Articulação
Atualizado em: 22/08/2019 - 6:34 pm

O senador cearense Eduardo Girão apresentou a Sérgio Moro, juntamente com outros parlamentares,  manifesto pelo veto integral à Lei do Abuso de Autoridade

Um grupo de senadores entregou, nesta quinta (22), ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, um manifesto pedindo veto integral ao Projeto de Lei 7.596/2017, que define 37 situações que configuram crimes de abuso de autoridade que podem ser cometidos por servidores públicos e membros dos Três Poderes da República.

A proposta foi aprovada pela Câmara dos Deputados no último dia 14 de agosto. No entanto, os senadores consideram que o texto impõe riscos a investigações, principalmente relacionadas ao combate à corrupção.

O abaixo assinado recebeu adesão de 34 senadores, dentre eles Eduardo Girão (Podemos), Marcos do Val (Cidadania-ES), Styvenson Valentim (Podemos-RN), Major Olimpio (SP-PSL). Em entrevista coletiva no final da manhã, os senadores explicaram que a medida atende aos apelos da população pela continuidade de ações como a operação Lava Jato, desencadeada pela Polícia Federal.

Apoio
Em entrevista à imprensa, Eduardo Girão afirmou que se o presidente vetar integralmente a Lei de Abuso de Autoridade, terá o apoio do Senado. “São 33 assinaturas de senadores, que não é pouco, pedindo o veto integral. O parcial não resolve. Vai se formar uma cortina de fumaça aqui no Congresso Nacional, essa é a estratégia, e o presidente da República precisa definir se vai ficar com o povo ou com a velha politica, porque esses 33 senadores estão querendo mostrar que ele não ficará sozinho se ele escolher o povo. E vamos estar ao lado dele. Porque esse veto integral é essencial”.

“Não se pode fazer o que se fez aqui. É brincar com o povo brasileiro, que está voltando a acreditar no Brasil. Temos convicção de que o presidente vetando, a gente segura aqui, porque o voto será nominal. Quem for votar a favor, votar contra, terá que mostrar as digitais. E essa é a verdade que precisa aparecer, porque o povo quer a verdade.”

Muda
O senador cearense aproveitou para confirmar o apoio do grupo “Muda Senado” na manifestação do próximo dia 25. “O povo brasileiro está indo para as ruas e uma das pautas da manifestação é a lei do abuso de autoridade, que foi votada aqui nessa Casa de maneira vergonhosa. Esse grupo aqui, o “Muda, Senado”, do qual tenho a honra de fazer parte, participará das manifestações pelo país. Estaremos juntos”.



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.