Entrevista
Atualizado em: 13/07/2013 - 1:39 pm

Tucano diz que governo Dilma foi construído na base do "toma lá, dá cá" e prevê momentos de instabilidade

Tucano diz que governo Dilma foi construído na base do “toma lá, dá cá” e prevê momentos de instabilidade

A oposição prevê que o governo Dilma terá dificuldades no Congresso Nacional, caso não mude sua forma de interlocução. O deputado federal cearense, Raimundo Gomes de Matos (PSDB), avalia que o governo federal vive um momento de instabilidade em virtude da má gestão, sobretudo nos aspectos administrativos e políticos.

Sem autonomia
O tucano ainda afirma que a equipe responsável pela interlocução com o Legislativo não tem conseguido compatibilizar os ruídos no Congresso Nacional. “Boa parte do gerentes [ministros] não tem autonomia em virtude da centralização, gerando instabilidade na base do governo”, salientou o tucano, em referência aos posicionamentos contrários de alguns líderes governistas as ações propostas pela presidente Dilma Rousseff.

Toma lá, dá cá
Raimundo Matos salienta que a grande maioria do governo foi construída na base do “toma lá, dá cá”. O parlamentar acredita que, após o recesso parlamentar, caso o governo não modifique suas articulações, os problemas poderão se agravar ainda mais.

“Bolsa Passeata”
Sobre a denúncia de pagamento de jovens durante a mobilização nos atos das centrais sindicais, na última quinta-feira (11), Raimundo Gomes de Matos solicitou investigação, acusando o governo de fazer “uma revolução branca” para se perpetuar no Poder. “Isso precisa ser investigado, porque está descaracterizando as ações legítimas do povo quando foi as ruas”, disse.

As denúncias foram trazidas pelo jornal Folha de São Paulo. A imprensa flagrou pagamento, em torno de R$ 70,00, para os “manifestantes” que participaram do Dia Nacional de Luta, na última quinta-feira (11). A denúncia está sendo chamada de “bolsa passeata”.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.