Câmara Municipal, Fortaleza
Atualizado em: 27/03/2012 - 5:06 pm

O vereador Carlos Dutra (PSDB) defendeu o uso de arma de fogo pelos guardas municipais de Fortaleza durante discurso, na Câmara Municipal de Fortaleza, na manhã desta terça-feira (27). Segundo ele, não há possibilidade de defender os patrimônios públicos com o material utilizado atualmente pelos servidores (cassetetes, spray de pimenta e pistolas elétricas).

Modelo e Lei
Para o parlamentar, a Capital cearense tem de seguir o modelo de outras 127 cidades do país em que guardas municipais utilizam armas letais. “Se é lei federal, porque não armar esses nossos colegas?”, diz Carlos ao se referir a Lei Federal 10.826/2003, que autoriza a categoria a usar armas de fogo no trabalho. “Acho importante que a prefeita possa agir rapidamente”, completa.

Fatos
A fala do vereador foi embasada nos últimos acontecimentos envolvendo guardas municipais em Fortaleza. Um deles foi o assalto a caixas eletrônicos dentro da Câmara Municipal no último domingo (25), em que guardas que foram algemados pelos bandidos. Também no domingo, outros guardas foram feitos reféns e baleados durante invasão de torcedores ao Terminal do Antônio Bezerra.

Guardas municipais fizeram mobilização na manhã desta terça-feira (27) no Plenário da Câmara Municipal para pedir o uso de armas de fogo no trabalho (Foto: Kézya Diniz)

Protesto
Justamente para pedir o uso de armas de fogo, guardas municipais paralisaram as atividades na manhã desta segunda-feira (26) em frente a sede do órgão. O sindicato da categoria (Sindiguardas) defende que os profissionais que trabalham em locais onde existem caixas eletrônicos exerçam a função armados. Caso contrário, quer a retirada dos guardas desses locais de trabalho.

O que diz a Prefeitura
Em resposta, a direção da Guarda Municipal informou, por meio da assessoria de imprensa, que a Prefeitura de Fortaleza não autoriza o uso de armas de fogo pelos guardas; apenas de armas semi letais, como spray de pimenta, cassetete e pistola elétrica. Apesar disso, a instituição afirma que, futuramente, poderá vir a liberar o uso de armas de fogo.

Tema será debatido
Está agendada para o próximo dia 9 de abril, às 9h, uma audiência pública que vai discutir o uso de armas pelos guardas municipais. O debate foi anunciado pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Acrísio Sena (PT) nesta terça-feira (27). Segundo ele, a ideia foi sugerida pelo diretor da Guarda Municipal, Arimá Rocha, que se comprometeu a participar da conversa.

Convidados
Para a audiência, serão convidadas órgãos e instituições que atuam na área, como a Polícia Federal, Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS); Ministério Público; Secretaria dos Direitos Humanos do Estado e do Município (SDH); Ordem dos Advogados do Ceará (OAB-CE), Comando da 10° Região Militar e Guarda Municipal de Fortaleza.

Da Redação do Jangadeiro Online



2 comentários







2 comentários
Topo | Home


Ana Paula | terça-feira março 27 2012 | 18:49

ah, claro mais despreparados armados na rua… é isso que a população precisa?? acho que não

boca de xilito | terça-feira março 27 2012 | 23:45

arma de plastico e a soluçao para os GM…………..o juiz permite o uso. So deus ajuda,em clasico rei e so compra bomba rasca lata………..