Partidos, Polêmica
Atualizado em: 16/09/2011 - 4:36 pm

Sergio Novais acusa os Ferreira Gomes de "golpe". Foto: Kézya Diniz

Sérgio Novais, presidente destituído do comando do PSB em Fortaleza por um grupo de dissidentes da sigla, em reunião tumultuada na noite de quinta-feira (15), reafirmou à coluna PolítiKa que a manifestação realizada por “aliados do governador” Cid Gomes foi uma tentativa de “golpe” e que está empenhado na realização de um Congresso neste sábado para a eleição de uma nova executiva.

Novais explica que o mandato da executiva deveria terminar em setembro de 2012, mas diante da mobilização dos dissidentes a ideia é destituir o diretório da sigla na capital durante e logo em seguida realizar a escolha de um novo diretório com a composição de uma nova executiva municipal. A ideia é que estas ações aconteçam durante o 6º Congresso do partido que será realizado no sábado (17).

“A priore é isso. O diretório será todo destituído, um novo diretório será eleito e consequentemente , uma nova executiva para Fortaleza”, afirmou.

Leia mais:
Racha no PSB: José Sarto diz que foi agredido e acusa Novais de contratar capangas
Veja o vídeo: Em reunião tumultuada, Sérgio Novais é destituído e Karlo Kardoso é eleito novo presidente do PSB em Fortaleza 
Eliane Novais diz que não houve reunião e Sérgio continua no comando do PSB em Fortaleza 
Novais acusa Cid Gomes de promover golpe no PSB     
Eliane reclama de “perseguição” e Sarto rebate: a deputada “confunde alhos com bugalhos” 
   

Golpe
O socialista admite que existe o indicativo da escolha de seu nome para continuar no comando do PSB de Fortaleza neste “novo” diretório e questiona as motivações do grupo de dissidentes.

“É um golpe. Desde a convocação da reunião, não existe motivação. Eles estão contra [a permanência no comando da sigla] só porque eu discordo deles?”,questionou Novais.

Congresso
O 6º Congresso do PSB será realizado neste sábado (17), a partir das 9 horas, na Casa José de Alencar. Na
pauta, tem quatro pontos principais: 

1) Eleição de delegados ao Congresso Estadual;
2) Eleição e posse do novo Diretório Municipal, Conselhos de Ética e Fiscal, com seus titulares e respectivos suplentes;
3) O novo Diretório eleito, para o mandato de 3 anos, elegerá a nova Comissão Executiva Municipal;
4) Discussão sobre as eleições 2012 – majoritária e proporcionais.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home