Ceará, Eleição
Atualizado em: 03/09/2011 - 10:16 am

O governador Cid Gomes assegurou ao  Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o envio de 80 policiais militares para fazer a segurança e garantir a normalidade da eleição que escolherá os novos prefeito e vice-prefeito do município de Jardim no domingo (04/09).

Assim, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou prejudicado e determinou o arquivamento de pedido feito pela juíza eleitoral de Jardim-CE a fim de que fossem enviadas forças federais para o município. O pedido foi considerado prejudicado após a confirmação de que o governador enviaria reforço à cidade. 

O governador informou à ministra que as forças policiais do Estado têm todas as condições de garantir a tranquilidade do pleito.

Forças Federais
Os pedidos de requisição de forças federais, quando feitos por juízes eleitorais, devem passar primeiramente pelo TRE local. Após o trâmite no Estado, a corte regional faz o pedido ao TSE de envio de tropas para assegurar a tranquilidade em uma determinada eleição.

No entanto, a juíza fez o pedido de forças federais diretamente ao TSE, sem passar pela corte regional. Nele argumentou que o envio de tropas federais era necessário já que há informações sobre ameaças de destruição de urnas eletrônicas após a realização da eleição em Jardim.

Necessidade
Ela informou que o envio de forças federais daria tranquilidade ao pleito e garantiria a segurança da comunidade, prevenindo o acirramento de ânimos em razão da disputa eleitoral.

O governador do Ceará garantiu por telefone à ministra Cármen Lúcia o envio de 80 policiais militares – o mesmo número solicitado pela juíza no caso das tropas federais. O ministro Dias Toffoli considerou o pedido prejudicado e determinou seu arquivamento. A decisão do Plenário foi unânime.

Eleições
No domingo (04/09), eleitores de dois municípios brasileiros vão às urnas para escolher novos prefeitos e vice-prefeitos em eleições suplementares. As duas eleições estão sendo organizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) nas cidades de Umirim-CE e Jardim-CE.

As eleições suplementares servirão para substituir prefeitos e vices que tiveram seus mandatos cassados pela Justiça Eleitoral.

Leia mais:
Prefeito e vice de Jardim são afastados dos cargos   
Eleição de Umirim é suspensa pelo TSE   
TRE decide hoje se haverá nova eleição em Umirim 
PT e PSDB no mesmo palanque  

Com informações do TSE



1 comentário







1 comentário
Topo | Home


Ana Claudia | domingo setembro 4 2011 | 20:56

O nosso problema é a policia se vender e este ano não foi diferente pois com ajuda de Wellington e Arnon conseguiram vencer a eleição através de coisas erradas e com ajuda da policia. Que ficaram apenas de enfeite na avenida principal.