Câmara Municipal
Atualizado em: 11/09/2017 - 10:33 am

Presidente da Câmara Municipal, vereador Salmito Filho (PDT), pede apoio da bancada cearense para sensibilizar governo federal e conseguir aval para empréstimos internacionais . Foto: Genilson de Lima/CMFor

Um grupo de vereadores de Fortaleza irá a Brasília, nos próximos dias, para pressionar o ministro Eliseu Padilha, da Casa Civil, pela liberação, junto ao Governo Federal, de processos relativos aos financiamentos internacionais que envolvem a Capital cearense.

Isto porque a liberação ainda precisa do aval dos senadores para ser concretizada. O assunto, segundo os parlamentares ouvidos pelo jornal O Estado, deve movimentar os bastidores da Câmara Municipal, sobretudo para definição dos nomes que integrarão a comissão.

“Como é financiamento internacional, o Governo Federal apenas cumpre o papel de assinar o contrato, de mediar na formalidade do documento, mas inexplicavelmente esses financiamentos já estão há meses nessa tramitação no Governo Federal, na Casa Civil, que tem que enviar para o Senado aprovar. Nós precisamos desse recurso, a cidade precisa de investimento e não é correto se não há nenhuma atecnia, nenhuma ilegalidade, não liberar o financiamento”, explica o presidente do Legislativo municipal, vereador Salmito Filho (PDT), que nos últimos dias apelou aos senadores cearenses, para que também cobrem celeridade no processo.

Empréstimos
Segundo ele, os empréstimos somam mais de R$ 3,4 bilhões e trarão impactos na ampliação e melhoria das políticas desenvolvidas pelo Executivo, dentre elas a construção de novos Centros de Educação Infantil e escolas de tempo integral, além de novos Centros Urbanos de Cultura e Artes (Cuca’s); na saúde, a construção de novas Policlínicas, ampliação da rede saneamento básico e de drenagem.

Prioridades
Na questão da mobilidade urbana, de acordo com Salmito, os investimentos visam a melhoria do transporte público, com a ampliação dos BRT’s, dentre outros. O turismo da Capital também receberá investimentos, com destaque para a requalificação do Centro Histórico, atrelado às ações na área de segurança com os programas Proredes e Segurança Cidadã, além da urbanização das principais lagoas de Fortaleza.

Impasse
Em entrevista ao jornal O Estado, o vereador Adail Junior (PDT) também explicou que os recursos solicitados não pedem a contrapartida do governo federal e, portanto, os parlamentares não compreende o impasse criado pela Casa Civil para liberação e consequente o aval pelo Senado. De acordo com o vereador, o momento é de mobilização das autoridades e parlamentares cearenses “engajados na luta para dar andamento aos projetos e início à execução das obras no município de Fortaleza”.

“Esses empréstimos são recursos necessários para melhoria das condições de vida da população fortalezense. Defendo a bandeira que precisamos conversar com todo mundo, até mesmo uma agenda com o ministro Eliseu Padilha para ouvi-lo. Queremos sensibilizá-lo e buscaremos os senadores cearenses para intermediar este encontro”, disse ele.

Comissão
No início do mês de agosto, a Câmara aprovou um requerimento criando uma comissão de vereadores para acompanhar junto ao Governo Federal e Senado a tramitação de todos os processos relativos aos empréstimos solicitados pela administração municipal. A iniciativa, inclusive, ganhou o apoio da bancada de oposição. Na ocasião, o vereador Guilherme Sampaio (PT), embora contrário a gestão municipal, prestou apoio à iniciativa do vereador Salmito Filho de cobrar celeridade do governo federal.

Com informações do OE



0 comentários







0 comentários
Topo | Home