Ceará
Atualizado em: 19/05/2011 - 7:32 am

Na esteira da polêmica das rodovias federais, envolvendo o governador Cid Gomes e o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, o deputado Heitor Férrer (PDT) fez críticas ao estado de conservação da CE-168, na última terça-feira (17). Um dia depois, o Governo do Estado anunciou um programa de recuperação de estradas, estimado em R$ 70 milhões.

Em nota publicada no site Governo do Ceará, a assessoria de imprensa da Seinfra justifica os danos em parte das CEs pelo aumento do fluxo de veículos pesados, “devido ao péssimo estado das BRs”.

Confira a nota do governo:

O Governo do Estado inicia a próxima terça-feira (24) um pacote de ações para recuperar as rodovias estaduais. Intitulado Proestradas II, o programa prevê investimentos estimados em R$ 70 milhões para as obras. Segundo dados do Departamento Estadual de Rodovias (DER), ligado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), dos aproximadamente 7.300 quilômetros de rodovias estaduais, em torno de 530 quilômetros (7,2% do total) estão com problemas de trafegabilidade. As intervenções terão início imediato.

Parte das rodovias estaduais ficaram danificadas devido ao aumento do fluxo de veículos pesados, como carretas e caminhões, que tiveram de intensificar o fluxo pelas CEs devido ao péssimo estado das BRs; e ao volume das chuvas em algumas regiões. Em uma primeira fase o Governo do Estado realizará ações de tapa-buraco, limpeza das margens, e outros serviços que possam vir a receber tratamentos emergenciais nas vias. A segunda fase compreenderá intervenções mais complexas, como a restauração de trechos mais longos que não podem ser tratados com o serviço de tapa-buraco. Para iniciar os trabalhos de recuperação é necessário aguardar o início do período de estiagem para o procedimento dos trabalhos.

Em algumas intervenções o Estado não terá custos para a recuperação da malha viária, como é o caso de parte da CE-168, trecho que liga Itapajé a Itapipoca, entre outras obras entregues e dentro do prazo contratual de recuperação. A CE-168, entregue em março, encontra-se com parte de seu revestimento asfáltico danificado e, como os problemas apareceram dentro do tempo da garantia contratual, sua recuperação não trará custos ao Estado.

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me