Partidos
Atualizado em: 14/05/2011 - 1:16 pm

Tasso Jereissati participa de convenção do PSDB

“É o resultado de uma bancada toda, toda dócil. Inteiramente dócil e domesticada. É isso aí: falta de recurso, falta de prestígio, falta de investimento”. A declaração é do ex-senador tucano, Tasso Jereissati ao comentar os buracos nas estradas federais que cortam o Ceará.

Estradas e bancada federal
Ainda durante a entrevista, Tasso Jereissati foi questionado sobre a polêmica envolvendo o governador Cid Gomes e o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

“É lamentável a gente ver o estado das estradas. É difícil você andar, e eu tenho andado, pelas estradas aqui do Ceará e até em Fortaleza sem cair nos buracos.”, completou.

As declarações foram dadas durante entrevista à imprensa neste sábado (14) na convenção do PSDB cearense que confirmou a eleição do ex-deputado estadual Marcos Cals para o comando da legenda no Ceará. O evento começou às 10 horas na casa de shows Kangalha, bairro Messejana, em Fortaleza.

Promessas
Ainda sobre as BRs, Jereissati disse, em discurso, que “só agora” o governo estadual está “descobrindo” o descaso do governo federal em relação ao Ceará.

“Não temos uma obra do governo federal aqui e nós temos tantas mentiras. Na primeira campanha, o Lula saiu na televisão falando de Refinaria, de Siderúrgica e elas apareciam funcionando, tinha até fumacinha. Agora falou de novo e ainda não tem nada”, reclamou para depois completar afirmando que “fora isso, tem o feijão com arroz que é a manutenção e nem isso eles estão fazendo”, disparou.

Cargos
Na sequência, o tucano reafirmou as críticas em relação a bancada federal e disse que as reivindicações para o desenvolvimento do Ceará são atendidas com trocas de favores para benefício pessoal dos políticos.

“Pra eles [governo federal] é assim, se não tá vindo nada para o Ceará, ‘dá um empreguinho pra ele [deputado], que ele vota com a gente.’ Esse governo não está preocupado com o Ceará.”, afirmou.

Leia mais:
Cid lança “Rally dos buracos”, classifica ministério dos Transportes de “laia” e Dnit de “quadrilha”
Áudio: Cid diz que Ministro é ” inepto, incompetente e desonesto”

Câmara pede explicações de Cid Gomes sobre declarações contra ministro

Renovação
O ex-senador Tasso Jereissati conversou com os jornalistas ao chegar no encontro e destacou a renovação do partido, dizendo que o PSDB cearense vive uma nova fase. Tasso deixou claro que o novo presidente da legenda, Marcos Cals, será o responsável pela articulação tucana no interior do estado, mas garantiu que vai estar sempre presente.

“Tenho compromisso com o estado do Ceará e vou colaborar com o partido sempre que for necessário”, declarou o tucano.

Doação
Já durante discurso, Tasso falaou sobre  a importância de fazer política baseada em “ideias e ideias” e ressaltou que a política é a “arte de fazer o bem público através da doação indivudual”, o que segundo o tucano, não vem acontecendo atualmente.

“O que estamos vendo agora é o inverso, não existe nenhum alicerce de ética e moral. É um castelo de cartas. Isso cai”, afirmou.

Corrupção
O tucano ainda lembrou casos de corrupção envolvendo representantes do Partido dos Trabalhadores.

“Quem não lembra do caso do cuecão? Hoje, ele [o depuatdo federal José Nobre Guimarães/PT] é um dos deputados mais votados  e é apoiado por ele (Cid Gomes)”, disse em referência a aliança entre o deputado petista e o governador do Ceará.

Prefeitura
Tasso concluiu o discurso criticando a administração de Fortaleza.

“A prefeita é apoiada pelo governo do Estado e pelo governo federal e mesmo assim está fazendo essa desgraça aqui em Fortaleza”, disparou ao lembrar dos buracos em ruas e avenidas, greves, sujeira nas ruas e a lotação dos hospitais  da capital.

Leia mais
Domingo tem o Rally dos Buracos na BR-222. Cid Gomes confirmou presença

Acompanhe a entrevista com Tasso Jereissati:



0 comentários







0 comentários
Topo | Home