Ceará
Atualizado em: 22/09/2020 - 12:00 pm

Proposta é de autoria do vereador Iraguassú Filho (PDT)

O Projeto de Lei Ordinária nº 273/2020, de autoria do vereador Iraguassú Filho (PDT), protocolado na segunda-feira (21), no Dia Mundial da Limpeza, dispõe sobre a proibição do descarte de bitucas de cigarro no chão de vias públicas, praças, parques, orla marítima e outros logradouros públicos de Fortaleza.

De acordo com a proposta, fica obrigatória a instalação de coletores específicos para o descarte adequado das bitucas nas vias públicas ou em locais onde sejam permitidos a comercialização e o consumo de cigarros. As chamadas “bituqueiras” serão de responsabilidade do poder público, das empresas distribuidoras, do comércio atacadista e varejista que comercializem o produto.

Resíduos
Segundo o parlamentar, de acordo com um estudo inédito coordenado pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, as bitucas de cigarro somam o maior lixo encontrado na areias das praias brasileiras, equivalente a 40,4% dos resíduos coletados.

Prejudicial
Ainda de acordo com o vereador, um estudo realizado pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo – USP, revela que a bituca de cigarro contém mais de 4 mil substâncias tóxicas e resiste à biodegradação, permanecendo no solo por 5 a 10 anos, sem se decompor, devido ao fato de 95% desses resíduos serem compostos por celulose, sendo altamente prejudiciais à saúde humana e ao meio ambiente.



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.