Copa 2014
Atualizado em: 05/03/2012 - 8:54 pm

Jérôme Valcke é o secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa)

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, enviou, na tarde desta segunda-feira (05), uma carta com pedido de desculpas ao ministro do Esporte, Aldo Rebelo, por sua declaração de sexta passada, de que o Brasil precisava de um “chute no traseiro” para fazer andar os preparativos para o Mundial. Na carta, o dirigente alega erro de interpretação de sua frase, proferida em francês e divulgada por agências de notícias internacionais.

Valcke diz que a expressão em francês a frase “se donner un coup de pied aux fesses” significa apenas “acelerar o ritmo” e que, segundo ele, “infelizmente, essa expressão foi traduzida para o português usando palavras muito mais fortes”. O secretário-geral da Fifa se desculpa a qualquer pessoa que tenha se ofendido com “interpretações incorretas” das suas palavras. No mesmo documento, Valcke reafirma que “o Brasil é e sempre será a única opção para sediar a Copa do Mundo da Fifa 2014″.

Leia aqui:
Secretário-geral da Fifa critica atraso e diz que organizadores da Copa no Brasil precisam de “um chute no traseiro”

O pedido de desculpas do dirigente chegou ao Ministério do Esporte depois de Aldo Rebelo ter oficializado à Fifa o pedido para que o interlocutor da entidade com o Brasil para a organização da Copa fosse trocado. No texto encaminhado pelo ministro, ele dizia que o governo brasileiro não aceitaria mais tratar do assunto com Valcke.

Do O Globo



0 comentários







0 comentários
Topo | Home