Bastidores
Atualizado em: 14/07/2013 - 9:10 am

Petista reconhece que governo Dilma precisa "discutir a relação" com base aliada

Petista reconhece que governo Dilma precisa “discutir a relação” com a base aliada

“É natural que a popularidade do presidente quando cai, alguns parlamentares busquem resgatar seus projetos através de pressões indevidas”. A declaração é do deputado federal Artur Bruno (PT). O parlamentar diz estar confiante com a recomposição da base de sustentação da presidente Dilma Rousseff. Ele, porém, reconhece que é preciso voltar a discutir a relação do partido com as demais legendas da base.

Conselho Política
Artur Bruno sugere que seja reestruturado o “conselho político”, para que  dificuldades possam ser colocadas na mesa de discussão. “Aliança política precisa ser colocada nos programas de governo. Evidentemente, aqueles que dão sustentação precisam participar da gestão”, disse o petista.

O cearense critica o jogo do “toma lá, dá cá”, porque, segundo ele, a presidente Dilma Rousseff não cede a este tipo de manobra política.

Leia ainda:
Tucano diz que governo Dilma foi construído na base do “toma lá, dá cá” e prevê momentos de instabilidade

Reavaliação
Em entrevista, o deputado, disse que o governo vive um momento de avaliação, na tentativa de suprir os anseio populara manifestados com o povo nas ruas, Brasil afora.

2014
Artur Bruno salienta, que, no próximo ano, alguns ministros deverão sair do governo para participar das eleições de 2014 e, possivelmente, será outro momento de rediscutir e avaliar os trabalhos já desenvolvidos.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home