Ceará

AL celebra 30 anos da Secretaria de Recursos Hídricos

AL celebra 30 anos da Secretaria de Recursos Hídricos

A Assembleia Legislativa realiza, nesta sexta-feira (26/05), sessão solene em comemoração aos 30 anos da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) do Estado e aos 20 anos do Programa de Gerenciamento e Integração dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará (Progerirh).

O evento, marcado para as 19 horas, no Plenário 13 de Maio, atende a requerimentos dos deputados Agenor Neto (PMDB) e Carlos Matos (PSDB).

SRH
Desde 1987, a SRH é o órgão responsável pelo sistema de integração dos recursos hídricos do Ceará, com objetivo de garantir a oferta de água para todos e o desenvolvimento agrícola e industrial do Estado. Para desenvolver as políticas públicas do setor, a Secretaria conta com auxílio da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) e da Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra), instituições responsáveis pelas ações operacionais.

Segundo o deputado Agenor Neto, a SRH foi estruturada considerando as singularidades regionais e locais do Estado. Para o parlamentar, “é inquestionável a importância da atuação da Secretaria, principalmente num cenário de constante estiagem enfrentado pelo Ceará”.

Competência
O deputado Carlos Matos destaca obras de competência da Secretaria construídas para movimentar águas por todo o Ceará, como o açude Castanhão, realizado em parceria com o Governo Federal, e o Canal da Integração, em construção no Estado, com financiamento do Banco Interamericano para Reconstrução e Desenvolvimento.

Para Carlos Matos, é imprescindível o reconhecimento, por parte da sociedade, do trabalho desenvolvido pelo órgão “na implementação da política estadual de recursos hídricos, de forma integrada, descentralizada e participativa, para promover a oferta, a gestão e a preservação da água, contribuindo para o melhor desenvolvimento sustentável do Estado”.

Progerirh
Sobre os 20 anos do Progerirh, Carlos Matos explica que se trata “da mais importante peça de planejamento já elaborada até então na região do semiárido nordestino”. Criado pelo Governo do Estado em 1997, em parceria com o Banco Mundial, o programa tem como intuito ampliar a infraestrutura hídrica e o fornecimento de um aparato técnico, operacional e institucional no gerenciamento dos recursos hídricos. “Atualmente, o estado do Ceará tem um dos sistemas de gestão de recursos hídricos considerados pioneiros e exemplo para os demais estados do País”, reforça o parlamentar.

Com informações da AL


Curtir: