Greve
Atualizado em: 18/10/2011 - 8:35 pm

A diretoria do Sindicato dos Bancários do Ceará ( SEEB) rejeitou a proposta apresentada pelo Banco do Nordeste do Brasil nesta terça-feira (18), que contém, além do que foi oferecido anteriormente, a promoção dos integrantes da carreira de Analista Bancário, ocupantes dos níveis 1 a 4.

A proposta será apreciada nesta quarta-feira (19) pela Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf). A Comissão protesta pelo fato de o Banco ter divulgado a proposta aos funcionários antes de formalizar às entidades.

Indiferença
De acordo com o Sindicato dos Bancários do Ceará, a proposta do BNB é discriminatória por só favorecer os quatro primeiros níveis da carreira de Analista Bancário, excluindo os outros 14 níveis do PCR.

O presidente do SEEB, Carlos Eduardo Bezerra, afirma que o Governo tratou de forma indiferente as questões do BNB. “Faltou respeito. Nós do Sindicato orientamos o fortalecimento da greve. Agora é esperar novas negociações ainda sem previsão”, conclui.

Para o diretor do Sindicato e coordenador da CNFBNB/Contraf-CUT, Tomaz de Aquino, ainda precisam ser feitas muitas mobilizações para que o Banco ofereça uma proposta justa. O SEEB/CE aposta na mobilização crescente dos funcionários do BNB para arrancar a mesma proposta concedida aos trabalhadores do Banco do Brasil.

Reivindicações
Os bancários do BNB, que estão em greve há 22 dias, reivindicam isonomia entre novos e antigos funcionários, revisão do Plano de Cargos e Remuneração (PCR), abono das faltas da greve e revisão dos planos de previdência (Capef) e saúde (Camed).

Leia mais:
Proposta do BNB é rejeitada e servidores mantêm greve
Bancários voltam ao trabalho após 21 dias de greve

Da Redação Jangadeiro Online, com informações do Sindicato dos Bancários



0 comentários







0 comentários
Topo | Home