Câmara Municipal
Atualizado em: 27/08/2015 - 3:36 pm

Plenário Fausto Arruda da Câmara Municipal de Fortaleza. Foto: Genilson de Lima

Plenário Fausto Arruda da Câmara Municipal de Fortaleza. Foto: Genilson de Lima

O plenário da Câmara Municipal de Fortaleza decidiu suspender a CPI instalada para investigar supostas irregularidades cometidas pela Coelce.

O presidente da Casa, vereador Salmito Filho (Pros), submeteu a decisão ao colegiado após o vereador Adelmo Martins (Pros), que presidia a sessão ordinária, acatar questão de ordem levantada pelo vereador Adail Júnior (Pros) que apontou atecnias no trâmite do requerimento do vereador Joaquim Rocha (PV) que criava a Comissão Parlamentar de Inquérito.

Atecnias
Prezando pela transparência nos atos do Poder Legislativo, o presidente Salmito Filho expôs as atecnias verificadas, uma quanto ao prazo de tramitação do requerimento e outra sobre a exigência de publicação do mesmo em Diário Oficial do Município como requisito para instalação das investigações. O parlamentar destacou a compreensão de todos os vereadores, que decidiram por suspender os trabalhos da CPI.

Único pedido
Salmito sugeriu ainda que os dois vereadores que apresentaram requerimento solicitando investigações sobre a Coelce, Joaquim Rocha (PV) e Robert Burns (PTC), cheguem a um consenso que permita a apresentação de um único pedido de instalação da CPI, com autoria de ambos. Vários parlamentares apoiaram a atitude do presidente Salmito, de reconhecimento das atecnias na tramitação e de zelo com o que preza o Regimento da Câmara Municipal e a Lei Orgânica do Município.

Com informações da CMFor



0 comentários







0 comentários
Topo | Home