Reforma Política

Câmara aprova o fim da reeleição para presidente, governador e prefeito

Sessão plenária da Câmara dos Deputados para análise e discussão da Reforma Política. Foto: Laycer Tomaz / Câmara dos Deputados
Sessão plenária da Câmara dos Deputados para análise e discussão da Reforma Política. Foto: Laycer Tomaz / Câmara dos Deputados

O plenário da Câmara aprovou, na noite de quarta-feira (27), por 452 votos a favor, 19 contra e 1 abstenção, o Artigo 3º do relatório do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) à proposta de emenda à Constituição (PEC) que trata da reforma política. O dispositivo aprovado acaba com a reeleição para os cargos executivos.

Todos os partidos orientaram pelo fim da reeleição.

Nova votação
Como a reforma política está sendo tratada em PEC, o fim da releição precisa ainda ser aprovado em segundo turno na Câmara para depois ser apreciado, também em duas votações, pelo Senado.

Não vale
A proposta aprovada não se aplica aos prefeitos eleitos pela primeira vez em 2012 e aos governadores também eleitos pela primeira vez em 2014, nem a quem os suceder nos seis meses anteriores ao pleito. Ela não cabe à presidente Dilma Rousseff, porque, já reeleita, não poderá se candidatar em 2018.

Continua
Após a votação, o presidente da Câmara. Eduardo Cunha (PMDB-RJ) encenrrou a sessão. Nesta quinta-feira, a partir das 12 horas, os deputados continuam a votar a reforma política.

Com informações da ABr


Curtir: