Greve
Atualizado em: 06/09/2011 - 2:49 pm

Os professores da rede pública estadual vão realizar nesta quarta-feira (7), feriado do dia da Independência do Brasil, uma “Marcha da Educação e pela Paz”. O ato público será uma manifestação paralela às comemorações de 7 de setembro. A categoria vai se concentrar, a partir das 8h, no Habbibs da avenida Abolição e percorrerá as ruas da cidade até o Clube Náutico.

Professores continuam em greve
Mesmo com a notificação da ilegalidade da greve e multa diária de R$10 mil , a categoria decidiu dar continuidade à greve durante uma Assembleia Geral Extraordinária realizada na última sexta-feira (02), no Ginásio Aécio de Borba, em Fortaleza.

Segundo o presidente da sindicato Apeoc, Anízio Melo, a categoria entrou com o recurso de Agravo de Instrumento no Tribunal de Justiça na última quinta-feira (1°). A proposta de Anízio é a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o sindicato e o governo do Estado para que os diretos estabelecidos na Lei do Piso Nacional do Magistério, com repercussão em todas as faixas da categoria, sejam respeitados.

Próxima Assembleia
Está prevista para a próxima sexta-feira (10), no Ginásio Aécio de Borba, em Fortaleza, uma nova assembleia geral com a categoria para decidir os rumos da greve.

Leia mais:
Professores da rede pública estadual decidem continuar a greve
Presidente da Assembleia condena ações de manifestantes e pede abertura de inquérito
Batalhão de Choque bloqueia entrada de professores no plenário da AL

Redação Jangadeiro Online, com informações da Apeoc



2 comentários







2 comentários
Topo | Home


Professora Mey | terça-feira setembro 6 2011 | 17:39

A jangadeiro sempre prestando bons serviços para a comunidade. Notícias imparciais,isso sim é jornalismo de verdade. Parabéns!

Eduardo | terça-feira setembro 6 2011 | 21:18

Os Policiais militares do Estado do Ceará, apoiam toda luta dos Professores, infelizmente uma minoria da PM, sao usados como cao de Guarda dos Politicos…, nos militares hoje estamos com o pior salario do Nordeste!