Greve
Atualizado em: 02/09/2011 - 6:56 pm

Professores da rede pública estadual durante mobilização na Assembleia Legislativa

Os professores da rede pública estadual decidiram dar continuidade a greve durante Assembleia Geral Extraordinária realizada nesta sexta-feira (02), no Ginásio Aécio de Borba, em Fortaleza.

Na noite de quinta-feira (01), representantes do Sindicato dos Professores do Ceará (APEOC) se reuniram com o chefe de gabinete do governador do Estado, Ivo Gomes. O resultado do encontro foi apresentado aos educadores durante a assembleia desta sexta-feira e não agradou a categoria. Diante do impasse, fica mantido o movimento paredista.

Nova Ação contra o Piso
Segundo o professor e historiador Airton de Farias, o governo teria entrado com um embargo declaratório contra o Piso Nacional do Magistério. O presidente do Sindicato APEOC, professor Anízio Melo, afirmou, por telefone, que se a informação for confirmada, a atitude “coloca combustível no processo grevista”.

O embargo declaratório não tem poder de anular a decisão do Supremo Tribunal Federal, mas pode suspender o pagamento retroativo do salário.

Resposta
A assessoria de imprensa da secretaria de Educação do Estado diz desconhecer a ação citada pelos professores.

Próxima reunião
Os professores voltam a se reunir na próxima sexta-feira (09), às 15h, no Ginásio Paulo Sarasate, para decidir os rumos da greve. De acordo com o presidente do Sindicado, os grevistas têm interesse em garantir a “dignidade da carreira e a aplicação do piso salarial”.

Leia também:
Professores avaliam proposta do governo para o fim da greve
Batalhão de Choque bloqueia entrada de professores no plenário da AL

Redação Jangadeiro Online, com informações do Sindicato APEOC



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.