Ceará
Atualizado em: 06/07/2013 - 11:42 am

Raimundo Matos quer mudanças na norma que obriga Prefeituras à garantirem qualidade da água

Raimundo Matos quer mudanças na norma que obriga Prefeituras à garantirem qualidade da água

Os Municípios do Nordeste passam pela pior seca dos últimos 50 anos e, agora, se preocupam com a qualidade da água. O deputado federal cearense, Raimundo Gomes de Matos (PSDB), disse que vai sugerir ao governo federal mudanças na Portaria dos Ministérios da Defesa e Integração Nacional, que prevê que as prefeituras façam um laudo mensal para avaliar a qualidade da água fornecida nos carros-pipa.

Não dá?!
O parlamentar defende que os Municípios não têm condições de garantir a qualidade da água distribuída pelo Exército em carros-pipa. “Todos passam a responsabilidade para o Município. Ele não tem nem laboratórios para fazer a análise da água, como vai assumir essa responsabilidade?”, questionou. O deputado sugeriu que o governo federal forneça instrumentos para purificar a água e garantir a qualidade.

Laudos mensais
De acordo com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), os laudos mensais para avaliar a qualidade da água distribuída não garantem que ela seja potável. E os representantes do Exército e da Funasa negaram a responsabilidade de garantir a qualidade da água distribuída para os 810 Municípios nordestinos atingidos pela pior seca dos últimos 50 anos. Os órgãos explicam que essa é uma responsabilidade das prefeituras, como estipulado na Portaria Interministerial dos Ministérios da Defesa e da Integração Nacional.

Água contaminada
Recentemente, relatório elaborado por técnicos da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) apontou que parte da água distribuída por carros-pipa no interior do Ceará é inadequada para consumo. Conforme o documento, 381 amostras de água, de 28 municípios, foram examinadas e, em 42% delas, foram encontrados coliformes fecais e parasitas que causam infecções.



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.