativas de negociação. Agora, os servidores pretendem buscar o apoio da população por entender que  as boas condições de trabalho são fundamentais para melhorar a qualidade do serviço público em hospitais, nas escolas e nas demais unidades do estado.

“Nosso objetivo é levar o maior número possível de familiares às ruas centrais da cidade e conquistar a adesão de populares num protesto contra a falta de seriedade do governador no trato com as questões trabalhistas dos servidores”, disse a secretária geral do FUASPEC, Rita Galvão.

Reivindicações
Segundo os sindicatos, as questões discutidas no Fórum vão além dos reajustes salariais.

“Quando defendemos um ambiente digno de trabalho, com número suficiente de servidores concursados usufruindo salários justos e trabalhando em unidades dotadas de um mínimo de conforto e equipamentos que atendam as necessidades da população também estamos zelando pelo acolhimento digno dessa mesma população”, defende Rita.

Pauta
Veja abaixo a pauta da assembléia geral unificada com todas as associações e sindicatos que formam o FUASPEC que será realizada no sábado (02):

Reestruturação das tabelas salariais; Concurso público; Piso; Previdência; Assédio moral no trabalho; Assistência à saúde; Jornada de trabalho; Ampliação da carga horária; Subsídio; Gratificação de titulação.

Com informações do FUASPEC










Tribunais
Atualizado em: 01/07/2011 - 3:13 pm


Foi concedida nesta quinta-feira (30), pelo ministro Luiz Fux, do Superior Tribunal Federal (STF), uma liminar que suspende os efeitos da resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que altera o horário de funcionamento dos tribunais brasileiros. A medida, que entraria em vigor na próxima segunda-feira (4), estabelece novo horário de atendimento ao público nas cortes, de 9h às 18h.

Com a decisão, a validade da resolução ficará suspensa até que o plenário do STF julgue de forma definitiva a ação em que a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) pede que a regra seja declarada inconstitucional. De acordo com Fux, análise em plenário deverá ocorrer em agosto, após o retorno do recesso do Supremo, que começa nesta sexta-feira (1) e se encerra daqui a 30 dias.

O novo horário de expediente nos tribunais foi aprovado pelo CNJ em março. No mês seguinte, porém, depois de ser pressionado pelos tribunais e por entidades que representam servidores, o conselho flexibilizou os horários de atendimento, abrindo exceções para que as unidades do Judiciário que comprovarem falta de pessoal ou “costumes locais” possam instituir um intervalo para o almoço.

Ao permitir essa brecha, o CNJ estabeleceu que os órgãos funcionem nos turnos da manhã e da tarde e adotem jornada mínima de oito horas diárias.

Com informações do Correio Braziliense










Ceará
Atualizado em: 01/07/2011 - 2:08 pm


Presidente da Câmara dos Vereadores, Ibervan Ramos.

Com o afastamento e a prisão do prefeito de Senador Pompeu, Antônio Teixeira de Oliveira (PT), e do vice-prefeito, Luis Flávio Mendes Carvalho, o atual Presidente da Câmara do município, Ibervan Ramos (PSDB), assumiu a prefeitura interinamente.

Até aí, nenhuma novidade. O detalhe é que, ao assumir o cargo, Ibervan Ramos mandou veicular uma nota oficial na TV local de Senador Pompeu para informar à população sobre as prisões do prefeito e do vice e as razões pelas quais estaria assumindo a prefeitura.

Leia mais:
Justiça decreta prisão preventiva do prefeito de Senador Pompeu
Mais quatro envolvidos no escândalo de Senador Pompeu se entregam à Polícia

O Presidente da Câmara assumiu a prefeitura em uma solenidade no último dia 23 de junho, no período o prefeito e vice já estavam foragidos.

Polícia
Na noite  última quarta-feira (29), o prefeito afastado de Senador Pompeu, Antônio Teixeira de Oliveira (PT), e o vice, Luis Flávio Mendes Carvalho, entregaram-se à Polícia.

Os políticos são acusados são de lavagem de dinheiro, desvio de verba pública e crime de peculato no município de Senador Pompeu. Segundo a denúncia, eles fazem parte de um esquema de corrupção que fraudava licitações de obras. No último dia 21 de junho o Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE), expediu 31 mandatos. Até o momento apenas dez envolvidos no escândalo foram presos.










Serviço
Atualizado em: 01/07/2011 - 7:14 am


Unidade móvel do TRE/CE

A unidade móvel do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, em visita esta semana ao bairro Colônia, atende até esta sexta-feira (01/07),  aos eleitores que precisam tirar o título, transferir, obter a 2ª via ou fazer a revisão eleitoral. O atendimento será das 9 às 15 horas.

Local
O ônibus do TRE ficará estacionado no CIES Francisco Domingos da Silva, que fica na avenida Presidente Castelo Branco, nº 4707.

Os eleitores interessados poderão procurar a unidade para solicitar os seguintes serviços: tirar o título, transferir o domicílio eleitoral, obter a 2ª via do título ou fazer a revisão eleitoral.

Serviço
O serviço da unidade móvel foi implantado pelo TRE do Ceará para facilitar o atendimento ao eleitor que encontra dificuldades de se deslocar ao Fórum Eleitoral Péricles Ribeiro, na Praia de Iracema, principalmente no caso dos idosos e deficientes físicos.

Manutenção
No restante do mês de julho, o ônibus do TRE passará por manutenção, necessária para melhor atender aos eleitores, retomando as atividades no mês de agosto.