Nacional
Atualizado em: 25/04/2011 - 5:04 pm

Uma moradora do município de São Bernardo do Campo, no ABC paulita,  tentou chegar até o gabinete da presidente da República, Dilma Rousseff, no início da tarde desta segunda-feira (25), no Palácio do Planalto. A cidadã estava com uma criança no colo e foi contida por seguranças. Ela disse que estava ali para reclamar da situação habitacional no ABC paulista. A informação é da Folha.com.

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff (PT). Foto: Wilson Dias/AGÊNCIA BRASIL

Segundo o jornal Folha de São Paulo apurou, a mulher, identificada como Eliane dos Santos Silva, foi contida por seguranças no pé da rampa interna que dá acesso ao terceiro andar do Palácio, onde está o gabinete presidencial.

Ela teria ingressado no Palácio do Planalto como visitante. Mas, assim que adentrou o prédio, disparou a correr, aos gritos, pelos corredores e conseguiu chegar ao Salão Nobre, no segundo andar do Palácio, onde são realizadas as principais solenidades, e que dá acesso ao gabinete de Dilma Rousseff.

À Folha, a manifestante disse, chorando enquanto ela levada por seguranças, que “Todo mundo tem direito à habitação. Eu sou mãe de três filhos. Direito para pobre, não tem. Para rico, sempre arranja uma brechinha. Todo mundo aqui pensa que pobre é burro”.

A mulher ainda foi recebida por um assessor da Secretaria-Geral da Presidência e depois, liberada.

Segundo apuração da Folha, essa mesma mulher já havia estado no Planalto na segunda-feira passada, também com o filho no colo. Na ocasião, ela teria ameaçado jogar o filho no espelho d’água em frente ao palácio, para conseguir ser recebida por Dilma.

Da Folha.com



0 comentários







0 comentários
Topo | Home