Denúncia

Ação do MP tem provas de que Luizianne Lins desviou função da Guarda Municipal

Luizianne Lins foi denunciada por usar Guarda Municipal na segurança da própria mãe

Há indícios suficientes de que a prefeita de Fortaleza Luizianne Lins praticou ato de improbidade administrativa ao usar agentes da Guarda Municipal para fazer a segurança na casa da mãe dela. É o que afirma o Ministério Público do Estado (MP).

O MP esclareceu, nesta segunda-feira(22), que a Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa contra a prefeita contém todos os documentos que comprovam os indícios de desvio de função da Guarda Municipal.

A prefeita Luizianne Lins não é a única citada na ação, também respondem o chefe da Guarda Municipal, José Arimá Rocha Brito; e a mãe de Luizianne, Luiza Maria de Oliveira Lins.

Além de conter os documentos, a ação contempla os devidos procedimentos administrativos que apontam os indícios da existência de improbidade em relação à má utilização e desvio de função da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF).

Extravio de provas
Na última sexta-feira (19), servidores do Setor de Protocolo do Fórum Clóvis Beviláqua, teriam perdido o conjunto de provas que sustentam a Ação Civil Pública.

Leia mais:
Juíza pede ao Ministério Público que envie documentos que incriminam Luizianne Lins

Na manhã desta segunda (22), o promotor Ricardo Rocha foi informado de que as provas foram encontradas, encaminhadas para digitalização e depois encaminhadas para a 9ª Vara da Fazenda Pública.

Redação Jangadeiro Online, com informações do MP


Curtir:


7 thoughts on “Ação do MP tem provas de que Luizianne Lins desviou função da Guarda Municipal

  1. Que perseguição besta do Minitério Público, tem coisas mais serias para apurar promotor. Os desvios da Casa Civil do Governo do Estado. Quando é que o Arialdo Pinho vai ser pego

  2. Pense num cabra forte esse Arialdo Pinho. Cai 04 Ministros,Superintendentes, e outra autoridades importantes e esse homen continua forte, so pode ter coninvência muito forte no governo Cid Gomes

  3. Essa prefeita faz o que quer,se acha dona de Fortaleza,nunca foi punida,com essas prova de desvio da func.guarda, que circula na midia não tem escapatoria.ela precisa respeitar o povo cearense,além de de gastar o dinheiro publico com festa,usa os guarda,que deveria estar ajudando a policia militar nas ruas esta protegendo a mae! cade a vergonha da mae da prefeita,se explica o comp.da filha……

  4. Vamos ver se as tais provas procedem realmente. O uso de Guardas Municipais pelo chefe do poder executivo na capital está dentro da lei e Luizianne Lins agiu dentro da legalidade. Vamos ver o que vão alegar. Pra mim, só um fogo de palha.

  5. Resta saber se procedem. Para mim, as explicações de Luizianne Lins convencem até porque a segurança de familiares com relação direta com o chefe do executivo é antiga e outros prefeitos já utilizaram como Cambraia e Juraci Magalhães. Não há nada ilegal nisso.

  6. A prefeita Luizianne Lins está coberta de razão. O procedimento é legal sim e foi aprovado bem antes dela ocupar a Prefeitura de Fortaleza. Acontece que querem criar polêmicas com o nome dela já visando as eleições de 2012. Só isso.

  7. Será mesmo? Sinceramente é muito improvável que Luizianne Lins tenha usado a Guarda Municipal para fins pessoais. Isso tem mais a ver com manobras pra antecipar o debate eleitoral de 2012.

Comments are closed.