Ceará
Atualizado em: 13/02/2020 - 12:28 pm

Presidente da AL, deputado José Sarto visitou as instalações do projeto Mundo Azul. Foto: Dário Gabriel

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PDT), recepcionou, na manhã desta quinta-feira (13/02), os selecionados para compor a equipe do projeto Mundo Azul, que visa atender crianças com transtorno do espectro autista (TEA).

O chefe do Poder Legislativo também visitou as instalações onde o projeto vai ser desenvolvido, localizado no 5º andar do Edifício Deputado José Euclides Ferreira Gomes, anexo II da Assembleia. Para Sarto, o sentimento que domina todos os envolvidos na iniciativa é o do cuidado com o público que vai ser contemplado.

“É uma questão muito complexa, sobre a qual estamos assumindo uma responsabilidade muito grande. Parabenizo todos que idealizaram e executaram este projeto, e tenho certeza de que todos os selecionados que estão aqui estão por vocação”, enfatizou o presidente.

Ainda segundo o deputado, a expectativa é de otimismo com o projeto. “Esperamos entregar para uma parcela da população cearense um bom trabalho no Mundo Azul, atendendo estas crianças do espectro autista da melhor maneira possível, minimizando a dor de tantas famílias”, salientou Sarto.

Fase
A coordenadora do projeto, Aline Azevedo, comunicou que os selecionados estão na fase organizacional de trabalhos, em que aspectos burocráticos, como a entrega de documentações, estão sendo tratados. “As atividades se iniciam no dia 1º de março, com o processo de treinamento de toda equipe selecionada, durando o mês inteiro. No dia 2 de abril, que é o Dia Mundial da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, o projeto será lançado oficialmente”, anunciou a coordenadora.

Atendimento
O neuropediatra Sávio Caldas, um dos selecionados para atuar no projeto, destacou que pretende conversar com a coordenação da Casa e do Mundo Azul para começar a desenhar como vai ser o fluxo de atendimento. “O trabalho deve funcionar de forma multidisciplinar com as equipes de fono, psicopedagogos e psicólogos, de forma a garantir o atendimento integral às crianças com autismo”, ressaltou o profissional.

Expectativa
Também aprovada na seleção, a terapeuta ocupacional Carolina Memória avaliou que a expectativa em torno do sucesso do projeto é muito positiva. “Acredito que a equipe contratada atende aos requisitos de contar com técnicos que já estão presentes na área, atuando com crianças com autismo, e isso é um diferencial para o projeto”, assinalou. A terapeuta elogiou ainda o interesse da AL de viabilizar um projeto como o Mundo Azul. “É importante que o poder público esteja preocupado com a comunidade, porque sabemos que a intervenção precoce destas crianças é essencial para que sejam inseridas lá na frente no meio social”, pontuou.

Com informações da AL



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.