Ceará
Atualizado em: 16/12/2011 - 2:42 pm

Auri Costa Araripe (PR) assume interinamente prefeitura de Pacajus (Foto: Kézya Diniz)

O vice-prefeito de Pacajus, Auri Costa Araripe (PR), tomou posse como prefeito interino durante solenidade realizada na Câmara Municipal na tarde desta sexta-feira (16). Em entrevista à imprensa ele disse que não sabia das irregularidades cometidas pelo prefeito afastado Pedro José Philomeno Gomes (PSDB).

Durante a sessão, Auri prometeu realizar uma auditoria nas contas da Prefeitura e, em seu discurso, afirmou que assumia o cargo com certo “constrangimento”.

“Eu fiquei constrangido ao ser informado dessas irregularidades, mas não tinha conhecimento de nada. Fui pego de surpresa”, afirmou o prefeito interino.

O prefeito interino já foi presidente da Câmara dos Vereadores de Pacajus por seis vezes. Ele disse que sempre sonhou em administrar o município, mas não gostaria de assumir nestas  circunstâncias.

Teo
Diversas autoridades como ex-prefeitos, vereadores e a família de Auri estiveram presentes à solenidade. O deputado estadual Téo Menezes (PSDB), supostamente envolvido no escândalo dos banheiros fantasmas em Pacajus também participou da cerimônia.

Operação do MP
Uma operação em conjunto da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual (MPE) nesta quinta-feira (15) cumpriu 11 mandados de prisão e de busca e apreensão em Pacajus. Os envolvidos são acusados de crimes como desvio de dinheiro público, peculato e formação de quadrilha.

Todos os mandados foram cumpridos. Dentre os presos, estavam o prefeito de Pacajus, Pedro José Philomeno Gomes (PSDB); o presidente da Câmara Municipal, vereador Francisco Carlos Martins (PSDB); a procuradora do município, Érica Leandro Alencar; o secretário de Finanças, Antônio Héder Holanda da Silva; e Valmir de Sousa Falcão, também secretário municipal.

Foram presos ainda o vereador Jocélio Bezerra Almeida; o contador da Câmara Municipal, Vitório Andson de Sousa Lima; a filha do prefeito, Luciana Pereira Figueiredo; o genro do prefeito, Jorge Clementino Diego; a esposa do secretário de Finanças, Neudeci Honorato Herculano; e Anercília Maria de Sousa, presidente da Comissão de Licitação.

Presidente da Câmara
Ainda na sessão desta sexta (16), o vereador João Eudes (PSDB), 1º secretário da Câmara Municipal de Pacajus, assumiu a presidência do legislativo municipal, já que o presidente e o vice também foram afastados na operação do Ministério Público.

Leia mais:
Operação contra a corrupção prende prefeito e mais 10 em Pacajus

Novo prefeito de Pacajus deve assumir nesta sexta-feira



5 comentários







5 comentários
Topo | Home


paulo | sexta-feira dezembro 16 2011 | 17:16

ACREDITE SE QUISER, E AGORA QUEM PODERAR NOS DEFEDER? COM TANTA GENTE INOCENTE QUE NÃO SABIA DE NADA, SERÁ?????????????????????????????????

Carlos Alberto | sexta-feira dezembro 16 2011 | 21:13

É LOBO COMENDO CABRITO!

Valden | sábado dezembro 17 2011 | 00:20

Isso mesmo, cadeia neles

rabelo | sábado dezembro 17 2011 | 09:25

Afinal,o que é que um vice prefeito faz?.

Virginia | domingo dezembro 18 2011 | 09:20

“constrangido” por irregularidades”??? ……… Ótima piada!!!!