Bastidores
Atualizado em: 26/07/2013 - 3:20 pm

Pressionada

Pressionada por pesquisas, Dilma pede ajuda a Lula para enquadrar PT e reagir ao PMDB

A presidente Dilma Rousseff tenta reagir à crise política em sua base de apoio, deflagrada após os protestos de junho e a queda na aprovação da população ao governo federal.

Em reunião com Lula, realizada em Salvador no último dia 24, Dilma reclamou ao ex-presidente da falta de emprenho do PT na defesa do governo e da postura do aliado PMDB, que cobrou recentemente uma redução no número de ministérios como medida de austeridade. A ordem é não mexer em nenhuma das 39 pastas ou em cargos de primeiro escalão, pelo menos por enquanto.

Pra enquadrar
Dilma chegou a pedir ao líder petista que ‘enquadre’ o movimento de setores do PT que trabalham a campanha “Volta Lula”, ponderando que a iniciativa prejudica a governabilidade.

Pesquisa
A reunião aconteceu um dia ante da divulgação da pesquisa CNI/Ibope, que mostrou queda na aprovação da gestão Dilma (de 55% para 31% de aprovação) e de governos estaduais, mas a presidente já sabiam que os números seriam negativos.

Leia aqui:
Ibope/CNI: Popularidade do governo Dilma cai 24 pontos percentuais em um mês

Momento
Lula e Dilma concordaram que tomar decisões ou fazer mudanças sob pressão é arriscado, pois qualquer atitude poderá ser compreendida como fragilidade.

Com informações do Estadão



0 comentários







0 comentários
Topo | Home