Polêmica
Atualizado em: 30/04/2011 - 10:20 pm

Reprodução de matéria publicada na edição 2215, da revista Veja.

A edição da revista Veja que chega às bancas de todo o país esta semana, retoma o assunto que deu o que falar entre os leitores (e até entre os não leitores) cearenses na semana passada e volta a expor o desgaste da prefeita Fortaleza, Luizianne Lins (PT), relatando novos fatos a partir da repercussão da matéria publicada na edição anterior da revista.

Sob o título, “A Joaninha vira um Marimbondo – A zangada prefeita de Fortaleza é atingida por um enxame de novas denúncias”, a reportagem começa identificando Luizianne Lins como a “prefeita mais impopular do país” e relata que a gestora terá que enfrentar um pedido de impeachment, solicitado pela Ação Cearense de Combate à Corrupção, junto a Câmara de vereadores de Fortaleza, na última sexta-feira (29).

Contra-Ataque
A matéria diz que Luizianne “contra-atacou” as denúncias da revista Veja, foi a uma emissora de TV e depois “publicou nos jornais cearenses um anúncio ardido” que teria sido pago com dinheiro público. O Ministério Público Estadual, através do promotor Ricardo Rocha, teria visto indícios de crime e aberto um processo contra a prefeita da capital.

Ordem Judicial
Ainda segundo a revista, o Ministério Público Estadual denunciou a prefeita Luizianne Lins criminalmente por descumprir uma ordem judicial datada de julho de 2008 e que “a petista deveria ter pago R$ 1,5 milhão de reais em dívidas trabalhistas a funcionários da prefeitura”.

Cartões Corporativos
A revista volta a citar o uso dos cartões corporativos e dessa vez apresenta cópia da tomada de contas do Tribunal de Contas dos Municípios para afirmar que “de janeiro de 2007 a março de 2008, a prefeita petista e seis de seus assessores gastaram 43 000 mil reais com cartões corporativos, mas só prestaram contas de 3 198 reais”.

Devassa
Em uma das despesas descritas pelo TCM, Luizianne Lins teria utilizado o cartão corporativo para o pagamento de uma conta no valor de R$61,04 na cervejaria Devassa, em Ipanema, Rio de Janeiro, no dia 23 de novembro de 2007.

Em outra despesa, 4 000 reais foram destinados à Fnac Brasília Guara, loja de eletrônicos e livros, no dia 1º de novembro de 2007.

Superfaturamento
A matéria destaca ainda que Ministério Público Federal teria detectado superfaturamento de R$ 3 milhões nas obras do Hospital da Mulher. Enquanto os vereadores de oposição estariam investigando, segundo disse a revista, um repasse de R$ 94 milhões para o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Apoio à Gestão da Saúde, “ONG petista que jamais prestou contas das verbas recebidas” da prefeitura de Fortaleza.



17 comentários







17 comentários
Topo | Home


Ivan Alves | domingo maio 1 2011 | 10:11

É hora de acabar com essa pouca vergonha que está destruindo Fortaleza. Estou trabalhando em Pernambuco e fico triste, quando vou em fortaleza e vejo a triste situação de caos que se encontra a cidade. Buracos, lixo, colégios depredados, insegurança…Fora Luiziane, Fortaleza não ti suporta mais. O povo merece respeito!

IAB | domingo maio 1 2011 | 16:38

A favor do impeachment!! Fortaleza está uma vergonha, parece que foi atacada por meteoritos porque é buraco que não acaba nunca e em todo lugar, uma desgraça total.

Paulo Goes | domingo maio 1 2011 | 21:48

Com este ótimo serviço prestado aos fortalezenses pela revista VEJA,uma nobre deputada condenou a mesma pelas divulgações

Romenio | segunda-feira maio 2 2011 | 09:17

E ainda há pessoas que defedem essa administração….

edilane do nascimento pereira | segunda-feira maio 2 2011 | 09:39

É mais uma vez eu digo a Veja,não é merecedora de créditos para formar a opnião de ninguém,mas devo admitir q quando eles qerem entrar numa briga,são bons e sinceramente felizmente esta briga favorece o povo da minha cidade q não aguenta mais ver Fortaleza em caos.

RIVELINO | segunda-feira maio 2 2011 | 10:20

revistinha sem moral só vive de caluniar,espero que a prefeita saiba responder à altura esses ataques,acho interessante que na administração passada as passagens aumentavam todo ano, roubaram até merenda escolar,o lixo e os buracos tomavam conta da cidade nem havia coleta pq a prefeitura estava devendo e não se falava em impedimento ou cassassão, isso não passa de preconceito.

Savio | segunda-feira maio 2 2011 | 11:12

Eu acho é pouco. Muitos aqui ficam reclamando, mais na ultima eleição todos voltaram nela. Portanto aguenta, que ainda não acabou. Apesar disso tudo que essa prefeita está fazendo. Tenho certeza que na proxima candidataria, o que ela apoiar, incluse um ´´Porte“ será eleito(a) Prefeito(a) de Fortaleza.

