Entrevista
Atualizado em: 05/01/2016 - 1:28 pm

Deputado alerta para situação crítica no Nordeste. Foto: George Gianni/Divulgação

Deputado alerta para situação crítica no Nordeste. Foto: George Gianni/Divulgação

O deputado Raimundo Gomes de Matos avalia que o ano de 2016 vai ser “muito difícil em todos os setores, principalmente os produtivos, porque a presidente Dilma Rousseff ainda não tem propostas no sentido de que a economia brasileira possa voltar a crescer”.

“É de lamentar, mas este ano vai ser muito difícil, porque vai persistir essa instabilidade econômica, vai persistir o desemprego, que poderá crescer mais ainda e, acima de tudo, muitas dificuldades para o povo brasileiro com a inflação que continua crescendo”, alerta.

Municípios
O parlamentar observa que as dificuldades também serão sentidas em estados e municípios. Matos lembra que muitos municípios ainda não conseguiram pagar o 13º salário dos servidores públicos, o que também está acontecendo em alguns estados. O problema, segundo afirma, se dá uma vez que “a presidente Dilma Rousseff, mesmo fazendo as pedaladas, não conseguiu equilibrar a economia, deixando de repassar os recursos devidos para essas áreas”.

Ano perdido
O parlamentar considerou 2015 como um ano perdido, porque a economia brasileira foi para “o fundo do poço”, com crescimento negativo do PIB e a falta de esperança para 2016. “Continua ainda tudo parado no Brasil, porque não há nenhuma providência da presidente Dilma para mudar o atual quadro de recessão e, principalmente, de dificuldades de um modo geral”.

Nordeste
Conforme o deputado, o Nordeste vai ter mais problemas ainda, porque além da crise econômica que afeta, em cheio, os estados da região, devem enfrentar mais um ano de seca severa. O parlamentar chama atenção para a ausência de investimentos no setor privado “porque os empresários não estão com esperança de que a presidente Dilma apresente novas propostas”.

Com informações do OE



0 comentários







0 comentários
Topo | Home