Ceará

Associação dos Profissionais de Segurança Pública lança “carta aberta” de apoio ao Ministério Público

Associação dos Profissionais de Segurança Pública lança "carta aberta" de apoio ao Ministério Público
Associação dos Profissionais de Segurança Pública lança “carta aberta” de apoio ao Ministério Público

A Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Estado do Ceará (APROSPEC) lançou uma “carta aberta” para manifestar apoio ao Ministério Público contra a PEC 37. A proposta, em tramitação no Congresso Nacional, limita o poder de investigação da entidade e vem causando muita discussão.

Afronta
No documento, a Associação avalia que a PEC 37 “é uma verdadeira afronta, não só ao Ministério Público, mas principalmente ao povo brasileiro”.

Acompanhe a carta na íntegra:

“O Brasil é conhecido como país da impunidade. Quem goza do chamado foro privilegiado sabe bem do que estamos falando. Nos últimos tempos temos visto um movimento, ainda meio tímido, de punições as pessoas que gozam de tratamento diferenciado perante a Justiça (exemplo o julgamento do Mensalão). Nestes casos, e em inúmeros outros, a atuação do Ministério Público é essencial para a apuração e punição de quem acha que as leis de nosso país servem apenas para enfeitar páginas.

A instituição Ministério Público, atualmente, é quem mais denuncia e lidera investigações contra corrupção, abusos cometidos por agentes do Estado, crime organizado, desvio de verbas e violações de direitos humanos.

Mas os parlamentares de nosso país, a maioria de reputação “ilibada”, “limpa”, “honesta”, estão querendo podar, impedir que Ministério Público investigue, e assim saiba sobre as ações sujas, desonestas que eles andam aprontando por aí. A chamada PEC 37/2011 é uma verdadeira afronta, não só ao Ministério Público, mas principalmente ao povo brasileiro.

Acreditamos que os deputados federais Lourival Mendes (PT do B/MA) autor da PEC 37 e Nazareno Fonteles (PT/PI) da PEC 33, se realmente quisessem a legalidade do país, pediriam o fim do foro privilegiado dos políticos. E não trariam ideias retrógadas, descabidas. Pois o foro privilegiado só beneficia os maus políticos. Quem não deve não teme!

Neste sentido a Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Estado do Ceará- APROSPEC se solidariza com a luta do Ministério Público contra a PEC 37. Em especial a Associação Cearense do Ministério Público- ACMP-CE. Estamos juntos nesta luta!”


Curtir: