Ceará
Atualizado em: 25/05/2011 - 6:41 pm

Um retrato da educação básica no Ceará. É assim que podem ser vistos os resultados do quarto ciclo de avaliação da alfabetização, divulgados nesta quarta-feira (25) pela Secretaria Estadual da Educação (Seduc), com base no Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece).

Os números apresentados constam da vertente Spaece-Alfa, que avaliou 124.902 crianças matriculadas no 2º ano do ensino fundamental, de 4.881 escolas públicas foram avaliadas em 2010. O exame permite o nível de proficiência em leitura dos estudantes.

Ranking
Dos 184 municípios cearenses, o melhor nível de proficiência foi constatado em Pedra Branca (253,7), seguida de Mucambo (253,1) e Potengi (251).

Entre os municípios com pior desempenho na educação, o destaque foi a capital Fortaleza (131,7), que ficou na 181ª posição. No final da tabela, estão Icó (131,5), Acarape (125,2) e Umari (117,5).

Ceará
Em 2010, 71% dos estudantes no Ceará encontram-se alfabetizados ao término do segundo ano do ensino fundamental.

Durante o evento, que contou com a presença do ministro da Educação, Fernando Haddad, o governador Cid Gomes, comemorou o fato de 99,5% dos municípios estão com média satisfatória de alfabetização.

Com informações da repórter Juliana Brito.



4 comentários







4 comentários
Topo | Home


geovania | quarta-feira maio 25 2011 | 22:47

A posição 181º do municipio de Fortaleza na prova SPAECE é fruto do descasso da PMF com a educação, afinal como o professor poder preparar boas aulas se não tempo para isso? A prefeita e seus vereadores e secretarios fecham os oçhos para a Lei do Piso e ignoram o cumprimento de um 1/3 da carga horaria do professor para planejamento. Os vereadores~tem a sexta -feira live para visitar seus eleitores , os bairros ( se é que isso acontece na prática?) e por que os professores também não tem esse tempo? Minha leitura sobre isso me leva a crer que ainda estamos no coronelismo ( mesmo que disfarçado), as escolas públicas da prefeitura são currais eleitorais, onde cada uma pertence a um vereador e estes por sua vez querem apenas os beneficios do cargo e não as devidas responsabilidades que lhes são imputadas enqunto isso não mudar , enquato professor não tiver horario de planejamento, enquanto os diretores forem cabos eleitorais do vereadores, enquanto a comunidade não participar do processo de eleição dos diretores de escola e enquanto o professor for desvalorizado FORTALEZA , A BELA será FEIA no quesito educação…Não por culpa dos professores, estes são uns verdadeiros exemplos de CRISTO, mas por culpa da
má gestão do PT e da Sra. prefeita Luiziane Joaninha e sua secretária ( Ana Maria Fontele) que tem medo de ALMA UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!

Claudio | quinta-feira maio 26 2011 | 11:22

Na verdade é só pra informar que a Proficiência de Umari é 117,5 a titulo de informação.

Kezya Diniz | quinta-feira maio 26 2011 | 17:09

Obrigada Cláudio. Foi um erro de digitação mas já está corrigido. Valeu o apoio e a observação.

Regina Jaime | quinta-feira maio 26 2011 | 14:18

É preciso saber ler a pesquisa. Óbvio que a colocação de Fortaleza não é satisfatória, mas temos uma rede maior de escolas em nosso município, o que torna a tarefa de melhoria ainda mais difícil. Além disso, houve avanços na pontuação. Então, há um caminho que bom que pode ser seguido e gerar mais melhorias. O fato de a pesquisa acontecer há pouco tempo também acaba deixando a margem de comparação menos credível. Além disso, os professores vêm fazendo greves anualmente, o que impede o bom andamento do calendário.