Ceará, Greve
Atualizado em: 28/08/2012 - 1:05 pm

Servidores da Justiça Eleitoral e Ministério Público da União preparam uma manifestação conjunta para esta terça-feira, 28 de agosto, em Fortaleza, a partir das 14h, em frente à sede do Tribunal Regional Eleitoral, na Praça Coração de Jesus (Centro). Os servidores reivindicam, entre outras medidas, a recomposição das perdas salarias decorrentes da inflação dos últimos seis anos, criação de data base, e o respeito, pelo Poder Executivo, à autonomia financeira do Judiciário e MPU.

Eleitoral pode parar
Os servidores da Justiça Eleitoral também podem parar as atividades. A assembleia que vai deliberar pela greve será realizada hoje a tarde, às 14 horas, durante a manifestação, em frente ao TRE.

Sem acordo
Segundo representantes da categoria, o último reajuste concedido aos servidores foi em 2006, há seis anos portanto. A proposta feita pelo executivo, que ofereceu aumento de 15,8% parcelado em três anos (2013-2014-2015) foi recusada pela categoria por não repor as perdas acumuladas com a inflação desde 2006 – em torno de 48%, segundo o IGPM. O percentual oferecido pelo Governo Federal cobre apenas as perdas que virão com a inflação nos próximos três anos.

Em greve
A greve de servidores do Ministério Público do Trabalho e Ministério Público Federal no Ceará, órgãos integram o MPU, chegou à sua segunda semana. A categoria assegurou o funcionamento das instituições, com pelo menos 30% do efetivo trabalhando, mas apenas processos considerados urgentes estão sendo recebidos.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home