Onda de Manifestações
Atualizado em: 10/07/2013 - 2:10 pm

Policiais federais do Ceará vão às ruas no Dia Nacional de Lutas

Policiais federais do Ceará vão às ruas no Dia Nacional de Lutas

O Sindicato dos Policiais Federais do Ceará (Sinpof-CE) juntamente com a Força Sindical Ceará, CUT e demais centrais sindicais vão às ruas nesta quinta-feira (11), no Dia Nacional de Lutas, para defender a pauta da categoria. Cidades de todo o país, principalmente das regiões metropolitanas e capitais, terão atos, paralisações e manifestações. Algumas categorias, como rodoviários e metroviários, farão greve.

Leia ainda:
Centrais Sindicais organizam “Dia Nacional de Luta” nesta quinta-feira

Ponto de partida
Aqui em Fortaleza, os policiais federais e demais trabalhadores se reunirão na Praça do Ferreira, a partir das 10hs da manhã. O objetivo da mobilização nacional é destravar a pauta da classe trabalhadora no Congresso Nacional e nos ministérios.

Diálogo
Segundo o presidente do Sinpof-CE, Carlos Façanha, a data também servirá para dialogar com a sociedade, construir e impulsionar a pauta que surgiu nas ruas durante as manifestações realizadas em junho, em todo o País, pois muitas reivindicações já são antigas bandeiras de luta dos movimentos sindicais, como melhoria na qualidade da saúde e educação pública e do transporte coletivo.

Sem greve
Façanha ainda destaca que seguindo orientação da FENAPEF – Federação Nacional da Polícia Federal, não haverá paralisação da PF nesta data, conforme já aprovado em assembleia da categoria. O motivo foi o pedido do Ministério da Justiça, solicitando a FENAPEF, como forma de voto de confiança, que não haja paralisação dos Policiais Federais.

“Apesar desta solicitação, participaremos do evento para demonstrarmos nosso apoio aos trabalhadores, classe ao qual estamos incluídos. Apoiamos à luta que todos os brasileiros estão travando por uma segurança publica de qualidade. Cumpriremos o pedido do MJ, mas não podemos nos calar diante de tantos descasos por parte do governo com relação as nossas causas”, ressalta o sindicalista.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.