Nacional

Associação de delegados pede assinaturas por autonomia da Polícia Federal

Associação de delegados pede assinaturas por autonomia da Polícia Federal
Associação de delegados pede assinaturas por autonomia da Polícia Federal

Campanha, promovida pela Associação Nacional dos Delgados da Polícia Federal (ADPF), pede assinaturas da sociedade para carta, que será encaminhada ao Congresso Nacional, pedindo a autonomia da Polícia Federal. O texto apoia a PEC 412, de 2009, que propõe a autonomia administrativa, financeira e orçamentária da instituição e, atualmente, tramita no parlamento.

A carta surgiu em razão da sucessão no Ministério da Justiça, em que foram apontados riscos de possível interferência política sobre as atividades da Polícia Federal. A notícia de que o Ministro da Justiça sucumbiu às pressões políticas para que agisse ou permitisse ações contra a PF demonstrou a vulnerabilidade do órgão, de acordo com a entidade.

Para a ADPF, a Polícia Federal ainda não possui a garantia institucional necessária para continuar investigando e combatendo o crime organizado e a corrupção, principalmente quando os alvos fazem parte do alto escalão do poder político da República.

Ameaça constante
Outro ponto destacado pela carta é a “constante ameaça” de substituição do Diretor-Geral da Polícia Federal, “o que torna evidente a necessidade de previsão constitucional de um mandato”. A entidade pede uma mudança fundamental para evitar que o dirigente da instituição de maior credibilidade do país atue sem nenhuma garantia legal, podendo ser destituído a qualquer momento.

“Diante disso, é chegada a hora de todos nós, que integramos a sociedade brasileira, levantarmos a bandeira de apoio às mudanças na legislação que regula a Polícia Federal e conclamarmos o Congresso Nacional à aprovação imediata da PEC 412/2009”, explica o texto.

Apoio
Qualquer cidadão que queira apoiar a carta é só clicar no link: aqui. É necessário apenas nome completo, número de RG e e-mail. “Somente assim a Polícia Federal poderá continuar o seu trabalho de investigar a corrupção e impedir os desvios escandalosos dos recursos públicos”, explica a ADPF.

Com informações do portal Contas Abertas


Curtir: