Greve

Professores da rede pública estadual realizam “Marcha da Educação e pela Paz” neste feriado

Os professores da rede pública estadual vão realizar nesta quarta-feira (7), feriado do dia da Independência do Brasil, uma “Marcha da Educação e pela Paz”. O ato público será uma manifestação paralela às comemorações de 7 de setembro. A categoria vai se concentrar, a partir das 8h, no Habbibs da avenida Abolição e percorrerá as ruas da cidade até o Clube Náutico.

Professores continuam em greve
Mesmo com a notificação da ilegalidade da greve e multa diária de R$10 mil , a categoria decidiu dar continuidade à greve durante uma Assembleia Geral Extraordinária realizada na última sexta-feira (02), no Ginásio Aécio de Borba, em Fortaleza.

Segundo o presidente da sindicato Apeoc, Anízio Melo, a categoria entrou com o recurso de Agravo de Instrumento no Tribunal de Justiça na última quinta-feira (1°). A proposta de Anízio é a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o sindicato e o governo do Estado para que os diretos estabelecidos na Lei do Piso Nacional do Magistério, com repercussão em todas as faixas da categoria, sejam respeitados.

Próxima Assembleia
Está prevista para a próxima sexta-feira (10), no Ginásio Aécio de Borba, em Fortaleza, uma nova assembleia geral com a categoria para decidir os rumos da greve.

Leia mais:
Professores da rede pública estadual decidem continuar a greve
Presidente da Assembleia condena ações de manifestantes e pede abertura de inquérito
Batalhão de Choque bloqueia entrada de professores no plenário da AL

Redação Jangadeiro Online, com informações da Apeoc

2 thoughts on “Professores da rede pública estadual realizam “Marcha da Educação e pela Paz” neste feriado

  1. A jangadeiro sempre prestando bons serviços para a comunidade. Notícias imparciais,isso sim é jornalismo de verdade. Parabéns!

  2. Os Policiais militares do Estado do Ceará, apoiam toda luta dos Professores, infelizmente uma minoria da PM, sao usados como cao de Guarda dos Politicos…, nos militares hoje estamos com o pior salario do Nordeste!

Comments are closed.