Ceará, Corrupção, Polêmica
Atualizado em: 08/08/2011 - 3:44 pm

O ex-chefe de gabinete do presidente do Tribunal de Contas do Estado, Antonio Carlos Gomes, usou o direito de ficar em silêncio durante o depoimento tomado, nesta segunda-feira (08), pela Promotoria de Combate aos Crimes Contra a Administração Pública (Procap).

Antônio Carlos é presidente da Associação Cultural dos Amigos de Horizonte e foi citado por presidentes de outras associações beneficiadas no escândalo envolvendo a construção de banheiros fantasmas  no interior do Ceará.

Banheiro "parcialmente" construído em Pindoretama

O Ministério Público ainda ouviu o depoimento de Marly Xavier Pinheiro. Ela é  esposa do vereador de Horizonte Luciano Pinheiro e presidente da Associação Beneficente Comunitária Canavieira, em Horizonte.

Segundo o promotor Eloilson Landim, durante o depoimento, Marly Xavier disse que os 30 banheiros construídos em Horizonte estão de acordo com a determinação dos contratos e comprovam a utilização do dinheiro que foi liberado. Ainda durante a oitiva, a presidente da Associação negou conhecer o servidor do TCE, Antonio Carlos Gomes.

Leia mais:
Deputada pede afastamento de Jurandir Santiago e Camilo Santana
MP ouve servidores do TCE sobre escândalo de banheiros em Pindoretama 
AL retoma atividades e oposição investe na CPI dos banheiros
Banheiros fantasmas: Deputado propõe CPI para investigar   escândalo envolvendo secretaria das Cidades 
Secretaria das Cidades também financiou banheiros fantasmas em Ipu
 

Vídeo: Denúncias de fraude s na construção de kits sanitários em 5 cidades    

Os depoimentos foram colhidos na sede da Procuradoria Geral de Justiça, na Rua Assunção, no Centro de Fortaleza. A oitiva foi realizada pelos promotores Eloilson Ladim (assessor da Procap) e Luiz Alcântara e pelo procurador e coordenador da Procap, Benon Linhares.

Já ouvidos
Na sexta-feira (5), foram ouvidos os depoimentos de Renata Pinheiro Guerra, presidente da Associação Cultural de Pindoretama, e Camilo Santana, atual secretário das Cidades. Já na quinta-feira (4), prestaram depoimento dois ex-secretários de Cidades – Jurandir Santiago, atual presidente do Banco do Nordeste, e Joaquim Cartaxo – além de Adriano Francisco e Fábio Castelo Branco, servidor exonerado da pasta.

Com informações do Ministério Público

 

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me