Nacional

“A vida segue”: Dilma decide manter ministro Lupi no governo

O ministro das declarações polêmicas: depois de dizer que só deixaria ministério "abatido a bala", Lupi dispara: “Dilma, me desculpe, eu te amo”.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, reafirmou nesta quarta-feira (23) que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, permanecerá no cargo e que, para o governo, o assunto está “encaminhado”. Carvalho confirmou a decisão da presidente Dilma Rousseff de manter o ministro ao deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), pouco antes da reunião da Comissão Executiva do PDT, ontem (22), em Brasília.

“O Lupi continua ministro, a vida segue. Para nós, o assunto está encaminhado”, disse ao deixar a cerimônia de entrega do Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar, em Brasília.

Apoio
Sobre a possibilidade de o ministro Lupi perder o apoio que tem dentro do PDT, Gilberto Carvalho contou que não foi isso que ouviu do deputado Paulo Pereira da Silva. “Ele não falou isso pra mim, ontem. A posição foi o contrário, ele me disse que [os pedetistas] apoiavam a continuidade de Lupi”.

Leia ainda:
Na presidência do PDT, André Figueiredo defende ‘como amigo’ que Lupi deixe cargo    

Ministro Lupi admite carona em avião e nega ter mentido     
Nos jornais: Com a bênção de Lupi, PDT loteia cargos no Ministério do Trabalho, inclusive no Ceará   

Na reunião da Executiva Nacional, os presidentes dos diretórios estaduais e as bancadas do partido na Câmara e no Senado declararam apoio ao ministro Lupi, mas o partido não divulgou nenhuma nota oficial. Nos últimos dias, alguns parlamentares do PDT defenderam a saída de Lupi do governo.

Com informações da Agência Brasil.