José Batista | segunda-feira maio 2 2011 | 14:00

Não gosto da revista Veja, mas li a reportagem para ter como argumentar. É incrível a irresponsabilidade desse veículo. O repórter esquece que está fazendo jornalismo e se projeta em um verdadeiro show de humor, aliás de muito mal gosto. Além disso, ele fala de um suposto impeachment que passa engana alguns leigos. O suposto pedido de impeachment foi protocolado, como qualquer documento que chegue à Camara dos Vereadores, mas isso não significa que o mandato de Luizianne Lins será caçado e muito menos que as causas alegadas são verdadeiras. Por fim, se procurarmos o autor do pedido vemos que é Fernandes Filho, que tentou ser candidato pelo PSDC à prefeitura em 2008 e não conseguiu sequer apoio de seu partido. Será que é vingança pessoal? Aprende a fazer jornalismo, Veja!

Amanda Nogueira | segunda-feira maio 2 2011 | 14:02

engraçado é que ainda se dá importância para um revista como a Veja…

DIANA | segunda-feira maio 2 2011 | 14:25

o povo tambem tem culpa, a “LOURA” não fez nada no primeiro mandato e ainda votaram nela de novo, agora q o povo acordou, ainda bem que eu nao dei e nem dou meu voto pra ela, agora a Fortaleza que antes dela era bela, agora ficou cheia de buracos, os professores sem salários, saúde zero, coitados dos pascientes q estão no IJF, se não cuidarem vão morrer todos carbonizados, o PV virou hitória de novela, o jardim japones depois da dengue, vixe se eu focontinuar o q tem de fazer vou passar é um dia e um noite digitando o q tem que fazer e ainda não acaba, por isso vou ficando por aqui………

Jr. Sales | segunda-feira maio 2 2011 | 14:29

A pior prefeita do Brasil ficou linda de Joaninha, kkkkk VERGONHA TOTAL.

Sousa | segunda-feira maio 2 2011 | 15:54

Quando é que vamos criar vergonha na cara senhores eleitores, e não votar mais nessa corja de políticos brasileiros que só querem unica e exclusivamente encher seus bolsos, vamos criar vergonha e começar a cobrar prisão “perpétua” pra esse tipo de crime ou nosso país vai virar um Haiti da vida. Será que só se prende pobres nesse país. Ah e falando de Fortaleza ou do Fotaleza, não não importa os dois estão no buraco mesmo, melhor nem comentar.

Helena | terça-feira maio 3 2011 | 17:49

A matéria da Veja é toda ridícula, começando pelo título.

Kátia Guimarães | terça-feira maio 3 2011 | 22:33

E eu que não gosto muito da VEJA, tenho que me render e tirar o chapeu para essas matérias, pois como cidadã de Fortaleza, cada vez mais constato o descaso com o qual nossa cidade é tratada, e quanto dinheiro é rasgado pala administração pública, seja com festas superfaturadas, cartões corporativos usados para pagamentos de contas particulares e, principalmente pela quantidade de greves e a situação caótica dos hospitais que tem que funcionar precariamente, sem o material necessário para a realização de procedimentos. Realmente, é uma vergonha. Impeachment nela!!!

karine | segunda-feira junho 20 2011 | 17:44

Essa prefeita é uma vergonha para nossa cidade!!! acordem meu povooooooooooooooo!!!
Essa daí, engana a todos, vejam o que ela esta fazendo com os professores?! E a saude publica? Olhem p nossa cidade, acabaaaaada, cheia de buracos, daqui a pouco vamos viver igual a TATU, tudo dentro dos buracos belos da nossa Fortaleza bela!!
Essa joaninha ai ta fazendo a nossa fortaleza bela mesmo, mas uma BELA PORCARIA!!
Tenho vergonha e nojo de um dia dizer que votei em VOCÊ LUIZIANE LINS..

valdizarf | segunda-feira junho 20 2011 | 21:31

nao adianta denunciar, se nada acontece!

HB | segunda-feira junho 27 2011 | 10:04

Quem defende a adiminstarção da prefeita são aqueles que tem o ‘rabo preso’ com ela e se beneficiam da atual situação. Triste, não é? Pensam em seus proprios interesses e desprezam os demais… Luizianne Lins está como Nero quando pôs fogo em Roma. Ele mandou lacaios e eles que não estavam loucos como o soberano, colocaram fogo na cidade!!! Até quando isto acontecerá em Fortaleza?! Até quando os seus lacaios apoiarão os demandos desta ingestora? Espero que com a proximidade de 2012 alguns se imponham pois do contrario será uma resultado catastrofico para a estrela(PT) que já teve luz mais cintilante. Com Luizianne ela apagou totamentel!!!






You must be logged in to post a comment.