Câmara Municipal
Atualizado em: 30/05/2017 - 5:25 pm

“Respeito o PT ou saia”: Guilherme critica apoio de Camilo a Tasso. Foto: Genilson de Lima

O vereador Guilherme Sampaio (PT) reagiu à manifestação de apoio do governador Camilo Santana (PT) ao senador Tasso Jereissati (PSDB) em uma eventual eleição indireta para a sucessão de Michel Temer no comando da Presidência da República.

“Respeite o PT ou saia. Apoiar o senador Tasso Jereissati é apoiar eleições indiretas. PT não é partido para ser usado”, disparou o vereador.

Leia ainda:
Camilo defende nome de Tasso para eventual substituição de Temer
Ciro defende Diretas Já e cita Tasso em caso de eleição indireta
Camilo volta a defender nome de Tasso para eventual substituição de Temer

Reação
O parlamentar elogiou a administração do governador petista, mas disse que não poderia ficar calado diante do apoio a um senador do PSDB.

“Camilo Santana é uma liderança valorosa. O Estado do Ceará está com suas contas em dias, folha de funcionários paga, grandes investimentos em infraestrutura e na educação, assumindo com responsabilidade seu governo. Calei-me quando o governador não apoiou a candidatura de Luizianne Lins à prefeitura de Fortaleza, mas, agora, não posso me calar diante do apoio ao senador Tasso Jeireissati à presidência”, enfatizou Guilherme.

Ciro
O apoio a candidatura de Ciro Gomes à presidência em 2018 também foi rechaçado pelo parlamentar que, inclusive, chegou a sugerir que o governador deixe os quadros da legenda, caso não respeite as resoluções partidárias. “Eleição direta, a posição clara do PT é pela eleição do Lula. Não é pela candidatura do Ciro. Quer defender aliança com Ciro, venha para o PT. Discuta no diretório. Vá a uma plenária e defenda sua tese. Não mande recado por página de jornal, que esse partido não foi construído para lhe lançar a governador. Faça sua escolha. Tome seu rumo. Mas, não use o Partido dos Trabalhadores“, atacou o petista.

Globo
O parlamentar também criticou o que avalia como “ações estratégicas da Rede Globo” em relação ao cenário político nacional. “A Rede Globo alterou o seu discurso e a forma como manipula os telespectadores. O que motivaria a “mudança de estratégia” da emissora ao começar a detonar e pedir a renúncia do presidente Michel Temer? Não é o primeiro golpe que esta emissora apoia. Quem tem experiência na política e acompanha o dia a dia dos telejornais vai perceber que a globo estará onde sempre esteve, em favor do bolso dela”, relatou o petista.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home