Bastidores

Anibal defende ruptura do PMDB com PT

Anibal defende ruptura do PMDB com PT. Foto: Agência Câmara
Anibal defende ruptura do PMDB com PT. Foto: Agência Câmara

O PMDB, possivelmente, não continuará sua aliança com o PT a partir do ano que vem porque está pensando em apontar candidato próprio para disputar a Presidência da República nas eleições de outubro de 2018. A informação é do deputado cearense Anibal Ferreira Gomes (PMDB).

2016
Anibal, por sua vez, diz concordar com a fala do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB), que, em 2016, o PMDB estará fora da aliança com o PT. Isso porque, conforme o parlamentar, o partido quer crescer e, por isso, precisa apresentar seus projetos.

Nomes
Sobre 2018, o deputado assegura que o partido tem vários nomes fortes para disputar a chefia do Palácio do Planalto, destacando o nome do prefeito Eduardo Paes, do Rio de Janeiro. “O Eduardo tem sido um grande prefeito e tem o reconhecimento do Brasil quase todo”.

Difícil
Anibal afirmou também que a convivência com o PT é muito difícil, porque é uma legenda que não dialoga com os demais aliados. “Tenho muito respeito aos membros do PT, somos amigos há muito tempo, mas a convivência com o partido é muito difícil”, enfatiza, observando que o PMDB há muito tempo não postula a Presidência da República e, em 2018, é chegada a vez.


Curtir: