Fortaleza
Atualizado em: 13/04/2011 - 6:34 pm


[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=xMRTIsvPaZY&feature=player_embedded[/youtube]










Fortaleza
Atualizado em: 13/04/2011 - 6:19 pm


[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=8YKVacNjY8k&feature=player_embedded[/youtube].

Outras mensagens você confere no hot site especial sobre o aniversário de Fortaleza. Para acessar, clique aqui










Fortaleza
Atualizado em: 13/04/2011 - 5:26 pm


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Roberto Cláudio (PSB), gravou uma mensagem sobre a capital cearense por ocasião da passagem dos 285 anos de Fortaleza. Confira:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=AmWxNbqiM-Y&feature=player_embedded[/youtube]

Outras mensagens você confere no hot site especial sobre o aniversário de Fortaleza. Para acessar, clique aqui.










Fortaleza
Atualizado em: 13/04/2011 - 5:17 pm


O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Acrisio Sena (PT), gravou uma mensagem para homenagear a capital cearense na data em que ela comemora seus 285 anos de história. Confira:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1HC5CwyQrz4&feature=player_embedded[/youtube]

Outras mensagens você confere no hot site especial sobre o aniversário de Fortaleza. Para acessar, clique aqui.










Fortaleza
Atualizado em: 13/04/2011 - 4:13 pm


[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=aqvrvH6glhE&feature=player_embedded[/youtube]










Fortaleza
Atualizado em: 13/04/2011 - 1:33 pm


[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=a4dRJPZcHBs&feature=player_embedded[/youtube]










Jogo Rápido
Atualizado em: 13/04/2011 - 12:40 pm


A prefeita Luizianne Lins começou a agenda pública, nesta quarta-feira (13), bem cedo, em uma entrevista concedida à rádio FM Assembleia.

Depois encontrou jornalistas no hall do Legislativo estadual e aproveitou mais um contato com a imprensa para reafirmar o amor por Fortaleza e repetir todas as intervenções urbanas realizadas pela gestão.

Sobre as críticas, Luizianne resumiu os problemas de Fortaleza aos buracos que, segundo ela, são evidenciados pelas fortes chuvas. A prefeita ainda deixou escapar que pretende lançar, no dia 2 de maio, “uma grande ação de recapeamento” por toda cidade.  

A prefeita da capital não passou pelo plenário, uma vez que teria outros compromissos na agenda. Assim, Luizianne perdeu a oportunidade de ver de perto o debate travado entre os deputados estaduais sobre os problemas de Fortaleza. 

Deputados de oposição apontaram poblemas estruturais da cidade e questionaram a dedicação da prefeita para assuntos de interesse da população. Os aliados de Luizianne atribuem as críticas à proximidade do processo eleitoral.










Bastidores
Atualizado em: 13/04/2011 - 11:32 am


[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=4DuKTO4dfTI&feature=player_embedded[/youtube]










Fortaleza
Atualizado em: 13/04/2011 - 10:25 am


[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=q34TdG-9KNA&feature=player_embedded[/youtube]










Agenda
Atualizado em: 12/04/2011 - 11:19 pm


Acrísio Sena, presidente da Câmara de vereadores de Fortaleza.

Nesta quarta-feira (13) o Sistema Jangadeiro apresenta uma cobertura especial sobre o aniversário de Fortaleza. Rádio, TV e o Portal Jangadeiro on line vão trazer novidades e o Núcleo de política não vai ficar de fora. 

O presidente da Câmara de vereadores da capital, Acrísio Sena (PT) , é um dos polítcos que marca presença nessa cobertura.  Ele fala sobre Fortaleza e a luta do povo que mora aqui, em uma homenegam à capital cearense. 

Vale lembrar que Acrísio é o primeiro na linha de sucessão da prefeita Luizianne Lins (PT), uma vez que  a vaga na vice-prefeitura ficou em aberto com a renúncia de Tin Gomes (PHS) para assumir cadeira na AL.

Além de Acrísio, nomes como Roberto Cláudio (PSB), presidente da Assembleia Legislativa, os deputados Heitor Ferrer (PDT), Sérgio Aguiar (PSB), os vereadores João Alfredo (Psol) e Plácido Filho (PDT) , entre outros, gravaram mensagens sobre o que Fortaleza pode, ou não, comemorar na passagem de seus 285 anos.










Propaganda Partidária
Atualizado em: 12/04/2011 - 10:11 pm


O ex-senador Tasso Jereissati vai comandar a apresentação do PSDB nos comerciais de rádio e TV que começam a ser veiculados nesta quarta-feira (13) .  Serão 20 minutos distribuídos em inserções, no turno da noite, em datas alternadas até o mês de maio.  

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=wadguQknXA0&feature=player_embedded[/youtube]

Tasso Jereissati aparece na condição de maior líder dos tucanos no Ceará para reafirmar o compromisso de trabalhar pelo Estado e dizer que jamais trairá seus princípios.

No programa, Tasso dirá “com toda a tranquilidade” que os tucanos farão, sim, oposição. “Vamos fiscalizar, cobrar e apresentar alternativas”, ressalta Jereissati.

O filme foi gravado em Fortaleza no final do mês de março.

Detalhe: Ao reaparecer no programa do PSDB, Tasso cumpre o compromisso de apoiar novas lideranças para a renovação da política cearense, mesmo sem disputar cargos eletivos.










ALEC
Atualizado em: 12/04/2011 - 5:41 pm


Deputado Fernando Hugo (PSDB)

A declaração de Wellington Landim sobre o atraso nas obras do PAC (leia post abaixo) caiu como uma luva para o discurso dos críticos do Governo Federal. Quem sempre questionou o PAC, recebeu o desabafo do governista como um reforço na cobrança por obras para o Ceará.

“O PAC não anda, não existem obras concretas e eu fico de alma lavada e coração sofrido pelo ato fato de ter presenciado um grande parlamentar adesista direto de Lula da Silva e Dilma ter confessado, hoje no plenário, que o PAC é uma enganação”, disse o tucano Fernando Hugo.

Discurso de Oposição
Durante entrevista, Fernando Hugo Colares (PSDB) repetiu algumas palavras de Landim para ressaltar o “fogo amigo”.

“Ele (Wellington Landim) chegou a dizer que as obras de Transposição e a da Transnordestina estão deixando muito a desejar. É a verdade e o povo brasileiro e cearense precisa ver e entender, o PAC não existe. É uma enganação”, ressaltou o tucano.










ALEC
Atualizado em: 12/04/2011 - 4:29 pm


Deputado Wellington Landim (PSB)

O deputado Wellington Landim (PSB) reclamou, durante sessão da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (12) que os lotes nº5 e nº7 da transposição das águas do São Francisco localizados respectivamente entre os municípios de Penaforte (CE) e Salgueiro (PE) e no trecho de 40 quilômetros de Mauriti (CE), foram licitados três anos atrás e até agora não saíram do papel. 

“O problema é burocrático, mas também é falta força política e empenho da bancada federal e de todos nós cearenses”, disse ao cobrar uma atuação mais firme de deputados e senadores cearenses.

O parlamentar afirmou que o consórcio vencedor da licitação se recusou a fazer a obra por questionar a planilha de preços. O segundo colocado, três meses depois, teria, segundo Landim, abandonado, a obra.

Foi necessário então, um processo de reavaliação da planilha de preços e o edital foi parar no Tribunal de Contas da União. Uma nova licitação ainda não tem prazo para acontecer. “A obra estava planejada para terminar em 2013 e agora esse prazo não vai ser cumprido”, reclama .

Pernambuco
Landim comparou o andamento das obras no Ceará com os trabalhos em Pernambuco e disse que “você andando no Pernambuco, você fica maravilhado, está andando a passos largos e vai cumprir o cronograma, ano que vem vai ser inaugurado”, disse.

O PAC “empacou”
E não é só a Transposição que está comprometida, segundo Wellington Landim, várias obras do PAC no Ceará, “desaceleraram”. O parlamentar que faz parte da base de apoio do governo, foi relator da comissão especial formada, em 2010, para acompanhar o andamento das obras do PAC na época em que se discutia se o Programa de Aceleração do Crescimento iria, ou não, sair do papel.

Obras como Metrofor, Transnordestina, conjuntos habitacionais, obras de saneamento, além da Transposição do São Francisco são consideradas, por Landim como “obras que perderam o ‘time'”.

“Até o ano passado nós tínhamos pequenos atraso, mas você tinha pequenos atrasos, mas atrasos que podiam ser recuperados. Mas de lá pra cá houve um desaceleração dessas obras e eu acredito também que vai comprometer um pouco a entrega dessas obras”, revelou.

O parlamentar até ressalta que os projetos são “irreversíveis”, mas admite que “a coisa que poderia estar acontecendo no final desse ano, vai deixar pro final do ano que vêm. Perde-se tempo e quem se prejudica com isso é o povo, evidentemente”, disse Landim.

Detalhe
W.Landim é aliado dos governos Federal e Estadual, líder do “Blocão” na Assembleia Legislativa e relator da Comissão que defendeu, em 2010, que o PAC estava “bombando” aqui no Ceará.

Quando a crítica surge de aliados é sinal de que tem algum fio solto por aí. Pode ser na relação política ou simplesmente na cobrança da população que, depois de acreditar em tantas promessas, não vê a obra aparecer e também começa a reclamar.

O tempo dirá.










Eita mah!
Atualizado em: 11/04/2011 - 7:20 pm


“Um em cada dois deputados federais, da atual legislatura, tem laços de parentesco com outras figuras da vida pública brasileira”. A informação é do Congresso em Foco e faz parte do levantamento realizado com exclusividade pelo site sobre as relações de parentesco entre os parlamentares na Câmara Federal.

Foto: Agência Brasil

O levantamento mostrou que dos 564 deputados que iniciaram a  legislatura em 2011 (contando com titulares, suplentes e licenciados), 271, são parentes de políticos. O número representa 48% da composição do Legislativo federal. Segundo o Congresso em Foco, são filhos, netos, pais, irmãos, sobrinhos, tios, primos, cônjuges ou ex-cônjuges de quem tem ou já teve mandato, exerceu algum cargo de nomeação política ou participou de eleição.

O Ceará ocupa a décima colocação na lista de parlamentares com parentes na política. Onze, dos 22 deputados federais tem parentes na política, o que representa 50% da bancada.

Veja a lista:

– ANÍBAL GOMES (PMDB/CE) –  É marido da ex-vice-prefeita de Acaraú (CE) Rossana Borborema.

– ARNON BEZERRA (PTB/CE) –  Filho do ex-vereador de Juazeiro do Norte (CE) Leandro Bezerra de Menezes e sobrinho da ex-senadora Alacoque Bezerra (CE), do ex-governador e ex-deputado Adauto Bezerra e do ex-deputado e ex-vice governador Humberto Bezerra.

– DANILO FORTE  (PMDB/CE) – Irmão do ex-vereador de Tejuçuoca (CE) Dimas Bastos Forte.

– DOMINGOS NETO (PSB/CE) –  É filho do atual vice-governador do Ceará, Domingos Filho, ex-presidente da Assembleia Legislativa, e da ex-prefeita de Tauá Patrícia Moreira Aguiar. Seu avô Domingos Gomes de Aguiar também foi prefeito de Tauá.

– GENECIAS NORONHA (PMDB/CE) – É irmão de Raimundo Noronha Filho, suplente do senador Inácio Arruda.

– JOÃO ANANIAS (PCdoB/CE) – Filho do ex-prefeito de Santana do Acaraú (CE) José Ananias.

– JOSÉ AIRTON (PT/CE) – Irmão do prefeito de Icapuí (CE), Irmão Edilson (PSDB), e tio do vice-prefeito do município, Heverton Costa Silva, e dos vereadores Raimundo Lacerda Filho e Érika Costa da Silva, também de Icapuí.

– JOSÉ GUIMARÃES (PT/CE) – Irmão do ex-deputado José Genoino (PT-SP).

– MAURO BENEVIDES (PMDB/CE) – Filho do ex-deputado estadual Carlos Eduardo Benevides, é pai do deputado estadual Mauro Filho (PSB) e do ex-deputado federal Carlos Benevides.

– RAIMUNDÃO (PMDB/CE) – É irmão do ex-prefeito de Aurora (CE) João Antonio de Macedo (João de Zeca).

– VICENTE ARRUDA (PR/CE) – Irmão do ex-deputado e ex-prefeito de Granja Esmerino Arruda, cunhado da ex-prefeita Carmem Salles Oliveira Arruda, tio do ex-deputado José Gerardo Arruda (PMDB-CE) e do deputado estadual Gonny Arruda e tio-avô da ex-deputada Lívia Arruda (CE).

A lista completa está disponível no site do Congresso em Foco. Para acessar, clique aqui.










Entrevista
Atualizado em: 11/04/2011 - 1:44 pm


O senador Eunício Oliveira (PMDB) atendeu ao convite para entrevista à coluna PolitiKa e veio até o Sistema Jangadeiro.  No bate papo, o senador falou sobre a disputa eleitoral em 2012, disse que Luizianne Lins (PT) poderia ter feito “muito mais” pela cidade e que, apesar das divergências, avalia que Juraci Magalhães foi “o melhor prefeito da história de Fortaleza”.

Eunício também defendeu a manutenção da aliança eleitoral, firmada em 2006 e ampliada em 2010, desde  que “os parceiros sejam ouvidos e que ninguém coloque previamente definições à mesa”. A permanência do PMDB  vai depender da atenção que o partido receber na composição da chapa majoritária e a candidatura própria não está descartada, seja com um nome da sigla que “venha a ser o consenso para a prefeitura” ou como uma estratégia eleitoral.

“Essa não será uma eleição de primeiro turno, será uma eleição de dois turnos. Então essa mesma aliança pode fazer um entendimento entre os seus partidos que cada um vai ter a candidatura e o que tiver a melhor condição ou que for para o segundo turno os outros podem apoiar”, revelou Eunício.

A conversa com Eunício Oliveira ainda passou por outros temas, como o desejo “natural” de governar o Estado. Os principais trechos desse bate-papo com o senador cearense, você acompanha abaixo:

Sucessão Municipal
Logo no início da entrevista, ao falar sobre sucessão municipal, Eunício Oliveira explicou porque evita citar nomes de possíveis candidatos. “É muito cedo ainda pra que a gente se posicione de forma oficial. Eu sou presidente estadual do partido e qualquer palavra dita aqui se torna uma palavra, não minha, mas uma palavra oficial do partido”, disse.

Aliança Eleitoral
Mas ressaltou que, em princípio, defende a manutenção da aliança eleitoral que reelegeu Luizianne Lins (em 2008) e Cid Gomes (em 2010) . “Aliancista que sou, quero obviamente preservar essa aliança, mas preservar de uma maneira em que os parceiros sejam ouvidos e que ninguém coloque previamente definições a mesa, porque senão não tem sentido se fazer uma conversa quando as pessoas já tem as suas posições definidos”, ressaltou.

Eunício ainda revelou que já foi cobrado para oficializar a candidatura do PMDB para a sucessão do município, mas disse que está tranquilo. “O PMDB tem tamanho, dimensão, tem história , tempo de televisão, tem apelo popular e já governou essa cidade por várias vezes, portanto acho que é natural que o PMDB deseje colocar nomes à mesa para essa sucessão da prefeita Luizianne”.

Candidatura Própria
Para Eunício, “time que não disputa campeonato, perde a torcida e fica esquecido. Partido que não disputa a eleição, perde o eleitor e perde a torcida”.

“Há uma orientação do PMDB nacional, em decisão da executiva, que o partido dê a preferência pela candidatura própria, mas isso não nos obriga a ter uma candidatura própria. Obviamente que dentro dessa aliança o PMDB pode ter, inclusive, um candidato que venha a ser o consenso para a prefeitura municipal de Fortaleza. Eu quero, como disse, preservar a aliança , mas quero também preservar a dimensão, o tamanho e a história do meu partido ”.

Jogo de Paciência
O senador afirma que o PMDB vai ter a paciência e “sentimento democrático” de conversar com todos os parceiros de aliança antes de uma definição. “Eu sou aliado do governador Cid Gomes e tenho certeza que ele me tem como aliado. Eu apoiei a eleição da prefeita Luizianne e espero que ela me tenha como aliado. Agora isso não quer dizer que o fato deu ser aliado, eu tenha que me submeter, ou submeter o meu partido a uma posição onde o partido não possa ter a possibilidade de apresentar seus nomes”.

Sem Consenso?
Ainda durante entrevista, Eunício afirmou que se não houver consenso “é legítimo” que o PMDB apresente um nome. “Essa não será uma eleição de primeiro turno, será uma eleição de dois turnos. Então essa mesma aliança que possa fazer um entendimento entre os seus partidos que cada um vai ter a candidatura e o que tiver a melhor condição ou que for para o segundo turno os outros podem apoiar”

Gestão Luizianne
Questionado se estaria satisfeito com a gestão da prefeita Luizianne Lins, Eunício surpreendeu. “Eu quero dizer com muita franqueza, tenho muito respeito pela prefeita Luizianne, o meu partido inclusive ocupa uma posição dentro da administração dela, mas a administração precisa melhorar, muito. Muito.”

“O melhor prefeito da história de Fortaleza”
Eunício discordou da declaração da prefeita Luizianne Lins, em entrevista no dia 1º de abril, de que “nenhum” governo teria feito mais obras do que o dela, nos últimos 30 anos.

“Eu acho que o que a gente fala, muitas vezes, representa o sentimento da gente mas não representa o sentimento da sociedade. A minha convicção é outra. O prefeito Juraci (Magalhães), que, repito, tive muitas divergências políticas e pessoais com ele, mas no meu entendimento foi o melhor gestor que passou por Fortaleza”, disse o senador ao citar  quem seria “o melhor prefeito da história de Fortaleza” e após destacar ainda as administrações de “grandes prefeitos” como Ciro Gomes e Antonio Cambraia.

Sem Julgamento
O peemedebista deixou claro que não pretende fazer um “julgamento do que fez e o que deixou de fazer a prefeita Luizianne”, mas diante da larga aliança de apoio tanto no município, quanto em níveis estadual e federal, Luizianne poderia ter apresentado grandes realizações.

“Só posso julgar o madato da Luizianne quando tiver no final. Acho que ela tem tempo para recuperar aquilo que não foi feito. Mas se você me perguntar ‘você acha que podia ter sido feito muito mais?’ Eu vou responder: sim”

Eunício Candidato
Sobre possíveis candidaturas à prefeitura e ao governo do Estado, o peemebista disse que não está nos planos e citou Magalhães Pinto para explicar que “a nuvem muda” e que a decisão de hoje pode variar diante de novas circunstâncias.  “Eu nunca vou dizer dessa água não beberei.” “Mas não tenho nenhuma pretensão, nesse momento, de dizer aqui pra você que sou candidato a prefeito ou que sou candidato a governador”.

No entanto, o senador disse que é “natural” pensar em governar o Estado “um dia” para fazer um trabalho que ajude a população cearense, sobretudo, a mais humilde. “Deus me deu a oportunidade de entrar na política com a posição pessoal, familiar, econômica definida, então eu faço a política por amor a causa, por amor a política, por gostar de fazer política. Não faço política por hobby, nem faço política pra defender qualquer tipo de interesse pessoal”.

Acompanhe alguns trechos da entrevista disponíveis em áudio:

Para ouvir, clique aqui.