Economia

Após rebaixamento da nota do Brasil, Dilma reúne ministros no Planalto

Dilma se reúne neste domingo com ministros para finalizar Orçamento de 2016
Dilma reúne ministros no Planalto

Um dia após o rebaixamento da nota de crédito do Brasil pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P), a presidente Dilma Rousseff convocou nesta  (10) uma reunião de ministros no Palácio do Planalto.

Dilma alterou a agenda, que previa um encontro com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e convocou uma reunião de coordenação política.

Em reunião
Além de Mercadante, o encontro reúne o vice-presidente Michel Temer e os ministros da Fazenda, Joaquim Levy; do Planejamento, Nelson Barbosa; da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva; de Minas e Energia, Eduardo Braga; das Cidades, Gilberto Kassab; da Justiça, José Eduardo Cardozo; das Comunicações, Ricardo Berzoini; além dos líderes do governo no Senado, senador Delcídio Amaral (PT-MS); na Câmara, José Guimarães (PT-CE); e no Senado, José Pimentel (PT-CE).

Nota
A agência reduziu a nota de crédito do Brasil de BBB- (que representa grau de investimento médio) para BB+ (categoria de especulação). Após o anúncio do rebaixamento, Levy afirmou em nota que “o governo brasileiro reafirma seu compromisso com a consolidação fiscal”.

Orçamento
No texto, o ministro argumentou que o projeto de lei orçamentária para 2016 – enviado ao Congresso com previsão de déficit primário de R$ 30,5 bilhões e que foi apontado pela S&P como um dos motivos para o rebaixamento – “incorpora importante disciplina nas despesas discricionárias e esforços de gestão para reduzir as despesas obrigatórias”.

E mais
Já o ministro Nelson Barbosa disse que a perda do grau de investimento do Brasil não muda a trajetória de recuperação da economia brasileira.

Com informações da EBC


Curtir: