Ceará
Atualizado em: 22/09/2011 - 4:11 pm

Um dia depois da denúncia de que uma empresa de crédito do genro do secretário Chefe da Casa Civil do Ceará, Arialdo Pinho, estaria sendo beneficiada pelo Estado, servidores públicos prometem acionar o Ministério Público Federal.

O diretor executivo do Mova-se, Airton Lucena, afirma que a entidade vai procurar todos os direitos para garantir a proteção da categoria. “Estaremos envolvendo o Ministério Público Federal e Estadual, o Tribunal de Justiça, o que for para fazer a defesa do servidor público e esclarecer o está acontecendo”, disse.

“Absurdo!”
A denúncia pegou os servidores públicos de surpresa e causou indignação. “Espero que o governo tenha a mesma atitude do Governo Federal que, quando forem denunciadas pessoas do Governo, pessoas do alto escalão, sejam afastadas literalmente para apuração. O que nos pega realmente de surpresa é que são pessoas influentes  sendo favorecidas”, afirma Airton Lucena Filho,

Leia mais:
Férrer denuncia que Genro de Arialdo Pinho, secretário do governo Cid, opera esquema de consignado no CE



0 comentários







0 comentários
Topo | Home