Greve
Atualizado em: 09/11/2011 - 12:06 pm

A diretoria do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Ceará (Sinpoci) confirmou uma manifestação, na próxima sexta-feira (11), a partir das 9h, nos arredores do Estádio Castelão. Segundo a Secretaria Especial da Copa, neste dia acontece a inauguração de mais uma etapa das obras de reforma do estádio para a Copa do Mundo de 2014, que contará com a presença de diversas autoridade, incluindo o governador Cid Gomes (PSB).

O objetivo dos Policiais Civis em greve é chamar a atenção do governador para a retomada das negociações com a categoria.

O sindicato pretende reunir os policiais para um protesto pacífico, assim como o realizado na inauguração da delegacia de Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza. Nesta ocasião, Cid chegou a discutir com o grupo de manifestantes.

Greve
A Polícia Civil do Estado cruzou os braços no dia 2 de julho, mas depois de 39 dias de paralisação, os policiais  resolveram voltar ao trabalho. Já no dia 14 de outubro, sem nenhum avanço nas negociações com o Governo, os servidores decidiram retomar a greve por tempo indeterminado. 

Exigências
De acordo com a presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, Inês Romero, um das exigências da categoria é o aumento do efetivo policial. Atualmente 1.800 profissionais atuam no Estado, número que, segundo ela, é insuficiente para que a categoria realize um bom trabalho.

Além disso, os policiais apresentam reivindicações de ordem financeira. A primeira delas é o pagamento de subsídio equivalente a cerca de 60% do ganho por delegados que, conforme o sindicato, é da ordem de R$ 7.037,54.

A argumentação é de que, atualmente, inspetores e escrivães de primeira classe tem subsídios correspondentes a 26,66% ao dos delegados, valor que corresponde a R$ 2.125,00.

Leia mais:
Policiais civis decidem em assembleia retomar a greve
Ilegalidade da greve dos policiais é considerada improcedente

Redação Jangadeiro Online



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.