Eleições 2012

Aos milhões: Segunda prestação parcial de contas dos candidatos à prefeitura de Fortaleza já revela gastos de R$ 9,2 milhões

Aos milhões: Segunda prestação parcial de contas dos candidatos à prefeitura de Fortaleza já revela gastos de R$ 9,2 milhões

A segunda prestação parcial de contas dos candidatos que disputam a prefeitura de Fortaleza está disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde a última quinta-feira (6). Os números revelam gastos “declarados” de R$ 9,2 milhões em dois meses de campanha.

Crescimento nos gastos
Na primeira prestação parcial de contas, divulgada no final de agosto, os candidatos declararam gastos de R$ 2,045 milhões. Um mês depois, a soma das duas parciais mostra um grande crescimento tanto nos gastos quanto na arrecadação.

Leia ainda:
Prestação parcial de contas dos candidatos à prefeitura de Fortaleza confirma gastos milionários

Bolso cheio!
A arrecadação declarada pelos candidatos junto a Justiça Eleitoral aumentou. E muito! No mês passado, o volume de contribuições para o financiamento das candidaturas foi de R$ 1,58 milhão. Agora, na segunda parcial, chega a R$ 10,82 milhões.

Quem gasta mais
O candidato que movimentou o maior volume de recursos foi Roberto Cláudio, do PSB. O prefeiturável apoiado pelo governador Cid Gomes conseguiu arrecadar R$ 5.230.100. O socialista declarou já ter gasto R$4.582.584,31 nos dois meses de campanha.

Quem gasta menos
O candidato do PPL, André Ramos, declarou uma arrecadação total de apenas R$ 2,9 mil. Segundo o prefeiturável, já foram gastos nos dois meses de campanha quase R$ 2,8 mil para custear a candidatura.

Zero
O candidato Valdeci Cunha é o único, dos 10 candidatos que disputam a prefeitura de Fortaleza, a não declarar os valores de receita e de despesas com o financiamento da candidatura.

Detalhes
Nas planilhas de prestação de contas é possível verificar quanto os candidatos já conseguiram arrecadar até esta altura da campanha, valores contratados e os gastos que já foram efetuados por cada candidatura.

Leia ainda:
Campanha dos candidatos à prefeitura de Fortaleza pode passar dos 60 milhões de reais

Abaixo, um breve resumo dos valores totais de receitas e despesas de cada um dos dez candidatos que disputam a prefeitura de Fortaleza. Acompanhe:

André Ramos (PPL):
Sem coligação
TOTAL DA RECEITA – R$2.900,00
TOTAL DA DESPESA – R$2.788,00

Elmano de Freitas (PT):
Coligação: PR, PV, PTN, PSC, PTdoB, PT
TOTAL DA RECEITA – R$3.147.300,00
TOTAL DA DESPESA – R$2.883.563,53

Francisco Gonzaga (PSTU):
Sem coligação
TOTAL DA RECEITA – R$3.230,00
TOTAL DA DESPESA – R$0,00

Heitor Férrer (PDT):
Coligação: PDT e PPS
TOTAL DA RECEITA – R$257.000,00
TOTAL DA DESPESA – R$216.439,54

Inácio Arruda (PCdoB):
Sem coligação
TOTAL DA RECEITA – R$1.012.200,00
TOTAL DA DESPESA – R$872.832,21

Marcos Cals (PSDB):
Sem coligação
TOTAL DA RECEITA – R$274.000,00
TOTAL DA DESPESA – R$240.002,97

Moroni Torgan (DEM):
Sem coligação
TOTAL DA RECEITA – R$820.290,00
TOTAL DA DESPESA – R$397.077,82

Renato Roseno (Psol):
Coligação: Psol e PCB
TOTAL DA RECEITA – R$74.176,00
TOTAL DA DESPESA – R$68.674,11

Roberto Cláudio (PSB):
Coligação: PMDB, PSB, PEN, PHS, PP, PMN, PRB, PRP, PSDC, PSL, PTB, PTC e PSD
TOTAL DA RECEITA – R$ 5.230.100,00
TOTAL DA DESPESA – R$ 4.582.584,31

Valdeci Cunha (PRTB):
Sem coligação
TOTAL DA RECEITA – R$0,00
TOTAL DA DESPESA – R$0,00

Para acompanhar os nomes dos doadores de cada uma das campanhas e conferir mais detalhes clique aqui.


Curtir: