Greve
Atualizado em: 19/08/2011 - 10:00 pm

Da Redação do Jangadeiro Online

Professores estaduais em greve reuniram-se na manhã desta sexta-feira (19), nas proximidades do Palácio da Abolição. A intenção era fazer uma manifestação em frente à sede do governo mas, os manifestantes foram impedidos por uma barreira policial. A Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) fez um desvio, interditando parte do trânsito na Avenida Barão de Studart.

Os professores querem reabrir o canal de negociação sobre o Plano de Cargos e Salários elaborado pelo governador Cid Gomes. A categoria está em greve há 14 dias e reivindica a implantação do Piso Nacional do Magistério.

Leia mais:
Professores de escolas públicas fazem paralisação nacional para cobrar cumprimento da Lei do Piso 
Professores da rede pública estadual decidem entrar em greve por tempo indeterminado 

Governo
A assessoria da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) informou que o governo só volta a negociar quando a greve for suspensa e as aulas normatizadas.



3 comentários







3 comentários
Topo | Home


Eduardo | sexta-feira agosto 19 2011 | 22:17

Aí está a posição sempre arrogante e autoritária do Governo Cid Gomes! A resposta do Governo foi categórica: nada de negociação! Nas ruas, milhares de pessoas. Professores e estudantes unidos. O que um Governo preocupado com a educação faria? Simples: apresentaria logo uma nova proposta ou, pelo menos, declararia publicamente que a proposta anterior não será mais sequer cogitada e que uma nova será preparada rapidamente. E faria mais: ouviria os pontos básicos – sugestões- dos professores para este novo projeto. Com certeza a questão se resolveria rapidamente, mas o Governador prefere o oposto.

Manoel Messias | sábado agosto 20 2011 | 15:05

A SEDUC fala em encerramento da greve, mas de quem é a culpa dessa greve ? Para que serve um sindicato ? Acho que é pra representar a categoria. Já estão falando que a crise internacional vai chegar ao Ceará. Logo, logo, vão dizer que a culpa é dos altos salários pago aos professores. É a hipocrisia reinando no estado.

Targino Magalhães | domingo agosto 21 2011 | 01:37

Voltando aos velhos tempos do regime militar, EL CID estabelece a Zona Militarizada de exclusão nas vizinhanças do Palácio da Abolição.
Atitude ditatorial e despótica, pois retira do cidadão usuário os direitos de ir e vir, constrangendo os trabalhadores das lojas, clínicas e escritórios circunvizinhos.
Da mesma forma que EL CID não respeita o servidor público, também não respeita as pessoas do povo.
ABAIXO A DITADURA NO CEARÁ!!!!






You must be logged in to post a comment.