Ceará, Denúncia, Primeiro Plano
Atualizado em: 23/08/2011 - 10:24 am

No primeiro dia da série de três programas especiais sobre as irregularidades na construção de kits sanitários em municípios do interior do Ceará, o programa Primeiro Plano recebe, nesta terça-feira (23) o deputado estadual Heitor Férrer (PDT) e o promotor do município de Pindoretama, Marcelo Pires.

A gravação dos programas vai ser exibida a partir das 16 horas, ao vivo pelo portal Jangadeiro Online e pelo canal 37 da NET, nesta terça (23), quarta (24) e quinta-feira (25). Na TV Jangadeiro, a gravação será veiculada após o jornal do SBT.

Os internautas que quiserem participar podem mandar comentários e perguntas através de um formulário disponível no Portal Jangadeiro Online.

Banheiros Fantasmas
O escândalo começou por Pindoretama, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), mas já foi rastreado em mais de 40 municípios cearenses. Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), foram desviados pelo menos R$16 milhões dos cofres públicos, que deveriam ter sido usados para reduzir o drama de 187 mil residências do Ceará que ainda não têm banheiros em suas casas, de acordo com dados do IBGE.

As denúncias envolveram até agora um deputado estadual, Téo Menezes (PSDB), e levaram o pai dele, Teodorico Menezes, a pedir afastamento da presidência do Tribunal de Contas do Estado (TCE), órgão responsável por fiscalizar e garantir a boa aplicação dos recursos públicos estaduais. Funcionários do TCE foram doadores de campanha do deputado.

Convidados
Além de uma reportagem aprofundada sobre o tema, cada programa terá dois entrevistados. Confirmaram participação os promotores Luiz Alcântara, da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), e Marcelo Pires, de Pindoretama, os deputados Heitor Férrer (PDT) e Eliane Novaes (PSB), o sociólogo André Haguette, e presidente do Tribunal de Contas do Estado, Valdomiro Távora.

Para assegurar a oportunidade de manifestarem-se, a TV Jangadeiro convidou todos os citados no episódio a participarem dos programas. Entre eles, o atual secretário de Cidades, Camilo Santana, e os dois ex-titulares da pasta no período das irregularidades, Jurandir Santiago, atual presidente do Banco do Nordeste, e Joaquim Cartaxo; Teodorico Menezes, presidente afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teo Menezes, deputado estadual do PSDB e o governador Cid Gomes (PSB).



3 comentários







3 comentários
Topo | Home


Luiz Fernando Lopes | terça-feira agosto 23 2011 | 11:12

NO CASO DE IPU: O Sr. Prefeito Sávio Pontes, afirma que “muitos dos morados que receberam os materiais para a construção dos kits sanitários, venderam ou desviaram os materiais para um outro destino e que a culpa no futuro cairia sobre o ‘pobre do prefeito.’ Disse também que o prefeito seria chamado de ladrão (injustamente), pois o povo não é chamado de ladrão!
O que o Dep. Heitor Férrer acha desta declaração?

Edson | quarta-feira fevereiro 15 2012 | 13:48

Verifíquem a relação:município que seria beneficiado X votos p/ Téo menzes.

Edson | quarta-feira fevereiro 15 2012 | 14:14

E em Pacatuba, deveria se fiscalizar a área de calçamento(pavimentação em pedra tosca)pois as construções não contemplam toda a extenção transversal das ruas,causando uma perda irreparável para o futuro.Em especaial nas localidades de Velho e Novo Timbó.