ALEC

Assembleia levanta sessão plenária em razão de morte de ex-parlamentar

Assembleia Legislativa levantou a sessão ordinária desta terça-feira. Foto: Edson Júnior Pio

A Assembleia Legislativa levantou a sessão ordinária desta terça-feira (14/03), em razão da morte do ex-deputado Francisco Neves Osterno, ocorrida na manhã de hoje. O presidente da Casa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), pediu um minuto de silêncio em homenagem póstuma ao ex-parlamentar.

Zezinho Albuquerque frisou a atuação de Francisco Osterno como político e como empresário. “Um grande homem e líder da região norte do estado, que muito contribuiu para o desenvolvimento do Ceará”, disse.

Para o deputado Manoel Duca (PDT), autor do requerimento pedindo a suspensão da sessão, lamentou a morte do político. “Trata-se de uma grande perda para o Estado”. Ele lembrou que Francisco Osterno “foi um grande líder, e seu legado se estende até hoje no município de Marco, cidade onde Francisco Osterno, por meio de seu pai, João Osterno, possui parentesco com todos os prefeitos que assumiram a cidade desde então”.

Bandeira
O deputado Sérgio Aguiar (PDT) também se manifestou. Ele lembrou a atuação de Francisco Osterno no Parlamento ocorreu de 1967 a 1970, período em que defendeu as bandeiras dos agropecuaristas. “Ele foi um grande agropecuarista, que sempre buscou investimentos e o desenvolvimento para o interior cearense. Uma grande perda para o Ceará, sem dúvida”, lamentou.

E ainda
Francisco Neves Osterno nasceu em 1924, no município Marco, a cerca de 250km de Fortaleza. Foi um dos líderes do movimento de emancipação do município, desligando-o da jurisdição de Santana do Acaraú, fato concretizado em novembro de 1952. A partir daí, ingressou na vida pública, sendo o primeiro parlamentar eleito oriundo de Marco.

Com informações da AL


Curtir: