Agenda
Atualizado em: 16/06/2011 - 10:31 pm

O evento atende a solicitação do deputado Eudes Xavier (PT/CE)

O seminário “Tecendo Caminhos para Superação da Pobreza no Campo e na Cidade” será realizado nesta sexta (17) e sábado (18) na Assembleia Legislativa do Ceará. O evento, com a presença do Ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, é promovido em parceria com a Câmara dos Deputados e a Câmara de vereadores de Fortaleza, atendendo ao requerimento do deputado federal Eudes Xavier (PT).

Ideia
O objetivo do evento é aprofundar o debate e apontar perspectivas sobre as estratégias de superação da pobreza na sociedade brasileira, através da análise dos avanços e limites das políticas públicas governamentais e das ações dos movimentos sociais, no campo e na cidade. O seminário acontecerá no Complexo das Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa, tendo como um dos palestrantes o professor e doutor, Miguel Arroyo, da Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG.

Durante dois dias, os participantes terão a oportunidade de aprofundar os temas, as políticas públicas, as estratégias da sociedade e dos movimentos organizados de superação da pobreza, tendo como base os contextos específicos da cidade de Fortaleza e do campo, em alguns municípios do interior do Ceará.

Convidados
As palestras e painéis programados terão a participação de representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Banco do Nordeste do Brasil, Universidade Federal do Ceará , Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará, Prefeitura de Fortaleza, Assembleia Legislativa, Câmara dos Vereadores de Fortaleza, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Ceará, Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar, Fórum Cearense de Convivência com o Semiárido e Movimento dos Trabalhadores Sem Terra.

Público Alvo
O evento tem como público alvo trabalhadores(as) do campo e da cidade, representantes dos movimentos sindicais e sociais, agentes sociais governamentais e não-governamentais, professores(as) e estudantes.

Números
Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) realizada em 2008, no Brasil, a pobreza recuou 16% passando de 64,8 milhões de pobres, em 2006, para 54,4 milhões de pessoas, em 2008. No Nordeste, o número absoluto de pobres caiu 12%, passando de 29,85 para 26,2 milhões de pessoas.

Com informações de Assessorias.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.